Publicidade:



Arquivo da Categoria ‘Audi Sports’

Audi Center Blumenau entre as primeiras colocadas na Final Nacional Twin Cup

terça-feira, 30 de junho de 2015

twin-cup-news-junho

Em clima de animação e de espírito de equipe, a Audi Center Blumenau conquistou a segunda colocação na Final Nacional Twin Cup 2014. O gerente geral de pós-venda, Rafael Sardagna, afirma que foi uma grata surpresa para a equipe entrar na final, o que comprova todo o potencial do grupo. “Ficar na segunda colocação foi motivo de muito orgulho, pois enfrentamos equipes experientes, que estão há muitos anos na competição. Nossa equipe é relativamente nova, mas extremamente dedicada.” A Audi Center Blumenau se classificou com a turma de atendimento e consultores técnicos, sendo que a etapa nacional ocorreu nos dias 4 e 5 de maio, no Centro de Treinamento da Audi em Jundiaí, no Estado de São Paulo.

Sardagna diz que no período recente a equipe não participou, pois ainda estava em fase de formação, mas assim que participaram, logo na primeira vez, já se classificaram. Além de comprovar os conhecimentos, o gerente diz a competição é uma forma de integrar o pessoal. “Quando recebemos o convite, explicamos que seria importante participar, incentivamos a equipe, já que existe esta oportunidade. Ainda nas fases online, o pessoal começou a se empolgar e pesquisar bastante. A alegria foi imensa quando recebemos a notícia de que estávamos na final. A participação e a premiação são formas de incentivo, de motivação, que reafirma o espírito de equipe e de companheirismo, que deve prosseguir no nosso dia a dia, na nossa vida, no nosso trabalho. No final de tudo, queremos todos os nossos clientes extremamente satisfeitos”, comenta Sardagna.

2

A Twin Cup é uma competição nacional que envolve todas as concessionárias da Audi no Brasil. Na copa, as equipes de pós-vendas de cada concessionária participam de provas e simulados que abordam tecnologias, bom atendimento e conhecimento técnico. Os vencedores vão para a final internacional onde encontram os melhores técnicos e consultores de atendimento no mundo.

“Nosso motivo de grande realização seria ver esta equipe campeã tendo uma experiência incrível no exterior. Sentimos que faltou pouco, o desafio está lançado para o ano que vem”, incentiva Sardagna.

1ª Copa TTC de Tênis – Tabajara Tênis Clube

terça-feira, 31 de março de 2015

Palestra com Ricardo Amorim

Suor e determinação. No dia 2 de março iniciou as competições da 1ª Copa de Tênis do Clube Tabajara de 2015. Cerca de 70 atletas participaram das partidas em seis categorias: 2°, 3°, 4° 5°, 6° classes masculina e damas. A Audi Center Blumenau esteve presente todos os dias no decorrer do campeonato como apoiadora, expondo modelos e lançamentos Audi. No dia 18 de março, ocorreu a premiação da 1ª Copa de Tênis do Clube, onde o público pode conhecer os campeões.

Campeões e vice:

2° classe – Carlos Borda (campeão) e Ralf Grassel (vice)

3° classe – Mauricio Kreibich (campeão) e Enio Nardelli (vice)

4° classe – Andre Burger (campeão) e Ricardo Faht (vice)

5° classe – Marilena Santos (campeão) e Edson Moser (vice)

6° classe – Mauro Fistarol (campeão) e Rafael Metzler (vice)

Classe damas – Fernanda Buhr (campeã) e Marilise Kreibich (vice)

1ª Copa TTC de Tênis – Tabajara Tênis Clube (2)

1ª Copa TTC de Tênis – Tabajara Tênis Clube (3)

1ª Copa TTC de Tênis – Tabajara Tênis Clube (4)

1ª Copa TTC de Tênis – Tabajara Tênis Clube (5)

1ª Copa TTC de Tênis – Tabajara Tênis Clube (6)

1ª Copa TTC de Tênis – Tabajara Tênis Clube (7)

1ª Copa TTC de Tênis – Tabajara Tênis Clube (8)

1ª Copa TTC de Tênis – Tabajara Tênis Clube (9)

1ª Copa TTC de Tênis – Tabajara Tênis Clube (10)

1ª Copa TTC de Tênis – Tabajara Tênis Clube (11)

1ª Copa TTC de Tênis – Tabajara Tênis Clube (12)

1ª Copa TTC de Tênis – Tabajara Tênis Clube (14)

1ª Copa TTC de Tênis – Tabajara Tênis Clube (15)

1ª-Copa-TTC-de-Tênis-–-Tabajara-Tênis-Clube-(13)

Crédito das fotos: Daniel Zimmermann 

3ª Copa TTC de Tênis

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

3ª-Copa-TTC-de-Tênis-7

Competição e celebração. Entre os dias 3 e 18 de novembro ocorreu a 3ª Copa Tabajara Tênis Clube de tênis, que contou com a participação de atletas entusiasmos durante todos os dias. A Audi Center Blumenau apoiou a copa, com a equipe marcando presença e com modelos Audi à disposição para a apreciação dos convidados. O jantar de premiação ocorreu no dia 8 de dezembro e, durante a confraternização, a Audi Center Blumenau recebeu um troféu de agradecimento do Tabajara Tênis Clube pela participação e presença durante o campeonato.

3ª-Copa-TTC-de-Tênis-6

3ª-Copa-TTC-de-Tênis-2

3ª-Copa-TTC-de-Tênis-3

3ª-Copa-TTC-de-Tênis-4

3ª-Copa-TTC-de-Tênis-5

3ª-Copa-TTC-de-Tênis-8Crédito das fotos: Edemir Garcia

 

Audi na F1? Talvez!

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

F1 AudiA Volkswagen discutirá a possibilidade de entrar na Fórmula 1 durante uma reunião em novembro, informou o representante da equipe Hans-Joachim Stuck.

Reportagens recentes sugerem que a Porsche, ou outra subsidiária da VW, a Audi, podem entrar na Fórmula 1 quando a regra de motores mudarem em 2013.

De acordo com o ‘Financial Times Deutschland’, Stuck não comentaria sobre a especulação além de informar que uma reunião está marcada para o começo de novembro, “na qual a estratégia (da empresa) será discutida”.

A publicação fala que a idéia da aliança entre as empresas é financiar a equipe, que agora custa cerca de 230 milhões de euros por ano. Essa sociedade tomaria forma em 2013, com a Volkswagen sendo fornecedora de motores num primeiro momento. Depois, a montadora pegaria o capital da equipe austríaca para assumir o controle total, transferindo o seu nome para a escuderia.

Hans-Joachim Stuck, diretor esportivo da montadora, confirmou que a Volkswagen Group AG irá, de fato, entrar na categoria. “Tudo será debatido no encontro do próximo mês, para acertarmos as datas e planejamento financeiro”, afirmou.

Desde o ano passado existe uma disputa mais acirrada entre a Ford e a Volkswagen no mercado de carros. A VW ultrapassou a Ford nas vendas e assumiu o terceiro lugar no ranking mundial, atrás apenas da Toyota e da General Motors.

Com a volta da Ford para a Fórmula 1 sob a bandeira dos motores Cosworth, é provável que a VW tenha outra razão para entrar na categoria: assegurar o terceiro lugar no mercado.

A Fórmula 1 não traz apenas o benefício da lucratividade imediata ou do desenvolvimento tecnológico. Ela faz com que a marca esteja em exposição no mundo inteiro. Isso pode ser o melhor ponto para essas duas montadoras.

Existe ainda uma possibilidade de que a equipe Campos Meta, equipe do piloto Bruno Senna, deverá ceder sua vaga e instalações para o Grupo Volkswagen em 2011, segundo o jornal espanhol AS.

Isso pode ocorrer devido ao ingresso de Colin Kolles, que entrará no lugar de Adrian Campos como chefe da equipe. Kolles é ligado ao Grupo VW.

Além disso, o fato de Kolles ter conseguido a autorização de Ecclestone para transferir as instalações da Campos Meta da Espanha para o Bahrein, significa receber muito dinheiro para poder pagar o desenvolvimento do carro junto a Dallara.

Audi comemora os 30 anos da tração quattro

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Tração Quattro

O ano de 2010 marca o 30º aniversário do sistema Audi Quattro de tração integral, apresentado pela primeira vez em versão comercial, no Salão do Automóvel de Genebra, em 1980. O desenvolvimento desse sistema consolidaria para sempre a Audi como sinônimo de inovação e tecnologia, influenciando o sucesso da marca ao longo de sua história.

O Quattro foi desenvolvido por iniciativa de um engenheiro de chassis da Audi no final dos anos 1970. Jörg Bensinger fez seus estudos inspirado no VW Iltis, um utilitário off-road desenvolvido para o exército e o serviço florestal alemães, que era intocável até mesmo em pistas mais desafiadoras. O primeiro protótipo do carro com tração Quattro foi testado em setembro de 1977, vencendo uma das estradas mais altas e íngremes da Europa, coberta de neve, sem pneus adequados e sem correntes.

O sistema evoluiu, foi testado e aprovado no World Rally Championship (com 24 vitórias e uma série de campeonatos mundias conquistados) e passou a integrar os itens de série de alguns modelos urbanos da Audi.

A tecnologia Quattro significa tração permanente nas quatro rodas, ou seja, a força motriz é distribuída conforme a necessidade, entre a frente e a traseira do veículo, ampliando os níveis de segurança e a confiabilidade de tração do veículo, com maior aderência, em qualquer condição de pista. O sistema cria a sensação de que o carro está sempre grudado no chão, favorecendo a esportividad e segurança.

Confira nos links, a performance da Tração Quattro nas pistas:

Audi vence em Le Mans pela nona vez

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Audi vence em Le Mans pela nona vez

A Audi conquistou os três primeiros lugares na 24 Horas de Le Mans, a mais importante corrida de resistência do mundo, realizada em junho, na Europa. Esta foi a nona vitória da marca em Le Mans, igualando o número registrado pela Ferrari. Foi, também, a quarta vez que a Audi conquistou as três primeiras posições na prova – as anteriores foram em 2000, 2002 e 2004.

O primeiro lugar da prova ficou com o Audi R15 TDI pilotado pelo trio Timo Bernhard/Romain Dumas/Mike Rockenfeller, que estabeleceu novo recorde de distância, completando 397 voltas (5.410 quilômetros) a uma velocidade média de 225,228 km/h.

O carro vencedor ficou uma volta à frente do segundo colocado, pilotado por Marcel Fässler/André Lotterer/Benoît Treluyer. Na terceira posição chegaram Dindo Capello/Tom Kristensen/Allan McNish, completando o pódio para a marca alemã.

A confiabilidade dos carros e a eficiência da equipe foram decisivas para o resultado. Os três carros vencedores completaram a prova sem enfrentar nenhum problema técnico. A vitória foi atribuída, também, a uma nova tecnologia desenvolvida secretamente nos últimos três anos pela Audi Sport para aplicação em corridas: o turbocompressor com turbina de geometria variável (VTG).

Utilizada pela primeira vez em competições, essa tecnologia já equipa de série os carros da Audi com motores diesel, como parte da política de “downsizing” adotada pela empresa, em busca de maior eficiência com motores menores, mais econômicos e com menores emissões. Os motores usados em Le Mans, com 590 cavalos, submetem o equipamento a extremos de desempenho, atingindo temperaturas acima de 1.000° C.

Outro diferencial foi o Audi R15 TDI, um carro desenvolvido especialmente para competições, com estrutura em fibra de carbono e alumínio. O motor é um diesel V10 TDI, com 5,5 litros e 590 cv, montado entre eixos, com dois turbocompressores com turbinas de geometria variável. Os discos de freios são de cerâmica e fibra de carbono e o peso total é de 930 kg.

Audi pronta para a estreia no Campeonato Master de Turismo Alemão

terça-feira, 23 de março de 2010

Audi pronta para a estreia no Campeonato Master de Turismo Alemão

Neste ano o campeonato terá seis provas na Alemanha (duas em Hockenheim e as demais em Lauysitzring, Norisring, Nurburgring e Oschersleben). Os outros circuitos estão programados na Inglaterra (em Brands Hatch, onde ocorrem três provas), em Valência (Espanha), em Zandvoort (Holanda) e – a grande novidade – o circuito de rua de Shangai (China), encerrando o campeonato, no dia 31 de outubro.

A equipe da Audi foi apresentada em Ingolstad e a expectativa positiva deve-se aos resultados de 2009, quando a Audi conquistou o tricampeonato de construtores, com oito pole-positions e quatro vitórias nas 10 provas. A marca dos quatro anéis estará representada no DTM por quatro equipes e 10 pilotos.

Deu Audi na final da DTM 2009

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

No ano em que comemora o centenário de fundação, a Audi emplaca mais uma marca em seu currículo de sucesso: foi o primeiro construtor a vencer três edições consecutivas da DTM 2009 (Deutsche Tourenwagen Masters), categoria do automobilismo que reúne carros de turismo e tem provas em toda a Europa.

Um dos responsáveis por esta conquista foi o piloto Timo Scheider, que manteve um alto rendimento durante toda a temporada, subindo ao pódio seis vezes, das quais duas no degrau mais alto. Na prova final, realizada em Hockenheim, no final de outubro, Scheider terminou na segunda posição, mas cravou cinco pontos à frente do vice-líder e deixou o circuito com o troféu de campeão, pelo segundo ano consecutivo.

Para a Audi, a temporada foi consagradora. Nas 10 etapas realizadas, foi pole-positions oito vezes e teve quatro vitórias.

24 Horas de Nurburgring: Audi R8 LMS, faltou pouco!

quinta-feira, 28 de maio de 2009

Realizada em 24/05 de 2009 em um circuito de 22km e contando com 220 participantes em 7 categorias, aconteceu em as 24 Horas de Nurburgring de 2009.
Esta foi a maior distância já percorrida em uma edição da 24 Horas de Nürburgring, foram 155 voltas e 3.933km e tudo isso aconteceu, pasmem! Diante de 235.000 espectadores!
Este ano a Audi fez um grande esforço, e ao meu ver todo este esforço foi bem recompensado, pois grande parte do resultado final obtido deve-se ao planejamento antecipado e estratégia aplicada diretamente com foco nesta corrida. Este ano os Audi R8 LMS forão construídos especialmente na Audi e desenvolvidos para corrida em parceria pela Abt Sportsline sendo que quatro unidades forão escritas.
Por estarmos no centésimo aniversário da Audi, notei que, para esta edição, Ingolstadt viu com mais seriedade este desafio. E não deixou na mãos de amadores como ocoreu em edições passadas.
“Para a Audi, esta corrida representou um teste final em condições extremas e severas em uma pista que realmente exige isso por 24 horas, fomos capazes de mostrar que o nosso Audi R8 LMS GT3 é muito esportivo é absolutamente competitivo para os nossos clientes. E o número 97 correu sem o menor problema.”, disse o chefe da Audi Motorsport Dr. Wolfgang Ullrich. ”

Audi R15 em Sebring, veni, vidi, vici!

terça-feira, 31 de março de 2009


Após uma intensa batalha com os Peugeot, Allan McNish, Tom Kristensen e Rinaldo Capello venceram a edição deste ano das  Mobil 1 Twelve Hours of Sebring de 2009, a etapa inaugural da temporada oficial deste ano do American Le Mans Series (ALMS), prova que marcou a estréia do Audi R15 TDI em um teste de fogo.
O duelo entre os dois construtores que apostaram nos motores a Diesel durou até o último segundo. A Peugeot Sport ainda tentou um último esforço pelas maõs do piloto prodígio Sebastien Bourdais, mas infelismente não conseguiu segurar o surpreendente Audi R15.

Nas primeiras voltas quem assumiu a ponta foi o Peugeot, pilotado por Minassian/Lamy/Klien, que liderou durante uma boa parte das 3 primeira horas de prova numa luta com o Audi n°2 de Capello/Kristensen/McNish que na largada havia assumido logo a ponta da corrida. O Peugeot n°08 de Montagny/Sarrazin/Bourdais também foi subindo na classificação, e ao fim dessas 3 horas já se encontrava no encalço de Minassian/Lamy/Klien. Os Acura, seguiam atrás dos dois Audi.

No entretanto, os novos Acura ARX-02a, ao contrário dos Audi R15 TDi, começaram a sentir a juventude do projeto e os problemas começaram a aparecer. Chegadas as 9 horas de prova, o Acura n°66 de Gil de Ferran/Pagenaud/Dixon encostou com problemas de direção e suspenção. Na 10° hora foi a vez do n°9 de Brabham/Sharp/Franchitti ter a mesma sorte, com problemas na transmissão. Com estas duas desistências, o Peugeot acabaria assumindo o 4º lugar, mas a meia hora do final, e com Pedro Lamy ao volante, um problema de caixa de velocidades tirou o Peugeot da prova, que veria ainda o seu 4º lugar ser perdido para o Acura ARX-01b.

O Audi R15 fez uma exibição de luxo nas maõs do experientíssimo piloto escocês Alan McNish que acabou por fazer a diferença para a casa de Ingolstadt. Franck Montagny, Sebastien Bourdais e Stephane Sarrazin pilotos da equipe Peugeot Sport, tiveram que se contentar com o 2º lugar, na frente do segundo Audi R15 pilotado pelos alemães Mike Rockenfeller, Lucas Luhr e Marco Werner.
A Audi mostrou mais uma vez toda a sua lendária competitividade e apesar da incerteza da prova de quem seria o vencedor, a competência alemã venceu a esforçada Peugeot.

Foi interessante ver as lutas curva a curva entre Lamy e McNish e entre os dois Audi R15 e os Peugeot 908 HDi FAP.
O Pegeout de Pedro Lamy teve vários problemas durante a corrida, que fez o carro ficar mais tempo parado nas box do que na pista, sendo que durante um problema no sistema de refrigeração o fez ficar 9 voltas fora da pista, a gota d’agua foi quando um problema com a caixa de marchas que obrigou o piloto português desistir a 30 minutos do fim da prova.
Posso afirmar pessoalmente que o carro nº2 da Audi foi um justo vencedor em Sebring e o restante apenas pode aplaudir a chegada do R15.

  Equipe Pilotos Carro Voltas
  LMP1 Audi Sport North America Rinaldo Capello
Tom Kristensen
Allan McNish
Audi R15 TDI 383
  LMP1 Team Peugeot Total Franck Montagny
Stéphane Sarrazin
Sébastien Bourdais
Peugeot 908 HDi 383
  LMP1 Audi Sport Team Joest Lucas Luhr
Mike Rockenfeller
Marco Werner
Audi R15 TDI 381
  LMP2 Lowe’s Fernandez Racing Adrian Fernandez
Luis Diaz
Acura ARX-01B 360
  LMP1 Team Peugeot Total Nic Minassian
Pedro Lamy
Christian Klien
Peugeot 908 HDi 356