Publicidade:



Posts com a Tag ‘Eficiência’

PB18 e-tron: a radical máquina de condução da Audi

quinta-feira, 13 de setembro de 2018

 

Concept inspirado em Le Mans foi concebido para pista e estrada

Concept inspirado em Le Mans foi concebido para pista e estrada

Pauta-24

 

A Audi apresentou em Pebble Beach, na Califórnia, EUA, o PB18 e-tron, concept elétrico, inspirado em Le Mans. A designação ‘PB18’ cruza a estreia feita em Pebble Beach e o ADN partilhado com o LMP1 Auri R18 e-tron. Com a “dinâmica” e a “emoção” no “topo da lista das suas especificações”, o Audi PB18 e-tron desenhado no estilo «shooting break» foi feito para ser uma “máquina radical de condução para pista e estrada”.

“Parâmetros como a poder de propulsão, a aceleração lateral e a ergonomia perfeita determinam cada pormenor. E a orientação do condutor está numa dimensão completamente nova.”

O lugar do condutor e o cockpit estão integrados num monocoque interior que pode ser deslocado lateralmente. Quando estiver a guiar sozinho, o condutor pode ter o monocoque posicionado no centro como um monolugar, numa pista.

Deslocando o monocoque para o lado para uma condução de dia a dia, o PB18 e-tron abre espaço para um passageiro com a colocação de um banco.

Com o centro de gravidade entre os bancos e o eixo traseiro, o corpo mistura o alumínio, o carbono e outros compostos de características leves para um peso máximo de 1.550 kg. Tem 4,53 m de comprimento e 2 m de largura subindo até aos 1,15 m de altura com uma distância entre eixos de 2,70m.

A carga da bateria de 95kWh permite uma autonomia de 500 km no ciclo WLPTP. Preparado para carregamentos com uma voltagem de 800 volts, a bateria do PB18 e-tron pode ser carregada totalmente em cerca de 15 minutos. E também pode ser carregado por indução (sem fios) com o Audi Wireless Charging.

O difusor traseiro pode ser rebaixado mecanicamente para aumentar a pressão aerodinâmica, assim como o spoiler traseiro pode ser estendido com o mesmo fim. À frente, os faróis de alta potência receberam a tecnologia dos carros de Le Mans que precisam de toda a visibilidade a 300 km/h; assim como a suspensão teve como modelo a do Audi R18 e-tron quattro Le Mans.

Três motores elétricos – um à frente e dois atrás, com potências respetivas de 150 kW para o eixo dianteiro e 350 kW para o traseiro – dão um total de 670 cv (500 kW) de potência. Com um torque de 830 Nm, a aceleração dos 0 aos 100 km/h faz-se em pouco mais de 2 segundos.

Na união em entre performance e eficiência, o PB18 e-tron recupera energia enquanto está em andamento. Em frenagens leves, são os motores elétricos os responsáveis por desacelerar o carro; os freios hidráulicos só entram em ação nas travagens mais a fundo.

Entre outras características, o Audi PB18 e-tron tem uma bagageira com capacidade para 470 litros ou um cockpit programável para condução em pista ou na estrada, onde o condutor pode ativar um controle máximo automático de velocidade.

 

Fonte: tvi24.iol

Audi Space Frame ou ASF. O que é?

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

O conceito Audi Space Frame confirma que os avanços na tecnologia e durabilidade do automóvel não implicam em um aumento do seu peso. E trazem muitas vantagens e benefícios aos projetos futuros.

O Audi Space Frame – ou ASF – foi a tecnologia pioneira em alumínio que deu a partida nas construções automotivas mais leves no inicio dos anos 90. A Audi foi a primeira a utilizar alumínio na produção em série de chassis. O segredo da resistência da tecnologia ASF está no chassi de alumínio e magnésio.

Perfis ocos e fundidos entre si são utilizados como elementos de suporte de peso. O projeto impressiona com sua elevada força e rigidez. Além disso ele é dois terços mais leve do que uma estrutura convencional de aço. O resultado é maior desempenho, mais agilidade e melhor dirigibilidade, além de maior segurança contra colisões.

Devido ao menor peso e à  possibilidade de reciclagem do alumínio, os custos energéticos da sua construção são recuperados depois de percorridos 60 mil quilômetros. O ASF está presente no Audi TT Coupé, no TT Roadster, no A8 e no R8.

Começou a Audi Mileage Marathon

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

A Audi Mileage Marathon cobre mais de 7.700 quilometros  começando em Nova York e terminando em Los Angeles. A Audi apresenta neste desafio o mais limpo e eficiente sistema diesel do mundo nas ruas americanas com tecnologia de emissão de poluentes ultra baixa. A maratona começou dia 5 e vai até dia 20 de outubro, 184 motoristas representando países da América do Norte, Europa e Asia estarão dirigindo os veículos por 13 estágios, durante estes eles experimentaram a esportividade confiante e a eficiência extraordinária dos veículos TDI da Audi. 

A Frota será formada por 23 veículos, entre eles os utilitários Q7 e Q5, o recém lançado no Brasil A4, além do Audi A3. Com exceção do A3 que é equipado com um motor de 2 litros TDI, todos os outros carros são equipados com motores de 3.0 litros TDI. Esse evento só servirá para provar o que a Audi já vem anunciando, segundo a montadora, sua tecnologia TDI é a de maior eficiência no mundo. Dados apontam que este tipo de motor emite até 90% menos óxido de nitrogênio e já se enquadra no padrão EURO6 que entra em vigor em 2014.