Posts com a Tag ‘investimento’

Consórcio alternativa ideal de investimento

sexta-feira, 8 de junho de 2018

 

Pauta-2

Para quem não está com pressa para trocar de carro ou adquirir seu primeiro automóvel, o consórcio continua sendo uma alternativa ideal de investimento. As vantagens em relação ao tradicional financiamento do veículo são inegáveis e, por isso, a modalidade segue atraindo cada vez mais a atenção do consumidor.

 

Definitivamente, é um segmento que desconhece a palavra crise. “Na modalidade automóveis, fechamos 2017 com 3,4 milhões de clientes ativos e 1,1 milhão de cotas vendidas, com um crescimento de 8,1% em créditos comercializados em relação a 2016”, ressalta Bruno Correa Martins, presidente regional da Associação Brasileira de Administradoras de Consórcio (Abac).

 

Mas, afinal, por que o consórcio ainda é um bom negócio? As respostas são várias, mas a principal é: porque é uma modalidade de compra em que não há incidência de juros. O cliente só paga uma taxa de administração, que costuma ser 0,1% a 0,15% do valor da parcela. Além disso, também diferente dos financiamentos, o consórcio permite parcelar até 100% do valor do carro e com prazos mais extensos, em até cem meses.

 

Na prática, isso significa pagar prestações muito mais suaves, que cabem no bolso da maioria das pessoas. O valor da parcela é cobrado de acordo com uma tabela que varia de fabricante para fabricante. Procure uma loja da Breitkopf Consórcios e se informe!!

(Fonte: http://abac.org.br/servicos/clipping/maio2018/25_05_18/o_tempo.pdf)

Vai construir? Veja cuidados para comprar seu terreno

sexta-feira, 11 de maio de 2018

pauta-3

Antes de fechar negócio ao comprar um terreno, é importante verificar questões relacionadas à  localização, infraestrutura da região e ao zoneamento. Solicite ainda a um engenheiro ou arquiteto que avalie as condições do espaço. Se você chegar à conclusão de que o local está dentro das suas necessidades para a construção de uma residência ou imóvel comercial, o próximo passo é solicitar a matrícula individual do terreno.

 

Espécie de certidão de nascimento, o documento comprova que o terreno não é fruto de ocupação irregular. O interessado na aquisição deve também correr atrás da Certidão da Propriedade, com Negativa de Ônus e Alienações, da escritura, da Certidão Negativa de Débitos e do carnê do IPTU (Imposto Sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana). Para uma compra sem dores de cabeça, exija ainda a formulação de um contrato de promessa de compra e venda e as certidões negativas do proprietário.

 

Depois, estes documentos precisam ser levados a um cartório para se lavrar a escritura. Em seguida, esta deve ser encaminhada a um cartório de registro de imóveis para averbação.

 

Tanto a compra do terreno quanto a construção de um imóvel podem ser feitas por meio do consórcio. A Breitkopf Consórcios oferece diversas opções de planos, flexíveis e sem juros, para quem pretende apostar no sistema para esta finalidade. Ao construir com o consórcio de imóveis, é preciso apresentar um cronograma de obras e o crédito é liberado em etapas.

Consórcio é opção de investimento para saques de contas inativas do FGTS

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

 

Muitos brasileiros agora têm a possibilidade de retirar o dinheiro de suas contas inativas do FGTS e quitar antigas dívidas

Muitos brasileiros agora têm a possibilidade de retirar o dinheiro de suas contas inativas do FGTS e quitar antigas dívidas

 

Apesar de existir a possibilidade de retirar o dinheiro de suas contas inativas do FGTS e quitar antigas dívidas, ainda existem dúvidas sobre como aproveitar essa ocasião para realizar os melhores investimentos com o montante recebido. Uma opção é o consórcio, que oferece diversas oportunidades para aquisição de bens como imóveis comerciais e residenciais, veículos, motocicletas, entre outros. Sua principal vantagem é a ausência da cobrança de juros, sendo preciso apenas arcar com taxas administrativas. Para aqueles que ainda não possuem um consórcio, o valor recebido do FGTS pode ser aplicado na compra de bens, através de um planejamento de longo prazo. Dessa forma, o consumidor poderá pagar parcelas que sejam adequadas ao seu orçamento mensal e ampliar o seu capital. Além disso, é possível utilizar o crédito do consórcio para construir, reformar ou investir, especialmente para quem deseja ter uma aposentadoria a partir de rendimentos obtidos de patrimônio imobiliário.

 

O valor da conta inativa do FGTS também pode ajudar bastante aqueles que já são consorciados. Para o participante do consórcio automotivo que ainda não foi contemplado, uma alternativa é oferecer um lance maior e aumentar as chances de antecipar seu acesso ao crédito, além de reduzir o número de prestações, diminuir o valor pago mensalmente ou até quitar a cota. No caso daqueles que já receberam a carta de crédito, há as opções de abater parcelas a vencer, antecipar a quitação ou mesmo reduzir o tempo da dívida. Já, para quem possui consórcio imobiliário, o ideal é não tirar o FGTS da conta, uma vez que as ações para este tipo de consórcio podem ser realizadas diretamente na conta do titular.

 

De acordo com a ABAC (Associação Brasileira de Administradoras de Consórcio), foi registrado um aumento de 8,5% nas vendas de novas cotas de consórcio, quando comparamos o primeiro bimestre de 2016 com os dois primeiros meses de 2017. Os créditos correspondentes comercializados subiram de R$ 10,94 bilhões para R$ 13,34 bilhões, no mesmo período.

 

Fonte: ABAC

Pensando no futuro

sexta-feira, 21 de julho de 2017

 

Pauta-1

O consórcio é uma ótima opção para o primeiro carro do filho

 

O Consórcio é um investimento para quem pensa no futuro. Quando planejam os anos que estão por vir, os pais ou mães pensam nos filhos e nos próximos investimentos: faculdade, primeiro carro… coisas da idade.

Um dos presentes mais marcantes para o jovem é o primeiro carro. Ele simboliza a transição para a vida adulta, um marco para a independência. Um carro também facilita, e muito, a nova etapa da vida que sempre vem acompanhada de inúmeras atividades, responsabilidades e compromissos pessoais.

Por isso, o Consórcio também é um grande aliado dos pais que sonham em presentear seus filhos. Eles podem, inclusive, escolher o prazo em que querem adquirir o bem, seja com grupos em andamento ou novos. Basta planejar um lance, aumentando as chances de contemplação e aproveitar esse presente tão especial.

Que tal planejar o primeiro carro do seu filho com a Breitkopf Consórcios? Entre em contato com um dos nossos consultores por http://consorcio.breitkopf.com.br/ ou via whatsapp (47) 9 8415-6342.

 

Casa na praia: Consórcio ajuda a realizar esse sonho

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

praia

O sonho da casa na praia faz parte da maioria da população brasileira. Uma opção de passar as férias ou alugar na alta temporada, esse tipo de imóvel deixou de ser artigo de luxo para poucos. Através do sistema de consórcio, o sonho da casa na praia ficou mais acessível.
De acordo com o levantamento feito pela Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (Abac), o número de participantes dos consórcios de imóveis subiu 6,4% em outubro de 2011, em relação ao mesmo mês de 2010, passando de 575,5 mil para 612,3 mil.

O motivo da procura pelo serviço para aquisição do imóvel no litoral se dá, principalmente, devido à flexibilidade do investimento. Podendo escolher como investir a carta de crédito, o cliente pode optar por comprar só o terreno  ou a casa/apartamento prontos.

O consórcio funciona da seguinte maneira: ao adquirir uma cota, o consorciado paga parcelas que formam uma ‘poupança do grupo’. Esse dinheiro é utilizado mensalmente para contemplar os consorciados por sorteio ou lance. Assim, o participante concorre todos os meses ao crédito para adquirir seu bem antes de terminar de quitar as parcelas.
Uma outra possibilidade do consórcio, que o torna mais atraente, é que pode funcionar como uma espécie de previdência privada, ou seja é possível utilizar a carta de crédito para a compra de imóveis que vão garantir uma renda extra na aposentadoria.

Consórcio imobiliário tem alta de 3,2%

terça-feira, 23 de junho de 2009

O consórcio de imóveis bateu o recorde de clientes em março deste ano, chegando a uma carteira de contratos vigentes de 518 mil pessoas. O crescimento é de 7,8% em relação ao mesmo período do ano passado.

No terceiro mês deste ano foram comercializadas 22.320 novas cotas, somando 47,4 mil no trimestre, 3,2% a mais do que no primeiro trimestre de 2008.

Com a queda dos juros do crédito habitacional anunciada recentemente pelos bancos, a vantagem do consórcio sobre o financiamento para a compra da casa própria está diminuindo. “A diferença vem caindo. Porém, em termos monetários o consórcio ainda é mais barato do que os financiamentos”, afirma Miguel de Oliveira, economista da Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac).

O presidente regional da Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (Abac), Luiz Fernando Savian, explica que as duas modalidades não são concorrentes diretas. “O consórcio é para o consumidor que se planeja, funciona como um investimento. Já o financiamento é para quem quer sair de um aluguel, por exemplo”, diz.

O consórcio ainda é mais vantajoso financeiramente. Contudo, o consumidor paga para depois receber a carta de crédito e poder fazer a compra. Ou espera ser sorteado durante o pagamento das parcelas. Há também a possibilidade de dar o lance, que varia entre 30% a 50% do valor do imóvel para poder abater no contrato e receber as chaves.

Crise e divulgação

O crescimento das vendas de cotas de consórcio em março é resultado direto de uma campanha realizada pela Abac para divulgar a modalidade. O setor também saiu ganhando com a crise econômica internacional.

“Desde setembro estamos registrando um crescimento nas vendas, pois a limitação de crédito para outras modalidades fez com que muitos consumidores nos procurassem”, conta Savian. De acordo com ele, a expectativa para este ano é de crescimento de até 8% da carteira de consorciados.

Fonte: Jornal da Tarde

Consórcio é opção para poupar

quarta-feira, 22 de abril de 2009

Segundo pesquisa encomendada pela Abac e realizada nos primeiros dois meses deste ano, o brasileiro participante de consórcios vê a modalidade como uma forma de poupança e de formação de patrimônio.

Com 654 entrevistados, consorciados de grupos em andamento, o estudo aponta que 23% o consideram um investimento em longo prazo e 29%, uma forma de adquirir um bem. Em relação aos resultados do levantamento anterior (2006), 73% foram de citações positivas nesta apuração contra 63% antes.

Entre as razões apontadas para a maior intenção de compra de uma cota estão as parcelas mais acessíveis (25%), juros mais baixos (17%), rapidez na entrega do bem (7%) e preço final mais baixo (5%).