Publicidade:



Audi A4 é eleito “Melhor Carro Importado” da Americar e do Car Awards Brasil 2017

O título de “Melhor Carro Importado” foi concedido ao Audi A4 por duas diferentes premiações. Na Americar, promovida pela Associação América Latina da Imprensa de Carros, o modelo venceu uma eleição que contou com a participação de 54 jornalistas de 11 diferentes países latino-americanos. Já no Car Awards, realizado pela revista Car Magazine, o A4 ganhou a votação aberta ao público.

“Lançado em abril deste ano no Brasil, o modelo foi uma das principais apostas da Audi para 2016. O carro traz uma síntese fascinante de modernidade e estética, com muita tecnologia embarcada. Todos estes atributos fizeram dele um modelo imbatível e campeão. Estamos muito felizes com mais este reconhecimento”, destaca Jörg Hofmann, presidente e CEO da Audi do Brasil.

O carro é um dos principais lançamentos da marca no ano e já acumula quatro títulos consecutivos

O carro é um dos principais lançamentos da marca no ano e já acumula quatro títulos consecutivos

O A4 já soma quatro títulos consecutivos. No início de novembro, o modelo também foi eleito o “Carro Premium do Ano 2017” pela revista Autoesporte, além de conquistar o primeiro lugar na categoria “Motor 2.0 ou Acima”.

Nesta edição do Americar, uma das mais concorridas premiações do setor automotivo na América Latina, o A4 disputou a categoria “Melhor Importado” com dois outros concorrentes, recebendo mais de 80% dos votos.

Já no Car Awards Brasil, que está em sua oitava edição, só podem concorrer carros com nova versão ou motorização. No A4, o moderno motor 2.0 TFSI ultra, com turbo compressor e sistema de dupla injeção de combustível, entrega 190 cv de potência e 320 Nm de torque. O conjunto faz o carro acelerar de 0 a 100 km/h em 7,3 segundos e atingir uma velocidade máxima de 240 km/h. “O modelo impressiona pelo design sofisticado, motor forte e eficiente, além da excelência na tecnologia de baixo peso. Essas características vêm conquistando o mercado de carros de luxo no Brasil e América Latina”, completa Jörg Hofmann.

Tags: , , , ,

Deixe um comentário