Plantão de Vendas em Itajaí

13 de dezembro de 2016

Em mais uma oportunidade de relacionamento com a comunidade, a Breitkopf Consórcios realizou um Plantão de Vendas no dia 1º de dezembro. O evento ocorreu no supermercado Campos Novos, no bairro São Vicente, em Itajaí. Na data, a equipe que esteve no local atendeu diversos clientes que passaram pelo supermercado.

O evento ocorreu no supermercado Campos Novos

O evento ocorreu no supermercado Campos Novos

Utilização do consórcio para comprar sua moto

13 de dezembro de 2016

Aumento dos juros, restrição de crédito e inadimplência. Estes são alguns dos desafios enfrentados por quem adquire uma moto, principalmente quando as parcelas começam a sobrecarregar o orçamento. Nesse sentido, o consórcio pode ser uma solução eficaz para quem deseja adquirir uma moto, sem contar com a flexibilidade do crédito, que permite comprar motos novas ou seminovas, da marca ou modelo que mais necessitar. A modalidade de compra acaba sendo uma forma de economizar, formar poupança e realizar o seu sonho.

Segundo a Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC), o consórcio de motos vem alcançando resultados positivos em relação ao mercado. No primeiro semestre deste ano, foram contemplados 347.625 consorciados (o que corresponde a R$ 4,25 bilhões disponibilizados para a compra dos veículos), enquanto o total de motos emplacadas no País foi de 469.581 unidades.

O consórcio acaba sendo uma forma de economizar, formar poupança e realizar o seu sonho

Frente à da diversidade de prazos para pagamento e parcelamento integral sem juros, o consórcio ainda pode ser a sua melhor alternativa para investir, uma vez que as parcelas mensais formam um fundo comum, destinado para a compra do bem com segurança e tranquilidade.

De acordo com a ABAC, o consórcio de motos é o segundo maior do sistema em participantes ativos: são 2,65 milhões de consorciados apenas neste segmento (junho/2016). No primeiro semestre, foram comercializadas 446.650 mil cotas, com valor médio de R$ 7,8 mil, o que corresponde a um total comercializado de R$ 3,5 bilhões.

Graças ao consórcio, são disponibilizados mais de R$ 500 milhões ao mercado a cada mês para que consumidores de todo o Brasil possam adquirir sua moto para trabalhar ou passear. É o consórcio aquecendo a economia do País.

A contribuição do consórcio para compra planejada e aquisição de veículos seminovos

13 de dezembro de 2016

Segundo um levantamento feito pela Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC), com base em dados da Central de Custódia e Liquidação de Títulos Privados (CETIP) houve um aumento na quantidade de veículos seminovos adquiridos por meio de consórcio nos últimos cinco anos, bem como a participação dessa modalidade nos créditos concedidos.

Diante da burocracia e da dificuldade na concessão de crédito, o consórcio pode se tornar uma alternativa segura, econômica e repleta de vantagens para a compra de carros novos ou seminovos. Nessa modalidade de compra não há juros e os planos são maiores. Quanto às parcelas, estão entre as mais acessíveis do mercado.

Para adquirir uma cota de consórcio, basta fazer parte de um grupo e concorrer aos sorteios mensais. Não há empréstimo de crédito, mas um apoio para poupar e gerenciar o próprio dinheiro, considerado ainda, como um sistema de autofinanciamento, indicado para quem não tem pressa e pode aguardar com tranquilidade pela contemplação.

A quantidade de veículos seminovos adquiridos por meio de consórcio aumentou nos últimos cinco anos

O consórcio é atraente para quem tem disciplina e contempla os participantes que estão em dia com os pagamentos mensais. Entre as principais facilidades estão o parcelamento integral do bem, possibilidade de concorrer aos sorteios mensais, ofertar lance nos casos de antecipação do crédito e ainda, flexibilidade para escolher a moto ou automóvel mais desejado.

Um levantamento feito pela ABAC aponta que a média mensal de vendas de veículos usados por meio de crédito de consórcio passou de 10,4 mil unidades em 2011 para 22,3 mil em 2016 (considerando até setembro), o que representa uma evolução de 114,4%. Além disso, a participação do consórcio no total de aquisições por meio de créditos concedidos (financiamento ou consórcio) passou de 3,68% em setembro de 2011 para 10,69%.

De acordo com dados da ABAC, até agosto deste ano, o número de participantes ativos no sistema de consórcios de veículos leves (que inclui automóveis, utilitários e camionetes) era de 3,25 milhões de pessoas. Os negócios relacionados a veículos leves totalizaram R$ 24,73 bilhões. O Sistema de Consórcios como um todo conta atualmente com cerca de 7 milhões de participantes ativos.

 

Fonte: Jornal Web Digital

Confraternização marca o aniversário de 60 anos do Grupo Breitkopf

13 de dezembro de 2016

Com um clima de descontração e celebração da tradição, o Grupo Breitkopf realizou uma confraternização em comemoração aos 60 anos de história e sucesso. O evento ocorreu no dia 03 de dezembro, no Espaço 2, na Itoupava Norte, em Blumenau e reuniu as equipes de todas as filiais de Santa Catarina. Cerca de 300 pessoas estiveram presentes na festa, que teve o objetivo de integrar as equipes e celebrar o aniversário do Grupo.

Com temática alemã, a festa contou com chopp, banda típica e, inclusive, quem quisesse poderia participar trajado. Na data, todos aproveitaram para visitar a Audi Center Blumenau e a matriz do grupo, onde também fica a Volkswagen.

A confraternização contou com homenagem aos quinquênios. Foram parabenizados funcionários que completaram de 5 a 45 anos de empresa. Os homenageados receberam um crachá diferenciado com estrelas, conforme seu tempo de casa (cada cinco anos equivale a uma estrela).

Além da homenagem, quem completou 20 anos ou mais de trabalho com o Grupo Breitkopf, recebeu uma bonificação em dinheiro como forma de agradecimento por sua dedicação por tanto tempo ao nosso grupo.

O superintendente do Grupo Breitkopf, Alfredo Heinz Breitkopf, afirma que o evento foi uma forma de integração do grupo, já que muitos funcionários que trabalham em cidades diferentes, conversavam no dia a dia, mas não se conheciam. “Como estamos comemorando o aniversário, aproveitamos para fazer essa confraternização e celebrar com toda a nossa equipe. Nesses 60 anos tivemos várias conquistas, desafios e, com o tempo, também ganhamos em participação no mercado”, acrescenta.

No que se refere ao crescimento, há cerca de dois anos foram adquiridas as revendas de Lages e de Caçador (Caminhões Volkswagen e MAN). Além dessas cidades, atualmente a Breitkopf Caminhões também está presente em Itajaí, Joinville e Mafra. Quando o assunto é Audi, o Grupo iniciou apenas com a concessionária na cidade de Blumenau. “Depois abrimos em Florianópolis, em seguida Joinville e Criciúma. Hoje, nosso grupo representa a marca Audi em Santa Catarina”, diz.  Este também é o caso da Volkswagen em Blumenau e Brusque. O Grupo também disponibiliza a Breitkopf Consórcios, que hoje atende toda Santa Catarina, com equipes em diversos municípios do Estado.

Para o superintendente, Ênio Mário Sardagna, o evento de dezembro foi uma oportunidade para fazer uma rápida avaliação do ano com todas as pessoas que estiveram presentes. “Foi uma data para comemorar um ano que teve suas peculiaridades. Mas o principal destaque foi a confraternização. Mais de 100 colaboradores foram homenageados por tempo de casa, o que mostra que a empresa é um bom local para se trabalhar. Prezamos pela tradição e estabilidade e esta foi uma forma de reconhecimento a essas pessoas que dedicam seu tempo juntamente com a nossa equipe, um reconhecimento pela parceria e pela longevidade, por fazerem parte da trajetória do Grupo Breitkopf”, afirma Sardagna.

O reconhecimento é sentido pelos próprios colaboradores. O contador do Grupo Breitkopf e diretor administrativo da Breitkopf Consórcios, Ari Sergio Voigt, está há 45 anos na empresa e foi um dos homenageados na confraternização deste ano. “Minha admissão ocorreu no dia 17 de março de 1971. Na época eu era recém-formado como técnico em contabilidade. Dois anos depois, assumi a gerência da contabilidade da empresa, quando o grupo tinha apenas uma revenda Volkswagen em Blumenau e um posto de abastecimento de veículos na cidade de Itajaí.  Nessas mais de quatro décadas de trabalho, tive o privilégio de acompanhar a expansão do Grupo Breitkopf, que hoje está presente em várias cidades do nosso Estado. A homenagem recebida foi um reconhecimento pelos serviços prestados, sentindo-me honrado em poder integrar esta empresa que é um dos destaques no setor automobilístico”, destaca Voigt.

Para o gerente de pós-vendas da Audi Center Blumenau e Joinville, Laureci Slongo, o Grupo Breitkopf reflete confiança, credibilidade e é sinônimo de crescimento. “Entrei na empresa em 2008 como consultor técnico e não vi, no primeiro momento, a possibilidade de ser gerente um dia. Eles confiaram em mim e me deram essa oportunidade. Aqui aprendi muita coisa. Aprendi, inclusive, que não existe sorte na carreira, o que existe é você estar preparado na hora certa e no local certo. Sinto-me muito feliz por esses nove anos de história com a Breitkopf”, conta entusiasmado.

Todo este reconhecimento e a credibilidade do Grupo Breitkopf também resultam em uma equipe de qualidade. A telefonista Bianca de Andrade está há um ano e meio na empresa e diz que um dos destaques da equipe é a união. “Aqui, vejo muito comprometimento, tanto com os clientes quanto com os funcionários. O Grupo Breitkopf é um grupo sólido que está sempre em busca de crescimento, que constantemente busca atender todas as expectativas dos clientes. Sempre tive vontade de trabalhar aqui e pretendo fazer parte desta equipe por muitos e muitos anos”, finaliza Bianca.

O evento foi uma oportunidade de confraternização e integração da equipe

A confraternização contou com homenagem aos quinquênios. Foram parabenizados funcionários que completaram de 5 a 45 anos de empresa

Plantão de Vendas em Jaraguá do Sul

6 de dezembro de 2016

O mês de novembro contou com um Plantão de Vendas da Breitkopf Consórcios na cidade de Jaraguá do Sul. O evento foi realizado no pátio ao lado da Maluta Calçados, na Rua Reinoldo Rau, no dia 11, sendo uma excelente oportunidade de aproximação com a comunidade jaraguaense. Também foi uma ótima forma de divulgação, pois quem passou pelo local pode conhecer o trabalho oferecido pela equipe da Breitkopf Consórcios e também ficar por dentro de todas as vantagens desta modalidade de compra

O evento foi realizado no dia 11, na Rua Reinoldo Rau

Consórcios registram segundo maior volume mensal de vendas do ano

6 de dezembro de 2016

O balanço do Sistema de Consórcios registrou em setembro o segundo maior mês de vendas de novas cotas de 2016, depois do recorde obtido em agosto. Os dados apontaram 186,1 mil adesões, mantendo o ritmo de negócios acima da média mensal dos nove primeiros meses do ano de 178,3 mil, ainda em patamar inferior a de 2015, e mantendo estabilidade no total de consorciados ativos em 7 milhões.

“Ao registrar o segundo maior número de adesões do ano em setembro, o Sistema de Consórcios segue confirmando o interesse e o planejamento do consumidor em adquirir bens ou contratar serviços. Do imóvel ao veículo na garagem, da mobília e eletroeletrônicos aos mais variados tipos de serviços, os consórcios têm, cada vez mais, participado da vida financeira de cada um”, explica Paulo Roberto Rossi, presidente executivo da Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC).

“Seja por suas características básicas como parcela acessível ao orçamento, custos finais menores, prazos longos, a modalidade vem permitindo que cada participante economize, poupe com objetivo definido e forme ou amplie seu patrimônio”, complementa Rossi.

No Sistema de Consórcios, o volume de participantes ativos ficou em 7 milhões em setembro, 2,1% inferior aos 7,15 milhões contabilizados no mesmo mês em 2015. As vendas de novas cotas ultrapassaram um milhão e meio e, apesar da retração de 8,6%, acumularam 1,6 milhão (jan-set/2016), nos nove meses de 2016 contra 1,75 milhão (jan-set/2015) em igual período do ano passado. Na somatória das contemplações dos diversos setores, que se aproximaram do milhão mesmo com a retração de 9,1%, reduziu-se de 1,064 milhão (jan-set/2015) para 967 mil (jan-set/2016).

Em correspondência às reduções das adesões e das contemplações, os negócios também diminuíram. Os créditos comercializados chegaram a R$ 56,88 bilhões (jan-set/2016), 12,7% inferior aos R$ 65,14 bilhões (jan-set/2015). Os créditos concedidos totalizaram R$ 29,46 bilhões (jan-set/2016), 4,1% inferior aos R$ 30,72 bilhões (jan-set/2015).

O Sistema de Consórcios segue confirmando o interesse e o planejamento do consumidor em adquirir bens ou contratar serviços

 

Mais presença dos consórcios nos veículos seminovos

A presença dos consórcios como meio para adquirir veículos seminovos tem registrado crescimento permanente nos últimos cinco anos. A mudança de comportamento do consumidor no mercado automotivo, ao buscar o usado em substituição ao novo, segundo dados levantados pela Central de Custódia e de Liquidação Financeira de Títulos, atualmente (Cetip), teve resultados significativos a partir de 2011.

Em setembro daquele ano, a participação da modalidade era de 3,68% no total de seminovos comercializados por meio de créditos concedidos, seja financiamento ou consórcio. Desde então, houve alta constante nos cinco anos depois: em setembro deste ano o share subiu para 10,69%. Também no volume de carros usados houve crescimento. Enquanto a média mensal de vendas por meio de créditos de consórcios em 2011 era de 10,4 mil unidades, até setembro deste ano atingiu 22,3 mil, contabilizando uma evolução de 114,4%.

 

Segundo Rossi, “a crise econômica instalada no país provocou maior reflexão do consumidor quanto ao momento da troca de veículos. Com os orçamentos pessoal e familiar apertados, houve reavaliação da necessidade imediata dessa troca. Mais ainda: a concretização ou não de cada negócio foi precedida de análise de alternativas e condições existentes no mercado.

Desta forma, ao planejar a futura compra de um novo carro, zero ou seminovo, o consumidor passou a considerar preço mais em conta, valor do seguro e índice de desvalorização menor, e a optar pelo consórcio para viabilizar a aquisição de um seminovo em bom estado de conservação e com características de conforto superiores”.

Ao longo dos últimos cinco anos, o consórcio apontou aumento da presença no mercado financeiro, tornando-se opção para compra de automóvel, utilitário ou camioneta. Com base nos dados da Cetip, o gráfico abaixo indica que, ao considerar a base 100 em janeiro de 2011 para avaliar o comportamento das modalidades de crédito disponíveis, constatou-se que os consórcios atingiram, em setembro deste ano, 276,27, ou seja, 176,27% a mais que no início (jan/2011). Outros mecanismos, em igual período, ficaram em 77,01, isto é, quase 23% menor.

Rossi avalia os índices como “uma maior atenção do consumidor às suas finanças pessoais, especialmente quanto à essência da educação financeira, que tem levado pessoas e famílias a implantar novas atitudes para enfrentar o momento difícil da economia brasileira”.

No gráfico abaixo é possível verificar que de 2011 até agora, a participação dos consórcios no total de veículos usados comercializados a partir de créditos concedidos, tem tido evolução porcentual permanente, ano após ano. Partindo de um share de 3,68%, em 2011, e ao atingir 10,41%, somente em nove meses de 2016, é possível notar a curva ascendente, apesar da redução de negócios no setor automobilístico

Como é o sistema de compra de um consórcio de automóvel

6 de dezembro de 2016

A venda de automóveis estava em uma incrível aceleração no Brasil até dois anos atrás. O motivo era o bom momento que o Brasil vivia na época e, principalmente, os descontos oferecidos pelo Governo Federal às montadoras. Entre esses descontos, podemos citar a diminuição do IPI, taxa de imposto que foi drasticamente reduzida, tentando incentivar a indústria automobilística brasileira.

A situação no cenário econômico e político no País mudou bastante, sendo que esses descontos não existem mais e o preço do automóvel voltou a subir. Por isso, para quem pensa em comprar um carro ou trocar o seu veículo e não tem dinheiro para dar entrada e nem pagar altas parcelas de financiamento, devido à taxa de juros, o consórcio de automóvel acaba sendo uma alternativa muito interessante, pois acaba sendo mais barato e viável para que as pessoas adquiram esse bem.

O consórcio de automóvel é uma alternativa muito interessante para quem pensa em comprar um carro ou trocar o seu veículo

Como funciona

O consórcio de automóvel funciona de forma bastante simples, um grupo de pessoas, com interesse em adquirir um carro, se junta em um grupo e cada um, dá uma contribuição mensal, estabelecida em uma reunião. Assim que a primeira cota for preenchida com o valor total desse carro, uma pessoa desse grupo é sorteada e adquire o direito de comprá-lo, com taxas bem menores do que seria em uma loja automotiva.

O consórcio de automóvel somente termina, depois que todos do grupo tiverem adquirido o seu veículo, dessa forma, mais pessoas acabam tendo acesso a compra de um carro, já que não há taxa de juros e a multa por atraso no pagamento é pequena.

Vantagens

A proposta de um consórcio de automóvel acaba tendo algumas claras vantagens, em relação a compra em uma loja tradicional. O primeiro ponto positivo é a ausência de juros, os quais, fazem com que o preço de um carro parcelado, fique quase duas vezes o seu valor à vista, devido aos altos juros cobrados nesse tipo de operação, algo que não ocorre em um consórcio de automóvel.

Uma segunda razão, que faz valer a pena fazer parte desse sistema de compra de carro em conjunto, é que não existe a necessidade de se comprovar renda para a contratação, assim, mais pessoas acabam tendo a chance de participar dessa operação financeira conjunta, porém, ao ser contemplado o cliente terá que comprovar a renda.

Por fim, uma terceira vantagem desse tipo de negócio, é que não existe a burocracia que há na compra de um carro em uma loja tradicional. Assim, quando você for sorteado e adquirir a sua cota, não vai precisar passar por uma série de procedimentos comuns, apenas irá até a loja e já sairá com o carro em mãos.

Fonte: Portal Terra

Venda de novas cotas permanece em alta

6 de dezembro de 2016

O sistema de consórcio no segmento de automóveis e comerciais leves mantém desempenho positivo em total de participantes ativos e também no número de adesões a essa modalidade de compra. Balanço da Abac, Associação Brasileira das Administradoras de Consórcio, relativo aos primeiros nove meses do ano, indica que no período foram comercializadas 721,3 mil novas cotas, com alta de 1,7% em relação às 709,5 mil vendidas de janeiro a setembro de 2015.

A demanda crescente por novas cotas confirma o interesse do consumidor em planejar melhor suas compras

Para o presidente da Abac, Paulo Roberto Rossi, a demanda crescente por novas cotas confirma o interesse do consumidor em planejar melhor suas compras: “Devido às suas características básicas, como parcela acessível ao orçamento, custos finais menores e prazos longos, a modalidade vem permitindo que cada participante economize, poupe com objetivo definido e forme ou amplie seu patrimônio”.

Também cresce o número de participantes ativos no segmento. São 3,29 milhões no acumulado até setembro, 5,4% a mais do que os 3,12 milhões dos primeiros nove meses do ano passado.

O número de contemplações, segundo a Abac, também está caminhando para a estabilidade. De janeiro a setembro foram contemplados no segmento de automóveis e comerciais leves quase 387 mil consorciados, ante os 389 mil dos primeiros nove meses de 2015.

Como nem todo o dinheiro que fica à disposição do consorciado é utilizado — segundo a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) são 250 mil consorciados contemplados que aparentemente estão adiando a compra.

Fonte: Fenabrave

 

Compra programada é uma ótima maneira de controlar o orçamento

6 de dezembro de 2016

Segundo uma pesquisa realizada em todas as capitais pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Logistas (CNDL) quase metade dos brasileiros não têm o hábito de organizar suas finanças. Quase metade dos entrevistados (48,8%) declararam não realizar um controle sistemático do seu orçamento, sendo que 29,3% o fazem apenas ‘de cabeça’. A busca pela organização das finanças pessoais, além de cortar e controlar gastos, requer uma prática que pode fazer diferença no orçamento: aprender a gastar melhor.

O consórcio pode ser um excelente aliado, contribuindo com disciplina e planejamento

Mesmo frente a tantas dificuldades econômicas, uma das formas de organizar-se financeiramente é programar as compras. Embora muitos contem com a entrada do 13º salário, férias e outros benefícios, é importante manter o foco e gastar só com o que for necessário.

Nos casos da troca de automóvel ou de uma moto, ou da necessidade de compra de um imóvel, o consórcio pode ser um excelente aliado, contribuindo com disciplina e planejamento. Isso porque se trata de um sistema de compra programada e sem juros, com parcelamento integral e parcelas bastante acessíveis.

Quando o assunto são as compras à vista, o consórcio pode ser um facilitador. Quando você é contemplado por sorteio ou lance, a carta de crédito te dá o poder de barganha e de negociação para obter melhores preços. Além disso, ao fazer um consórcio, você se planeja de acordo com as parcelas que cabem no seu bolso, funcionando como uma poupança programada.

Fonte: ABAC

 

Consórcio de carros como alternativa

31 de outubro de 2016
Crise Econômica faz procura por Consórcio de Veículos crescer no Brasil

Crise Econômica faz procura por Consórcio de Veículos crescer no Brasil

Em tempos de crise e problemas econômicos agravados pelos juros altos e a restrição cada vez maior de crédito, a alternativa mais “sensata” encontrada por aqueles que querem adquirir um carro surge com o nome de “consórcio”.

Considerando problemas passados e os atuais, o consórcio de veículos tem se mostrado eficiente e conseguido se manter “imune” a diversas consequências oriundas das questões econômicas. A adesão de cada vez mais pessoas aos consórcios de veículos tem crescido ano após ano no Brasil.

De acordo com dados levantados pela Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC), em 2015 foi registrado um aumento na participação ativa em todas as categorias indo de veículos leves, passando pelos caminhões e até motocicletas. Outra curiosidade é que em todos os segmentos analisados o índice apontado acabou sendo bem maior do que os registrados nos patamares dos últimos anos.

Usando como exemplo os veículos leves em 2015, as vendas atingiram 25,31%. Para se ter ideia, esse percentual é mais do que o dobro de 2011. E a expectativa é de que em 2016 a coisa siga nesse sentido.

O perfil dos compradores também é um aspecto interessante: Ele tem mudado nos últimos anos. No lugar de encontrarmos uma grande parcela de homens idealizando um novo veículo, vamos encontrar uma parcela significativa de mulheres. Esse público geralmente conta com idade entre 26 e 35 anos. Elas representam já em 2016 um percentual 40% maior do que o visto em 2015. Já a faixa de preços buscados por elas é de cerca de R$ 26.000,00.

Alguns representantes de consórcios comentam sobre essa presença das mulheres destacando que elas é que foram em parte, as grandes responsáveis pelo crescimento de vendas nos consórcios. De acordo com a maioria, as mulheres se preocupam mais com o investimento enquanto que os homens com o rendimento. Nesse meio tempo é interessante observarmos as vantagens que os consórcios de veículos apresentam e que obviamente atraem a atenção nesses tempos difíceis.

Entre eles estão aspectos como a ausência de juros, a possibilidade de não ter entrada ou parcelas intermediárias, as taxas menores, uma burocracia menor, a diversidade de crédito e a praticidade de encontrar parcelas que caibam no bolso do consumidor.

Fonte: Portal Carro Bonito