Posts com a Tag ‘sem juros’

Saiba por que o consórcio é um dos investimentos mais seguros

segunda-feira, 25 de setembro de 2017

 

 

Cada vez mais pessoas encontram no consórcio uma alternativa prática e segura de investir, mesmo em tempos de economia incerta. A Associação Brasileira das Administradoras de Consórcios (Abac) revela que no primeiro quadrimestre de 2017 a adesão ao sistema cresceu 19,2%, totalizando 75, 7 mil novos contratos e movimentando R$ 9,9 bilhões. Várias são as razões que levam os investidores a optarem pelo consórcio:

 

Sem juros:  diferentemente de um financiamento, o consumidor paga apenas uma taxa de administração, que é significativamente menor do que os juros.

 

Poupança forçada: para quem não tem o hábito de poupar dinheiro e comprar à vista, o consórcio é uma forma de planejar uma aquisição, pois terá o compromisso mensal do pagamento das parcelas.

 

Regras transparentes: ao escolher uma administradora séria e profissional, o cliente tem a certeza de contar com regras claras e transparentes, pois a atividade é regida pela lei nº 11.795 de 2009. A modalidade é regulamentada pelo Banco Central do Brasil.

 

Seu dinheiro sempre tem valor: o crédito no consórcio é corrigido conforme critério estabelecido no contrato, seja pelo INCC (Índice Nacional de Custo da Construção), no caso de imóveis, pela tabela do fabricante ou IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), no caso de veículos ou serviços. Com isso, fica assegurado o poder de compra das cotas não contempladas.

 

Flexibilidade no pagamento: o cliente pode antecipar parcelas ou antecipar a aquisição do bem por meio de lances. Além disso, é possível conciliar o valor das mensalidades de acordo com sua realidade financeira, adequando o prazo ideal para aquisição do bem.

 

Por esses motivos, muitas pessoas estão encontrando no consórcio a solução ideal para adquirir ou reformar um imóvel, comprar ou trocar de carro e até para realizar outros planos.

Consórcio de motos cresce com a crise

terça-feira, 19 de maio de 2009

O consórcio de motos ganhou impulso desde o final de 2008, no mesmo período em que as vendas do setor despencaram. “A venda de consórcios cresceu quase 25% no auge da crise. A média mensal de cotas, que era de 84,2 mil entre janeiro a setembro, saltou para 105,2 mil entre outubro e dezembro”, ressalta o presidente em São Paulo da Associação Brasileira das Administradoras de Consórcio (Abac), Luiz Savian.

A Honda, que detém quase 70% do mercado de motocicletas, também comemora o crescimento da modalidade. “A venda de novas cotas cresceu 12,3% neste primeiro trimestre na comparação com o mesmo período de 2008. E olhe que este ano há três modelos a menos em linha: 250 Twister; 250 Tornado e a 400 Falcon”, lembra o diretor Marcos Fermanian.

“O consórcio sempre foi uma ferramenta bastante presente na Honda. Representa 50% das vendas totais de nossas motos no Brasil”, ressalta Fermanian.

Sem juros

A principal vantagem do consórcio são as parcelas mais baixas, pois não há juros. As empresas cobram uma taxa de administração (por volta de 15% do valor do bem). No financiamento, os juros costumam passar de 2% ao mês.

Fonte: O Estado de São Paulo

Consórcio para escapar dos juros

terça-feira, 19 de maio de 2009

Quem deseja comprar um carro ou uma casa, deve pensar bem, antes de escolher entre financiamento ou consórcio. Se tiver pressa, deve escolher o financiamento e  preparar o bolso para pagar até o dobro do produto com os juros mensais. No entanto, se a compra planejada e o investimento forem mais atraentes, deve mergulhar de cabeça no consórcio.

O economista Zivanilson Teixeira e Silva defende que para aqueles que não dispõem de uma quantia robusta de dinheiro para pagar um carro ou uma casa à vista, a melhor alternativa é mesmo o consórcio. ‘‘O consórcio é uma boa saída para quem quer comprar um automóvel agora. É a melhor opção porque funciona como uma espécie de carta de crédito”, opina.

Em suma, o conselho do especialista é que neste momento de incertezas o melhor a fazer é entrar num consórcio. ‘‘Não há dúvida de que esta é a melhor opção para aquisição de um carro novo. Com a redução do IPI, que agora foi prorrogada até junho, ficou muito mais fácil e barato”, diz ainda.

Opção para compra planejada

O fato de num consórcio o cliente pagar pelo bem o preço de à vista é outro ponto positivo da modalidade. A segurança, principalmente agora com a aprovação da Lei dos Consórcios, é mais um item a favor.

O setor hoje conta com mais de 3,6 milhões de consorciados em todo o Brasil. E com a publicação da Lei dos Consórcios, o segmento ganhou novo fôlego com a formação de grupos de serviços, como médico, odontológico, educacional, entre outros.

A nova modalidade se assemelha a um consórcio de um automóvel ou uma moto. O cliente entra em um grupo e quando é contemplado recebe o montante para pagar à vista o procedimento ou serviço que desejar adquirir. As parcelas também são pagas sem juros e os planos variam, podendo chegar até 20 meses.

Fonte: Diário de Natal