Posts com a Tag ‘vantagens’

Carro usado também pode ser adquirido pelo consórcio

sexta-feira, 11 de maio de 2018

pauta-2

A diferença de valores tem levado alguns consumidores a optar por modelos de veículos seminovos. Restrição de crédito e poder aquisitivo mais limitado podem ser as razões para essa mudança de escolha.
Mais exigente e cauteloso, alternativas econômicas e facilitadas têm feito a vez do consumidor que busca adquirir um carro usado. Entre as modalidades de compra sem burocracia, está o consórcio de automóveis. Sem juros, esse mecanismo de compra é flexível e proporciona ao consorciado contemplado, o direito de adquirir um modelo novo ou seminovo, da marca ou cor que mais preferir.

Vantagens do consórcio

No consórcio há planos para diversos orçamentos e podem chegar a 72 meses sem juros com parcelamento integral, dependendo do veículo desejado. O consorciado paga prestações mensais e recebe a carta de crédito somente após a contemplação, que pode ocorrer somente por sorteio ou lance.

Contemplação

Na modalidade de sorteio, o consorciado pode acompanhar durante as assembleias mensais e concorrer à carta de crédito somente com as parcelas em dia. Nesse caso, é importante lembrar que a Breitkopf Consórcios não comercializa cota contemplada e não pode garantir uma data específica para a contemplação. Entretanto, para quem deseja antecipar esse processo e não depender somente da sorte, ofertar um lance pode ser uma alternativa atraente.

Para conhecer os melhores planos para o seu orçamento, faça uma simulação e confira todas as vantagens disponíveis. Para a sua comodidade e segurança, a Breitkopf Consórcios é autorizada e fiscalizada pelo Banco Central do Brasil.

Negociar à vista está entre as vantagens do consórcio

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

 

Pauta-1

A modalidade é considerada uma compra parcelada, na qual os participantes pagam valores mensais para a formação de uma poupança coletiva, usada para as contemplações por sorteio ou lance

 

Ter um carro zero quilômetro ou adquirir a casa própria estão entre os sonhos de milhares de brasileiros. Mas como pagá-los à vista em tempos de juros elevados e restrição de crédito? Optar pelo sistema de consórcios pode ser uma ótima alternativa.
O consórcio é considerado uma modalidade de compra parcelada, na qual os participantes, reunidos em grupo, pagam valores mensais para a formação de uma poupança coletiva, usada posteriormente para as contemplações por sorteio ou lance. Mesmo parcelado e sem a incidência de juros, o consórcio proporciona poder de compra à vista. Essa vantagem representa que, ao ser contemplado, o consorciado recebe o valor do crédito que contratou e passa a contar com o poder de barganha, além da possibilidade de conseguir ótimos descontos durante uma negociação.
No consórcio, para que você tenha o poder de compra do bem desejado, o valor da carta de crédito é atualizado. Isso é necessário uma vez que os grupos de consórcio podem durar algum tempo e o valor do bem pode variar para mais ou para menos no momento da contemplação. Dessa forma, as administradoras realizam os cálculos e atualizam o valor da carta de crédito de cada consorciado do grupo, reajustando o valor das parcelas.
Faça uma simulação com o bem desejado na Breitkopf Consórcios e confira todas as vantagens.
Fonte: InfoMoney/ABAC

Consórcio cresce 7,8% em 2017

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

 

Veja vantagens e desvantagens de comprar por meio desta modalidade

Veja vantagens e desvantagens de comprar por meio desta modalidade

 

Adquirir imóveis, automóveis e serviços pela modalidade segue em alta por não ser afetado pela oscilação de juros e ter condições mais amigáveis. Os brasileiros parecem ter redescoberto um método para adquirir bens em período de recessão econômica. O pré-requisito para essa estratégia de compra consiste em não haver pressa para ter a posse do imóvel próprio ou do veículo, por exemplo. Mesmo raciocínio vale para adquirir serviços como viagens, reformas e procedimentos estéticos, que entraram mais recentemente no rol dos consórcios. As vendas de novas cotas dessa modalidade de transação cresceram 7,8% nos primeiros cinco meses deste ano, quando comparadas com o mesmo período de 2016, segundo levantamento da Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC).

De janeiro a maio foram vendidas 912,5 mil cartas de crédito, que dão direito à participação nas assembleias e aos sorteios dos bens de consumo. No ano passado, foram 846,3 mil novas cotas comercializadas por quem administra os consórcios. O volume de negócios atingiu R$ 36,3 bilhões, que representa um acréscimo de 24,7% em relação aos R$ 29,1 bilhões registrados há um ano.

Na avaliação do presidente da ABAC na Região Sul, Augusto Letti, a elevação da taxa de juros no Brasil, que impacta os financiamentos comuns, mas deixa imunes os consórcios, não é a única justificativa para tal cenário. O administrador acredita que esse comportamento também pode ser atribuído à tendência que as pessoas apresentam sobre o coletivo em relação à compra.  “O crescimento é reflexo de uma evolução do próprio consumidor, que apresenta uma maneira mais consciente de buscar recursos para consumir. Hoje, esse conceito do coletivo, do grupo se ajudando, está mais forte. E também é mérito para o próprio sistema de consórcio, que ganha confiança ao transmitir aos consumidores informações sobre esse tema da educação financeira”, avalia. Ainda conforme as impressões de Letti, em relação aos três Estados, é possível afirmar que há mais mulheres comprando por meio de consórcios. O planejamento também se dá, majoritariamente, entre pais que almejam comprar apartamento para os filhos, casais novos partindo para uma opção mais segura do que o aluguel, além da formação de patrimônio. E, claro, há a troca do automóvel próprio ou a compra de um segundo imóvel. Em Santa Catarina, 24,2% das compras de veículos leves (automóveis, utilitários e camionetas) feitas de janeiro a maio foram possibilitadas por meio de consórcio.

No ano passado, essa participação havia alcançado somente 20,7%. Logo atrás, vêm os consórcios de imóveis, que representaram 21% nas vendas desse tipo de bem e tiveram crescimento de 0,8 pontos percentuais neste ano.

Veículos impulsionam alta da modalidade

O analista de comércio eletrônico Jonatas Machado, 30, foi um dos catarinenses que aderiu à modalidade de compra quando decidiu trocar de carro há pouco mais de uma semana. Na tentativa de ser contemplado rapidamente, ele vendeu o veículo antigo, guardou o dinheiro na poupança e, agora, espera a oportunidade ideal para realizar um lance. Com a decisão optou por uma taxa de administração de cerca de 15% em detrimento aos juros que variam entre 13,3% e 69,36% ao ano, conforme o Banco Central. Acredita estar fazendo um bom negócio e, dentro de três meses, ou mais precisamente 12 assembleias, projeta buscar as chaves do veículo. “Peguei uma carta significativamente mais alta justamente porque eu tenho a intenção de dar um lance alto para conseguir tirar mais rápido. Tudo isso me leva a acreditar que eu vou conseguir a contemplação com certa brevidade, levando em consideração que eu tenho um bom lance para ser dado e pela quantidade de pessoas que participam da mesma carta. Mas, para mim, por ora, é muito tranquilo porque eu não tenho pressa, já que posso ir trabalhar de ônibus”, afirma Machado.

Ele conta que, antes de assinar o contrato, prestou atenção em variáveis como flexibilidade, valores e quantidade de prestações, além de ter pensado em uma proposta atrativa. São as mesmas recomendações do consultor financeiro Crisanto Soares Ribeiro, que também é professor na Universidade do Vale do Itajaí (Univali). “O cidadão comum ainda não teve acesso a um impacto efetivo da redução dos juros e isso ainda vai levar muito tempo. Então, muitas pessoas têm usado o consórcio como forma de planejamento. Se pode esperar um pouco mais para ter acesso ao bem, os custos são menores do que os de outros financiamentos, como o leasing. É preciso colocar na balança o custo e o prazo de cada operação”, recomenda Ribeiro. O consultor ainda faz uma ressalva: não é interessante se a intenção for investir, pois há opções bem mais rentáveis, como o fundo de ações, apesar do risco.

Fonte: http://abac.org.br/servicos/clipping/agosto2017/10_08_17/o_sol.pdf

 

Planejando os móveis da sua casa

terça-feira, 23 de maio de 2017

P1

A organização de um apartamento ou de uma casa pequena não é tarefa fácil.  Para aproveitar todos os espaços disponíveis o ideal é planejar cada centímetro com móveis sob medida. Além de ajudar na organização, podem proporcionar bem-estar aos moradores e não são produzidos em escala industrial, conferindo características diferentes ao móvel.

Quando a questão financeira acaba freando o consumidor na hora de escolher os móveis, é necessário analisar os pontos fortes e até os fracos para decidir se o investimento pode ser realizado. Por serem um pouco mais caros, móveis planejados, costumam durar mais por serem confeccionados com materiais de qualidade superior.

Corrediças de metal, estruturas reforçadas, possibilidade de transformá-lo e adequá-lo em outro ambiente sem ter problemas na estrutura ou acabamento, também são pontos fortes. O conforto e ergonomia são outros aspectos observados na hora da elaboração do projeto, isto porque, dependendo da altura da pessoa há como fazer móveis ideais para não haver obstáculos no momento de usar a pia ou o armário.

Cores, quantidade de gavetas, vidro, madeira, todos os detalhes e materiais podem ser escolhidos pelo cliente. Essas vantagens fazem toda a diferença na hora de decidir qual serviço contratar e as empresas também facilitam os pagamentos.

Diferentes formas de utilizar o consórcio de imóveis

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017
O consórcio de imóveis oferece diferentes possibilidades de utilização

O consórcio de imóveis oferece diferentes possibilidades de utilização

Além de utilizar o consórcio de imóveis para adquirir uma casa nova, você sabia que também é possível utilizar para reformas? O Consórcio de Imóveis vem crescendo com o passar do tempo e tem se destacado cada vez mais como a opção mais buscada pelo consumidor. Somente entre os meses de janeiro a outubro de 2016 foram comercializadas 175 mil cotas.

A modalidade do consórcio para imóveis já conta com 784 mil participantes, em planos que proporcionam uma flexibilidade enorme como a utilização do FGTS como lance, quitação de seu saldo devedor, diminuição de prazos, complementação da carta de crédito e também diminuição de parcelas.

Segundo dados de pesquisa da Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC) os brasileiros continuam em grande parte utilizando o crédito para aquisição de novos imóveis chegando a 71,1%, já os que querem construir e reformar arrematam 10,9%, os que compraram novos terrenos são 10,8% – quase empatados com os de construção –, 3,5% fizeram a aquisição de imóveis comerciais e cerca de 0,3% utilizaram seu crédito para comprar imóveis ainda na planta. Além dessas inúmeras possibilidades, há consorciados que utilizam do crédito também para quitar financiamentos que já foram iniciados, fazendo assim com que tenham descontos na hora da quitação.  

Percebeu quantas possibilidades o Consórcio de Imóveis traz para você? Entre em contato com a equipe da Breitkopf Consórcios e tenha mais informações.

Fonte: Jornal do Consórcio

Realizando sonhos

quarta-feira, 29 de junho de 2016
Jair

Mais um cliente satisfeito!

Mais um cliente do Consórcio Breitkopf conseguiu realizar o sonho do carro zero! Jair Rodrigues da Silva adquiriu o segundo automóvel por meio do plano de consórcio. O primeiro veículo foi um FOX, em 2008, e agora uma AMAROK. “Estou muito satisfeito com o Consórcio Breitkopf. Meu sonho se realizou mais uma vez! As parcelas do consórcio proporcionam tranquilidade e não comprometem o nosso orçamento. É uma ótima maneira de adquirir um bem”, afirma Jair.

Quer falar sobre sua experiência com o Consórcio Breitkopf ? Entre em contato com a gente e conte sua história aqui no Blog. O endereço de e-mail é consorcio@breitkopf.com.br

Rodízio de pneus

quarta-feira, 29 de junho de 2016
rodízio-de-pneus

A rotatividade é uma forma de equilibrar a vida útil dos pneus do carro, oferecendo maior segurança e economia

Você já ouviu falar do rodízio de pneus? O rodízio é uma forma de equilibrar a vida útil dos pneus do seu carro, oferecendo maior segurança e economia, além de evitar o desgaste antecipado. Confira os detalhes do procedimento e qual é a melhor maneira de realizá-lo.

Como funciona o rodízio de pneus

O rodízio trata-se da troca dos pneus do seu veículo entre si, e tem como principal objetivo preservar estes componentes aumentando o tempo de utilização.

Para tornar o entendimento mais fácil, veja, por exemplo, os veículos de passeio mais vendidos no Brasil. Com tração dianteira, os pneus do eixo frontal são bem mais exigidos e possuem desgaste maior do que os traseiros. Neste caso, ao realizar o rodízio, os pneus traseiros os substituem, pois são menos exigidos.

Vantagens de realizar o rodízio

O rodízio proporciona maior equilíbrio no gasto dos pneus, traz maior estabilidade na direção, aumenta a vida útil, além de ser mais econômico. Outra vantagem do rodízio é a verificação constante da regulagem, auxiliando em alinhamento e calibragem mais eficazes.

No entanto deve ser considerado que o rodízio é uma ação preventiva, para conservar o bom estado dos pneus e não uma ação corretiva. Em casos de desalinhamentos e desgastes irregulares, o rodízio não deve ser realizado. Nestas circunstâncias a solução é um novo jogo de rodas.

Recomendações das montadoras

Grande parte das montadoras fornecem especificações para que o rodízio seja realizado da forma correta e no momento certo. A operação normalmente deve ser realizada entre cada 5 mil a 10 mil km rodados.

Enquanto algumas montadoras especificam a troca entre os eixos, existem outras que determinam por questões de segurança o procedimento de troca de pneus da direita para a esquerda.

Por isso, antes de realizar o rodízio de pneus no veículo é importante consultar as recomendações dadas pela montadora. Caso não haja uma orientação específica, os mecânicos podem aplicar o rodízio, desde que a direção esteja alinhada perfeitamente, com a calibragem correta, pneus sem deformações e dentro da vida útil.

Fonte: https://www.jornaldoconsorcio.com.br/rodizio-de-pneus-maior-seguranca-1

Plantão de vendas em Joinville

quarta-feira, 13 de abril de 2016

foto3

Joinville recebeu mais uma vez a equipe do plantão de vendas do Consórcio Breitkopf. A ação ocorreu no início de abril, no pátio do Posto de Combustíveis Mime, no bairro Saguaçu.  Várias pessoas interessadas em saber mais sobre os planos agendaram visitas para futuras negociações. “Nossa expectativa é que a partir das vantagens oferecidas, esses consumidores se sintam motivados a fechar negócio”, disse o gerente de vendas Sidney Cardoso.

Uma das vantagens do consórcio

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

imagem

O sonho de ter um imóvel próprio, um dos mais acalantados pelos brasileiros, sempre ganha força no início do ano, quando a maioria das pessoas planeja suas realizações para os próximos 12 meses. A época é, portanto, de pesquisar preços, possibilidades e definir o que é mais favorável para a hora de adquirir a casa própria. Entre as opções, estão o financiamento e o consórcio. Mas qual escolher? Qual a melhor entre as duas possibilidades?

No atual cenário econômico do País, com tendência de crescimento da taxa Selic (taxa básica de juros da economia) e, consequentemente, também dos juros do financiamento, o consórcio se destaca como uma opção mais vantajosa e econômica. Além de oferecer parcelas menores e prazos mais longos, essa modalidade desponta como uma alternativa mais viável para aqueles que não podem ou não querem arcar com os aumentos constantes de juros.

O imóvel comprado pelo consórcio sai mais barato do que pelo financiamento porque não prevê a cobrança de juros, pois, neste sistema, cobram-se apenas a taxa de administração, diluída pelo prazo do grupo, e a correção das parcelas ocorre somente com a alta do valor do bem.  O sistema de consórcio é uma atividade segura e regulamentada pelo Banco Central, por meio da Lei 11795. “O consórcio é a arte de poupar em grupo”, afirma o gerente de vendas da Breitkopf Consórcio, Sidney Cardoso da Silva.

Fonte: Folha de Vitória

Breikopf Consórcios, de Brusque, apresenta as vantagens desta modalidade no Feirão da Casa Própria

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Tradicional na comercialização de cotas de automóveis e motocicletas, aos poucos o Consórcio Breitkopf estás se tornando líder também em cotas para casa própria. Nos dias 11,12 e 13 de julho uma equipe qualificada realizou o Feirão da Casa Própria, em Brusque. Na oportunidade, muitas pessoas buscaram informações sobre como funciona e de que maneira poderiam adquirir o produto.

 

Os feirões realizados pela Breitkopf Consórcios têm se mostrado uma ótima oportunidade para apresentar as condições do consórcio e demonstrar aos clientes que é a melhor modalidade para quem não quer pagar juros em financiamentos. Muitos contatos ficaram agendados durante o encontro.