Posts com a Tag ‘imóveis’

Consórcio é opção de investimento para saques de contas inativas do FGTS

terça-feira, 10 de julho de 2018

 

PAUTA2

 

Os brasileiros agora podem retirar o dinheiro de suas contas inativas do FGTS e quitar antigas dívidas. Algumas dúvidas sobre o assunto ainda atrapalham na hora de aproveitar a ocasião para realizar investimentos com o montante recebido.

Uma boa opção é o consórcio, que oferece diversas oportunidades para aquisição de bens como imóveis comerciais e residenciais, veículos, motocicletas, entre outros.  A principal vantagem é a ausência da cobrança de juros, é apenas necessário arcar com taxas administrativas.

O valor recebido do FGTS pode ser aplicado na compra de bens, para quem ainda não tem um consórcio, através de um planejamento de longo prazo pagando as parcelas que sejam adequadas ao orçamento mensal. O crédito do consórcio também pode ser utilizado para construir, reformar ou investir, especialmente para quem deseja ter uma aposentadoria a partir de rendimentos obtidos de patrimônio imobiliário.

Para os que já são consorciados, o valor da conta inativa do FGTS também pode ajudar. Para o participante do consórcio automotivo que ainda não foi contemplado, uma alternativa é oferecer um lance maior e aumentar as chances de antecipar seu acesso ao crédito, além de reduzir o número de prestações, diminuir o valor pago mensalmente ou até quitar a cota.

No caso daqueles que já receberam a carta de crédito, há as opções de abater parcelas a vencer, antecipar a quitação ou mesmo reduzir o tempo da dívida. Já para quem possui consórcio imobiliário o ideal é não tirar o FGTS da conta, uma vez que as ações para este tipo de consórcio podem ser realizadas diretamente na conta do titular.

(Fonte: ABAC)

Consórcio: o endereço do seu próximo imóvel

terça-feira, 10 de abril de 2018

 

foto-materia-2

 

O sonho da casa própria ou a opção de investir em imóveis pode se realizar de forma programada por meio do consórcio. Esta modalidade oferece prazos bastante flexíveis e parcelas acessíveis para uma aquisição planejada de casa, terreno ou apartamento, no endereço desejado pelo cliente.

 

O consórcio é um sistema baseado em planos de médio e longo prazo, com parcelamento integral e possibilidade mensal de obtenção do crédito ou antecipação da contemplação. Nesta modalidade, o próprio cliente escolhe o valor do bem e o prazo mais adequado à sua realidade financeira.

 

Por ser um contrato com parcelas mensais em data definida, o consórcio também estimula a disciplina financeira do cliente, que passa a ter um compromisso com o seu futuro. A formação de grupos com planos maiores e parcelas menores ajuda a viabilizar os sonhos de cada cliente por meio das contemplações mensais.

 

A modalidade é indicada para quem não necessita do bem de forma imediata. Porém, para quem tem pressa para comprar um terreno pelo consórcio para construir, pode ofertar um lance e antecipar o recebimento da carta de crédito.

Consórcio de imóveis, realizando sonhos!

terça-feira, 2 de maio de 2017

 

Pauta-2

O consórcio de imóveis cresce anualmente no País, em 2016 mais de 200 mil cotas foram comercializadas, conforme os dados divulgados pela Associação Brasileira de Administradoras de Consórcio (ABAC).

O consorciado com cota destinada à compra de novos imóveis pode utilizar o FGTS como uma opção vantajosa para efetuar lances, abater parcelas ou até quitar o plano.

A mesma modalidade também pode ser utilizada para construir e reformar sendo bem simples de adquirir, basta calcular o valor necessário para a realização da reforma. Uma das vantagens é que nas pequenas reformas o consórcio também pode ser utilizado para efetuar pagamentos dos pedreiros, pintor e outros.
A Breitkopf Consórcios oferece ainda o plano para a compra de novos terrenos. Procure a Breitkopf Consórcios mais perto de você, não perca tempo!  Utilize o seu FGTS e realize os seus sonhos.

FGTS em consórcio

segunda-feira, 3 de abril de 2017

Os valores das contas inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) podem ser utilizados no pagamento de parcelas atrasadas de consórcio ou para dar lance, tanto consórcios de bens, como imóveis comerciais e residenciais.

Mas para quem ainda não tem um consórcio e deseja adquirir um bem ou serviço, o FGTS pode ser a oportunidade de concretizar um sonho e garantir o seu futuro. Quando você opta por adquirir cota de imóvel, veículo, outro bem ou ainda serviço está planejando financeiramente o seu futuro com parcelas que cabem em seu orçamento mensal, porque no consórcio não há cobrança de juros. As parcelas são corrigidas anualmente e a contemplação pode ocorrer por sorteio, lance e o FGTS da conta vinculada do trabalhador também pode ser usado. As regras para liberação do FGTS são as mesmas do financiamento imobiliário. Procure a Breitkopf Consórcios mais perto de você, tire todas as suas dúvidas e adquira uma cota.

Diferentes formas de utilizar o consórcio de imóveis

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017
O consórcio de imóveis oferece diferentes possibilidades de utilização

O consórcio de imóveis oferece diferentes possibilidades de utilização

Além de utilizar o consórcio de imóveis para adquirir uma casa nova, você sabia que também é possível utilizar para reformas? O Consórcio de Imóveis vem crescendo com o passar do tempo e tem se destacado cada vez mais como a opção mais buscada pelo consumidor. Somente entre os meses de janeiro a outubro de 2016 foram comercializadas 175 mil cotas.

A modalidade do consórcio para imóveis já conta com 784 mil participantes, em planos que proporcionam uma flexibilidade enorme como a utilização do FGTS como lance, quitação de seu saldo devedor, diminuição de prazos, complementação da carta de crédito e também diminuição de parcelas.

Segundo dados de pesquisa da Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC) os brasileiros continuam em grande parte utilizando o crédito para aquisição de novos imóveis chegando a 71,1%, já os que querem construir e reformar arrematam 10,9%, os que compraram novos terrenos são 10,8% – quase empatados com os de construção –, 3,5% fizeram a aquisição de imóveis comerciais e cerca de 0,3% utilizaram seu crédito para comprar imóveis ainda na planta. Além dessas inúmeras possibilidades, há consorciados que utilizam do crédito também para quitar financiamentos que já foram iniciados, fazendo assim com que tenham descontos na hora da quitação.  

Percebeu quantas possibilidades o Consórcio de Imóveis traz para você? Entre em contato com a equipe da Breitkopf Consórcios e tenha mais informações.

Fonte: Jornal do Consórcio

10 motivos para fazer um consórcio

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Fazer um consórcio é formar uma poupança comum, destinada à aquisição de bens móveis e imóveis por meio de um autofinanciamento

O consórcio é uma modalidade de acesso ao mercado de consumo baseado na união de pessoas físicas ou jurídicas. Fazer um consórcio é formar uma poupança comum, destinada à aquisição de bens móveis e imóveis por meio de um autofinanciamento. Isso quer dizer que, nesse grupo, os consorciados contribuem juntos como uma parcela mensal e formam um fundo do qual todos eles, contemplados por sorteio ou lance, podem utilizar uma parte para adquirir um bem.

Caso você esteja pensando em adquirir determinado bem, confira 10 motivos para fazer um consórcio:

1) Diversidade de planos

Com o consórcio, antes de assinar um contrato com uma administradora autorizada pelo Banco Central, você define quanto precisa para comprar o bem desejado, o valor da parcela que cabe no seu bolso e decide também em quanto tempo deseja pagar as mensalidades, ou seja, o tempo máximo para o recebimento da carta de crédito e a aquisição do bem. Por isso, o consórcio é um mecanismo bastante flexível;

2) Baixos custos

No Sistema de Consórcios não existem juros. Você paga taxa de administração, que é a remuneração da administradora pelos serviços prestados aos consorciados na formação, organização e administração do grupo de consórcios. Os valores dessa taxa variam entre as administradoras;

3) Parcelamento integral

No consórcio, o valor do bem é dividido integralmente na quantidade de mensalidades pré­ estabelecidas em contrato entre o consorciado e a administradora. Dessa forma, para iniciar um consórcio, você não precisa possuir grande parte do valor da compra;

4) Flexibilidade de uso do crédito

Quando é contemplado, o consorciado pode optar por adquirir qualquer bem pertencente à categoria de seu grupo de consórcio. Ou seja, se você fizer um consórcio para adquirir automóvel, poderá usar o crédito contemplado para comprar qualquer tipo ou marca de veículo que desejar ou até mesmo adquirir aeronave, embarcação ou máquinas e equipamentos, já que esses bens móveis fazem parte da mesma categoria que o automóvel, de acordo com as regras do Banco Central.

5) Poder de compra à vista

A carta de crédito que você recebe ao ser contemplado por sorteio ou lance equivale à compra de um bem à vista. Dessa forma, no momento da aquisição, você tem ainda o poder de barganha e de negociação para conseguir benefícios e melhores preços!

6) Valor do bem sempre atualizado

Para garantir que você tenha o poder de compra do bem desejado, no consórcio, o valor da carta de crédito é sempre atualizado. Isso é necessário, pois, como muitos grupos de consórcio podem durar alguns anos, o valor do bem pode variar para mais ou para menos no momento da contemplação. Dessa forma, as administradoras realizam os cálculos e atualizam o valor da carta de crédito de cada consorciado do grupo, reajustando o valor das parcelas. É importante lembrar que os critérios para os reajustes da carta de crédito devem constar no contrato, variam entre os segmentos e também são diferentes entre as administradoras.

7) Possibilidade de antecipar a contemplação com lance

Além do sorteio mensal, você pode acelerar o recebimento da carta de crédito ofertando lances, que nada mais são do que a antecipação de prestações, diminuindo o prazo de pagamento ou o valor da parcela, conforme estabelecido em contrato.

8) Possibilidade de utilizar até 10% do crédito para despesas

Outro motivo para fazer um consórcio é poder pagar despesas relacionadas à aquisição do bem (como transferências de propriedade, tributos, registros cartoriais, instituições de registros e seguro) usando até 10% do valor total de crédito recebido na contemplação.

9) Estímulo ao consumo responsável

Ao fazer um consórcio, o consumidor planeja­se de acordo com parcelas que cabem no seu bolso. Dessa forma, a modalidade incentiva o consumidor a traçar seu orçamento mensal e a programar o uso dos recursos para a aquisição de bens, funcionando também como uma “blindagem” contra compras sem planejamento.

10) Formação ou ampliação de patrimônio pessoal, familiar ou empresarial

O planejamento é a essência do consórcio e também do sucesso financeiro. Por isso, a aquisição de cotas, de forma programada e dentro de suas possibilidades, pode representar uma facilidade para você programar seu futuro, o de sua família e até mesmo o da sua empresa, conquistando bens e ampliando seu patrimônio pessoal, familiar e empresarial. Afinal, ao fazer um consórcio, você pode programar a compra de sua casa própria, do carro novo da família ou até mesmo da sede da sua empresa.

Fonte: ABAC

Consórcio Sempre Presente

quinta-feira, 28 de julho de 2016
Pauta 4

Consórcios de imóveis tornaram-se ainda mais acessíveis aos consumidores.

A história da modalidade no setor imobiliário tem mais de 25 anos. Ao longo desse período tem registrado aumento constante no número de participantes ativos. Com as alterações promovidas nas linhas de crédito concedidas para aquisição desse tipo de bem a partir de 2015, os consórcios de imóveis tornaram-se ainda mais acessíveis aos consumidores. Tais mudanças acabaram por provocar novas atitudes dos interessados para compra desse bem patrimonial, justificando o crescimento das adesões ao Sistema.

O aumento de quase 4% no número de participantes ativos, em março deste ano contra o mesmo mês do ano passado, ratificado pelo aumento de 7,5% nas contemplações acumuladas no primeiro trimestre de 2016 versus período semelhante de 2015, confirma que a partir do planejamento pessoal ou familiar, os consórcios podem ser o caminho para os que pretendam adquirir imóveis com parcelas e condições adequadas ao seu bolso. Há de se destacar, também, que aqueles consorciados que já estão contemplados podem realizar bons negócios nesse momento em que imobiliárias e incorporadoras buscam reduzir os estoques de imóveis, promovendo descontos convidativos aos interessados.

Considerada a essência da educação financeira, o consumidor, com atitude madura e de forma mais consciente, poderá realizar o sonho da aquisição da casa própria a partir da ampla flexibilidade e liberdade caracterizadas pela modalidade.

Fonte: www.abac.org.br

 

Consórcio Um lance de sorte e planejamento

quinta-feira, 28 de julho de 2016
Pauta-3

Foto: Rafael Arbex / ESTADAO

O sistema de consórcios está atraindo executivos com reservas monetárias para a aquisição de imóveis de alto padrão, em razão do custo financeiro melhor. Estes são os dados apresentados na reportagem do Jornal O Estado Se São Paulo, do dia 3 de julho, que cita um alto funcionário de uma multinacional de serviços, que lançou mão de consórcios para comprar um apartamento no valor de R$ 1,5 milhão.

Para adquirir o imóvel, como não há planos nesse valor, a solução foi comprar sete cotas. O executivo possuía uma reserva monetária e a utilizou, em 2015, para dar lances nas assembleias do consórcio. Nesses encontros mensais, são liberadas duas cartas de crédito para os participantes. Uma por meio de sorteio e a outro através de uma oferta em dinheiro, o lance. Assim, foi juntando as cartas de crédito. Em dezembro, conseguiu a última das sete e no início deste ano pôde ir ao mercado em busca do imóvel.

O Diretor executivo da Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac), o economista Miguel de Oliveira conta que “a grande vantagem do consórcio é o custo financeiro menor de toda a operação.”
No financiamento, os bancos cobram taxa de juros acrescida da Taxa Referencial (TR), índice utilizado para corrigir cadernetas de poupança, atualmente menor que o IGP-M. Na Caixa, a taxa efetiva para financiamento pode chegar a 12,5% ao ano. E os bancos não financiam o valor total do imóvel.

Ao contrário do financiamento comum, em que é preciso tomar dinheiro em banco e envolve o pagamento de juros e outras taxas, no consórcio de imóveis as pessoas se reúnem em um grupo de autofinanciamento e concorrem a sorteios em assembleias mensais. Todas se concedem crédito mutuamente todos os meses com o objetivo de propiciar a compra do imóvel. Todos serão contemplados até o final do grupo, recebendo esse crédito com o qual poderão comprar imóvel novo ou usado, na praia ou no campo, ou construir. O consórcio confere ao consumidor uma “ampla flexibilidade e liberdade”, na medida em que não há restrições ao tipo e local do imóvel a ser adquirido.

(Fonte: http://economia.estadao.com.br/blogs/radar-imobiliario/consorcio-atrai-com-custo-financeiro-menor)

 

Planejar a Casa Própria com Consórcio

terça-feira, 31 de maio de 2016
casa

Pesquisa revela que enquanto a aquisição de imóvel urbano é superior a 50%, terrenos, reformas e construção somam mais de 30%

Ter a casa própria é o sonho de todo brasileiro. Fazer do imóvel o início ou a ampliação de patrimônio é outro objetivo pessoal e familiar. Instalar os negócios em sede própria é meta de muitas empresas. Se no passado recente, tais intenções tinham custos elevados e condições que desestimularam ou inviabilizaram esses objetivos, os consórcios de imóveis tornaram-se a alternativa para os que desejaram comprar imóveis de forma planejada, com prazos maiores, custos baixos, parcelamento integral, negociação de desconto e, principalmente, com poder de compra.

Recente levantamento, feito pela assessoria econômica da ABAC junto a administradoras que atuam no segmento imobiliário, identificou que a maioria dos consorciados contemplados optou por utilizar suas cartas de créditos em bens residenciais urbanos com 51,52%. Entre os demais 48,48% destaca-se parcela significativa de formadores de patrimônio que, ao decidirem por terrenos e imóveis em construção ou reformas, sinalizam seus objetivos futuros. “Observa-se, cada vez mais, que os interessados que cogitam adquirir imóveis têm pesquisado bastante para, depois, aderir ao mecanismo, considerando o comprometimento mensal, a médio e longo prazos, como verdadeira poupança com objetivo definido”, esclarece Paulo Roberto Rossi, presidente executivo da ABAC Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios.

Fato que ilustra a mudança de comportamento é a redução do saldo das cadernetas de poupança, tradicional financiadora do mercado imobiliário, que, nos últimos anos só de 2014 a abril deste ano, contabilizou 5,4% de diminuição. O saldo líquido, que era de R$ 522,3 bilhões em janeiro daquele ano, caiu para R$ 494 bilhões (abr/2016).

CONSÓRCIO SEMPRE PRESENTE

A história da modalidade no setor imobiliário tem mais de 25 anos. Ao longo desse período tem registrado aumento constante no número de participantes ativos. Com as alterações promovidas nas linhas de crédito concedidas para aquisição desse tipo de bem a partir de 2015, os consórcios de imóveis tornaram-se ainda mais acessíveis aos consumidores. Tais mudanças acabaram por provocar novas atitudes dos interessados para compra desse bem patrimonial, justificando o crescimento das adesões ao Sistema.

O aumento de quase 4% no número de participantes ativos, em março deste ano contra o mesmo mês do ano passado, ratificado pelo aumento de 7,5% nas contemplações acumuladas no primeiro trimestre de 2016 versus período semelhante de 2015, confirma que a partir do planejamento pessoal ou familiar, os consórcios podem ser o caminho para os que pretendam adquirir imóveis com parcelas e condições adequadas ao seu bolso. Há de se destacar, também, que aqueles consorciados que já estão contemplados podem realizar bons negócios nesse momento em que imobiliárias e incorporadoras buscam reduzir os estoques de imóveis, promovendo descontos convidativos aos interessados.

Considerada a essência da educação financeira, o consumidor, com atitude madura e de forma mais consciente, poderá realizar o sonho da aquisição da casa própria a partir da ampla flexibilidade e liberdade caracterizadas pela modalidade.

OUTRAS INFORMAÇÕES SOBRE O SISTEMA DE CONSÓRCIOS PODEM SER ENCONTRADAS NO SITE www.abac.org.br.

Fonte: Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC) 

 

Número de brasileiros comprando imóvel através de consórcio não para de crescer

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

mat3

Atualmente, existem quase 700 mil consorciados no país que compraram uma cota para adquirir a casa própria. O sistema, que funciona como uma poupança programada, não cobra juros e a contemplação acontece por sorteio ou lance. Na modalidade, há apenas reajuste anual nas prestações e no valor da carta de crédito.

Também são cobrados taxa de administração, seguro e fundo de reserva. Segundo a Abac (Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios), o valor médio das cartas também subiu em 12%, passando de R$94.500 para R$ 105.700. O sistema é uma boa opção para quem não tem pressa para se mudar e ainda permite uma negociação melhor de posse da carta, pois é como se fosse uma compra à vista.
Outra vantagem do consórcio é que o FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) também pode ser utilizado, desde que o consorciado se encaixe nas regras do Conselho Curador do FGTS para liberação do recurso. Entre as exigências estão não ser proprietário de imóvel e ter pelo menos três anos de carteira assinada consecutivos ou não.

 
Fonte: ABAC/Jornal O Dia