Posts com a Tag ‘consórcio’

Sabia que com uma pequena reserva por mês você pode conquistar sua casa própria?

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

 

PAUTA-3

 

O sonho de conquistar a casa própria às vezes pode parecer impossível, mas com uma pequena reserva poderá ser concretizado. As condições de pagamento estão cada vez mais acessíveis e com o passar dos anos a educação financeira se tornou uma prática entre os consumidores que preferem economizar para realizar um investimento seguro.

Poupar dinheiro não é tão difícil quanto parece. Algumas dicas podem ajudar a planejar melhor o destino do seu dinheiro. Comece fazendo uma relação dos seus gastos, se você tem um carro, poderia vendê-lo e comprar outro mais barato? Os planos de internet, TV e telefone que você possui podem ser reduzidos? Você compromete um valor alto do seu orçamento em itens supérfluos? Esqueça o cartão de crédito e o parcelamento na hora de realizar as compras. Quite suas dívidas.

Sendo disciplinado com as suas finanças você perceberá que consegue economizar mais do que imaginava. Claro que, se você tiver uma reserva de dinheiro terá ainda mais facilidade para adquirir a casa própria e se optar pelo consórcio, você programa a conquista do seu imóvel sem pressa, sem juros e ainda pode antecipar seu acesso ao bem através de lance.

Segundo dados da Associação Brasileira de Administradoras de Consórcio (ABAC), grande parte dos brasileiros (71,1%) utilizam o crédito para aquisição de novos imóveis. Isso porque, além de não precisar dispor um valor de entrada, não há incidência de juros e você ainda escolhe o crédito que melhor se encaixa no seu orçamento. O crédito no consórcio é corrigido conforme o critério estabelecido no contrato, sendo o mais comum o INCC (Índice Nacional do Custo da Construção). Isso acontece para que, independentemente da data em que for contemplado, você possa adquirir o bem mantendo seu poder de compra.

Ficou Interessado? Procure a Breitkopf Consórcios mais perto de você e saiba mais sobre os planos e facilidades ofertadas. (Fonte:http://abac.org.br/servicos/clipping/outubro2017/17_10_17/primo_rossi.pdf)

Classe C busca consórcio para adquirir carro novo

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

 

pauta-2

 

As vendas de consórcios bateram o recorde do ano, no mês de juIho,  com 202,5 mil novas adesões e 90% de crescimento,  de acordo com dados  do setor.

As classes C e D concentram a maior parte dos investidores nesse tipo de financiamento, que em 83% dos casos é utilizado para comprar carros e motos, segundo a Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC).

O presidente da associação, Paulo Roberto Rossi, diz que o mercado de consórcios está em constante alta, “A evolução vem desde o ano passado e é decorrente de uma mudança de comportamento do consumidor. Depois da crise, ele começou a ficar atento às finanças e substituiu compras por impulso pelo planejamento”.

De acordo com o perfil do consorciado traçado pela ABAC, as classes C e D apresentaram 84 % do total de consumidores  que  aderiram a modalidade. “Quando você tem prazos  longos  para pagar, o orçamento de uma pessoa que passa por dificuldade financeira”, explica Rossi.

Fonte: ( http://abac.org.br/servicos/clipping/outubro2017/17_10_17/agora.pdf )

Consórcio é opção de investimento para saques de contas inativas do FGTS

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

 

Muitos brasileiros agora têm a possibilidade de retirar o dinheiro de suas contas inativas do FGTS e quitar antigas dívidas

Muitos brasileiros agora têm a possibilidade de retirar o dinheiro de suas contas inativas do FGTS e quitar antigas dívidas

 

Apesar de existir a possibilidade de retirar o dinheiro de suas contas inativas do FGTS e quitar antigas dívidas, ainda existem dúvidas sobre como aproveitar essa ocasião para realizar os melhores investimentos com o montante recebido. Uma opção é o consórcio, que oferece diversas oportunidades para aquisição de bens como imóveis comerciais e residenciais, veículos, motocicletas, entre outros. Sua principal vantagem é a ausência da cobrança de juros, sendo preciso apenas arcar com taxas administrativas. Para aqueles que ainda não possuem um consórcio, o valor recebido do FGTS pode ser aplicado na compra de bens, através de um planejamento de longo prazo. Dessa forma, o consumidor poderá pagar parcelas que sejam adequadas ao seu orçamento mensal e ampliar o seu capital. Além disso, é possível utilizar o crédito do consórcio para construir, reformar ou investir, especialmente para quem deseja ter uma aposentadoria a partir de rendimentos obtidos de patrimônio imobiliário.

 

O valor da conta inativa do FGTS também pode ajudar bastante aqueles que já são consorciados. Para o participante do consórcio automotivo que ainda não foi contemplado, uma alternativa é oferecer um lance maior e aumentar as chances de antecipar seu acesso ao crédito, além de reduzir o número de prestações, diminuir o valor pago mensalmente ou até quitar a cota. No caso daqueles que já receberam a carta de crédito, há as opções de abater parcelas a vencer, antecipar a quitação ou mesmo reduzir o tempo da dívida. Já, para quem possui consórcio imobiliário, o ideal é não tirar o FGTS da conta, uma vez que as ações para este tipo de consórcio podem ser realizadas diretamente na conta do titular.

 

De acordo com a ABAC (Associação Brasileira de Administradoras de Consórcio), foi registrado um aumento de 8,5% nas vendas de novas cotas de consórcio, quando comparamos o primeiro bimestre de 2016 com os dois primeiros meses de 2017. Os créditos correspondentes comercializados subiram de R$ 10,94 bilhões para R$ 13,34 bilhões, no mesmo período.

 

Fonte: ABAC

Pensando no futuro

sexta-feira, 21 de julho de 2017

 

Pauta-1

O consórcio é uma ótima opção para o primeiro carro do filho

 

O Consórcio é um investimento para quem pensa no futuro. Quando planejam os anos que estão por vir, os pais ou mães pensam nos filhos e nos próximos investimentos: faculdade, primeiro carro… coisas da idade.

Um dos presentes mais marcantes para o jovem é o primeiro carro. Ele simboliza a transição para a vida adulta, um marco para a independência. Um carro também facilita, e muito, a nova etapa da vida que sempre vem acompanhada de inúmeras atividades, responsabilidades e compromissos pessoais.

Por isso, o Consórcio também é um grande aliado dos pais que sonham em presentear seus filhos. Eles podem, inclusive, escolher o prazo em que querem adquirir o bem, seja com grupos em andamento ou novos. Basta planejar um lance, aumentando as chances de contemplação e aproveitar esse presente tão especial.

Que tal planejar o primeiro carro do seu filho com a Breitkopf Consórcios? Entre em contato com um dos nossos consultores por http://consorcio.breitkopf.com.br/ ou via whatsapp (47) 9 8415-6342.

 

Breitkopf Consórcios responde

quinta-feira, 22 de junho de 2017

 

É possível adquirir um bem de menor valor do que o crédito da cota?

É possível adquirir um bem de menor valor do que o crédito da cota?

 

É possível adquirir um bem de menor valor do que o crédito da cota? O valor da carta de crédito pode ser usado da maneira que o consorciado desejar, desde que respeite o segmento do bem objeto do plano, inclusive para comprar um veículo de menor valor do que o crédito da cota.

 

Caso escolha essa opção, o valor restante pode ser usado de diversas maneiras:

  • Para o pagamento de despesas dos procedimentos após a contemplação e aquisição do bem, como: transferências (no caso de seminovos com até cinco anos de fabricação), tributos, registros de cartório e instituições de registro e seguro. O valor usado para essa finalidade pode ser de até 10% do valor total do crédito recebido;
  • Para comprar outro bem, também sujeito à alienação fiduciária. É possível realizar a quitação das parcelas restantes do Consórcio (na ordem inversa, partindo da última), da maneira que estiver descrita no Regulamento.
  • Há ainda mais uma alternativa: o recebimento, em dinheiro vivo, da diferença entre o bem adquirido e o valor da carta de crédito, no encerramento do grupo em questão. Nesse caso, a condição para que isso aconteça é que as obrigações financeiras que o consorciado possui com o seu grupo e com a Administradora estejam quitadas e sem pendências.
  • E se o bem tiver um valor maior? O consorciado que optar pelo cenário inverso, escolhendo um bem com um valor maior que o da carta de crédito, ficará responsável por pagar a diferença de preço, negociando a melhor forma de pagamento diretamente com o fornecedor do veículo.

Quitação de financiamento

quinta-feira, 22 de junho de 2017

 

O uso da carta de crédito de consórcio com essa finalidade colabora com orçamento do participante, uma vez que no consórcio as parcelas são bem menores e acessíveis

O uso da carta de crédito de consórcio com essa finalidade colabora com orçamento do participante, uma vez que no consórcio as parcelas são bem menores e acessíveis

 

O valor do crédito do consórcio poderá ser utilizado durante a quitação de um financiamento em nome do próprio consorciado, conforme a Lei de nº 11.795/08. É possível fazer uso desse valor caso seja suficiente para a quitação total do financiamento e somente após a contemplação, que pode ocorrer por meio dos sorteios mensais ou oferta de lance.  O uso da carta de crédito de consórcio com essa finalidade colabora com orçamento do participante, uma vez que, no consórcio, as parcelas são bem menores e acessíveis, bem diferente de outras modalidades de compra que cobram taxas abusivas e contam com uma alta incidência de juros.

 

Fonte: Breitkopf Consórcios

 

Planejando os móveis da sua casa

terça-feira, 23 de maio de 2017

P1

A organização de um apartamento ou de uma casa pequena não é tarefa fácil.  Para aproveitar todos os espaços disponíveis o ideal é planejar cada centímetro com móveis sob medida. Além de ajudar na organização, podem proporcionar bem-estar aos moradores e não são produzidos em escala industrial, conferindo características diferentes ao móvel.

Quando a questão financeira acaba freando o consumidor na hora de escolher os móveis, é necessário analisar os pontos fortes e até os fracos para decidir se o investimento pode ser realizado. Por serem um pouco mais caros, móveis planejados, costumam durar mais por serem confeccionados com materiais de qualidade superior.

Corrediças de metal, estruturas reforçadas, possibilidade de transformá-lo e adequá-lo em outro ambiente sem ter problemas na estrutura ou acabamento, também são pontos fortes. O conforto e ergonomia são outros aspectos observados na hora da elaboração do projeto, isto porque, dependendo da altura da pessoa há como fazer móveis ideais para não haver obstáculos no momento de usar a pia ou o armário.

Cores, quantidade de gavetas, vidro, madeira, todos os detalhes e materiais podem ser escolhidos pelo cliente. Essas vantagens fazem toda a diferença na hora de decidir qual serviço contratar e as empresas também facilitam os pagamentos.

O carro ideal para quem viaja muito

terça-feira, 2 de maio de 2017

 

Quem viaja muito já percebeu que um veículo bom para a cidade nem sempre é o mais indicado para estradas. Cada modelo apresenta características que o diferenciam em determinadas situações. Mas como identificar o carro ideal para quem viaja muito?

A escolha vai depender de alguns fatores como o tipo de viagem, os terrenos encontrados com frequência, espaço dentro do veículo, acessórios, conforto, entre outros. O primeiro ponto a ser ponderado é a potência do motor, nem sempre o veículo com motor mais fraco é o que consome menos combustível. Aclives, subidas, ultrapassagens em pistas simples ou com poucas faixas tornam-se grandes problemas para motores inferiores, porque quanto mais esforço o motor fizer mais gasto de combustível acarretará.  A carga também pode influenciar na decisão. Vários passageiros e muita bagagem resultam em maior gasto de combustível em motores fracos.

Carros econômicos só trarão benefícios se as pistas forem planas. Já nas viagens com serra ou rodovias com velocidades altas a potência mais alta do motor ajudará muito. Outro atributo a ser considerado é a tração, longos trechos de pistas de terra ou areia precisam de um veículo com tração nas quatro rodas, que evita atolamentos ou derrapagens. Automóveis com o controle de tração funcionam bem em pistas molhadas, com pavimentação ruim ou com muitas curvas.

A suspensão também é imprescindível para quem vai enfrentar trechos off-road ou de pistas mal conservadas, o ideal são  veículos com suspensão robusta. Sempre  considerando a quantidade de bagagens e carga a ser levada, além da segurança e conforto que também são itens importantes nesta escolha.

Estas são apenas algumas dicas para escolher o carro ideal, a mais importante delas é planejar a compra deste tão sonhado bem que pode proporcionar momentos de muito lazer para você e sua família. Procure a Breitkopf Consórcios mais perto da sua casa e conheça todos os planos que podem tornar o seu sonho realidade!

Dicas para antecipar o recebimento da sua carta de crédito

segunda-feira, 3 de abril de 2017

 

Adquirir um consócio já é um negócio vantajoso, mas antecipar a sua contemplação pode ser benéfico para manter a sua saúde financeira, principalmente em tempos de crise econômica e juros altos. Uma dica é realizar um lance logo nos primeiros meses para ser contemplado, desta forma é como financiar o bem, mas com as taxas reduzidas que o consórcio oferece.

Mas para ser vitorioso e sair com a carta de crédito do seu consórcio contemplado, há algumas informações que você precisa saber:

  • A contemplação de um consórciopode ocorrer por sorteio ou por lance,
  • A contemplação por lance se dá quando um consorciado oferece um valor percentual da sua cota para antecipar o recebimento da carta de crédito,
  • A Breitkopf Consórcios oferece duas modalidades de lances: lance livre e lance limitado.
  • No lance livre o consorciado pode ofertar o valor que desejar, sendo que poderá descontar da carta de crédito um percentual máximo de 30%, em casos de automóvel e moto, e 25% em imóvel.
  • No lance limitado ou fixo o consorciado oferta lance de 20% e é realizado um sorteio somente entre os consorciados que ofertaram o lance limitado.
  • Os lances podem ser ofertados até o dia da assembleia. Como ofertar? Pela internet (consorcio.breitkopf.com.br), atendimento telefônico ou pessoalmente na hora da assembleia.

Consórcio: compra colaborativa

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

O objetivo da modalidade é garantir que todos os participantes de um determinado grupo possam adquirir o bem ou serviço desejado, nas mesmas condições

União, ligação e reunião de interesses em que os participantes de um mesmo grupo colaboram entre si para que todos realizem seus sonhos. Essa é a tradução da palavra consórcio.  Mas quando se fala nesta modalidade, muitas pessoas têm dúvidas sobre como utilizar e o que acontece se a pessoa já foi contemplada, adquiriu o bem ou serviço desejado e o valor do crédito do consórcio mudou.

E agora, o que vai acontecer? É justo pagar por um crédito maior do que aquele que você recebeu? Essa é uma dúvida bastante recorrente entre os consorciados. Para começar a falar de consórcio é importante entender a finalidade: “propiciar a seus integrantes, de forma isonômica, a aquisição de bens ou serviços, por meio de autofinanciamento” (artigo 2º da Lei 11.795/08). Ou seja, o objetivo do consórcio é garantir que todos os participantes de um determinado grupo possam adquirir o bem ou serviço desejado, nas mesmas condições.

Entendendo o consórcio

Suponhamos que você esteja em um grupo de 60 meses para a compra de um veículo no valor de R$ 37 mil. No 18º mês do grupo, o automóvel sofre um aumento e passa a custar R$ 40 mil. Você ainda não foi contemplado e agora precisa de R$ 40 mil e não apenas de R$ 37 mil para comprar o bem. Graças à regra de atualização do crédito do consórcio, ao ser contemplado, você receberá o valor necessário para realizar seu objetivo: R$ 40 mil.

Quem pagará por isso? Como o consórcio é um autofinanciamento – ou seja, os bens e serviços são adquiridos com recursos dos próprios integrantes do grupo, que contribuem mensalmente formando uma poupança comum -, essa diferença será paga por todos, mesmo por aqueles que já foram contemplados, por meio do aumento proporcional da parcela.

Dessa forma, se no 36º mês o veículo sofrer nova alteração e passar a custar R$ 43 mil, mesmo que você já tenha sido contemplado, sua parcela será reajustada de forma a viabilizar a compra do veículo no valor de R$ 43 mil por aqueles que ainda não foram.

Justo, não é? Afinal, quando você foi contemplado, pode adquirir o bem que tanto desejava. Agora outros participantes também precisam adquirir o seu.

Importante

Vale destacar que quando o crédito do consórcio é reajustado para mais, o consorciado já contemplado não receberá a diferença, assim como se reajustado para menos, ele não terá que fazer a devolução. Isso acontece porque o consórcio tem como foco o consorciado contemplado do mês, de forma a garantir os recursos para que ele adquira o bem ou serviço desejado. E as parcelas são calculadas considerando-se uma porcentagem do crédito vigente na data da contemplação, motivo pelo qual o consorciado não precisa pagar a diferença das prestações anteriores.

 

Fonte: http://blog.abac.org.br/consorcio-de-a-a-z/ja-fui-contemplado-e-o-credito-consorcio-mudou-o-que-acontece