Venda de consórcio imobiliário aumentou 8% no primeiro trimestre do ano

 

Pauta-1

O crescimento da oferta de imóveis e a elevação da taxa de juros para o consumidor, mesmo com a queda da taxa Selic, são o contexto ideal para os consumidores que planejam a aquisição de um imóvel por consórcio. Segundo informações divulgadas pelo Conselho de Política Monetária (Copom), do Banco Central, a taxa de crédito pessoal subiu 2,7%, nos dois primeiros meses de 2018, em comparação com o mesmo período de 2017.

Além da taxa de juros, a grande oferta de novas residências também pode ser indicada como um fator que favorece a compra de imóveis por cotas de consórcio. De acordo com dados da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias(Abrainc), de janeiro de 2017 a janeiro de 2018, foram lançadas 22,2% unidades residenciais a mais que no mesmo período de 2016 a 2017.

Esse cenário alavancou a venda de cotas de consórcios de imóveis. Em todo o Brasil, houve crescimento de 6,9% no número de participantes ativos em consórcio imobiliário e aumento de 8% na comercialização de novas cotas, de acordo com a Associação Brasileira de Administradoras de Consórcio (ABAC).

Tags: , , , , ,

Deixe um comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.