Posts com a Tag ‘vida financeira’

Oito passos para comprar sua casa própria

quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

 

Pauta-1

 

Com o início do novo ano algumas pessoas começam a realizar um planejamento com os objetivos que pretendem alcançar neste período. A aquisição da casa própria é um sonho almejado por muitos, mas para quem vai iniciar este planejamento agora, o ideal é avaliar sua situação financeira e definir qual o valor poderá investir mensalmente.

A Breitkopf Consórcios preparou oito dicas legais para você se planejar e conquistar suas metas:

  1. Conversar com a família para definir o lugar, valor e condições financeiras;
  2. Levantar dados sobre o custo de vida da região onde está localizado o imóvel e gastos com deslocamento;
  3. Se o valor do aluguel que está pagando, for o mesmo valor da prestação de um
    financiamento, poderá ser uma opção financiar o imóvel;
  4. Poupar o que ganha é uma boa alternativa. Procure um especialista para fazer uma simulação de quanto custaria a prestação do imóvel e comece a guardar em um investimento conservador como a poupança.
  5. O financiamento de um imóvel é considerado dívida de valor, por isso deve ser
    a prioridade;
  6. Tenha sempre uma reserva estratégica, para que em uma eventualidade não deixe de honrar este importante compromisso;
  7. Caso não esteja conseguindo pagar a prestação da casa própria é preciso rever
    imediatamente os gastos, em especial as pequenas despesas.
  8. Não esqueça que um novo imóvel também demanda novos custos, como mobiliário novo, condomínio e taxas de transferência.

Fonte : http://abac.org.br/servicos/clipping/janeiro2018/15_01_18/diario_da_regiao.pdf

Por que o consórcio te ajuda a economizar?

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

 

pauta-1

O consórcio também é indicado para pessoas que possuem dificuldade em economizar, para compras de alto valor agregado como um carro, uma casa e uma moto. Por se tratar de um investimento a médio ou longo prazo, o consorciado paga as prestações sem sentir o impacto na sua vida financeira, uma vez que se planejou para isso. Mas existem outros fatores que, ajudam na economia do dinheiro. Quando faz um consórcio você não paga juros, só precisa contar com uma administradora séria, autorizada pelo Banco Central, escolher o melhor plano que se encaixa no seu orçamento e iniciar o seu investimento.

O consórcio também pode ser uma “poupança planejada”, porque você assume pequenas parcelas mensais, cujo valor foi decidido por você antes de fechar o contrato. Quando você investe na bolsa de valores ou em outras modalidades mais arriscadas, é preciso contar com a possível perda de dinheiro. No consórcio, não. Seu dinheiro não desvaloriza, pois a carta de crédito acompanha o reajuste do bem.

O poder de compra das cotas não contempladas é mantido, por isso, o consórcio é um investimento seguro e não há necessidade de reserva de dinheiro porque não requer valor de entrada. A dica é usar o seu dinheiro guardado para oferecer em lances futuros ou até pagar antecipadamente algumas parcelas.

Não é novidade que diversificar o investimento é importante para garantir melhor rentabilidade. No consórcio, você pode conquistar sonhos que pareciam distantes como construir imóveis para venda, investir em imóveis na planta ou até mesmo comprar terrenos.Segundo dados da Associação Brasileira das Administradoras de Consórcio (ABAC), quem entra em um consórcio economiza 4,5 vezes mais do que guardaria se abrisse uma poupança.

Quer investir em consórcios? Faça uma simulação no site da Breitkopf Consórcios  e escolha a melhor opção para você! Acesse http://consorcio.breitkopf.com.br/

Fonte: ABAC

Saiba como organizar as finanças e fugir das dívidas

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

 

A Breitkopf Consórcios dá três dicas para você

A Breitkopf Consórcios dá três dicas para você

 

As dívidas assombram a vida de muitos brasileiros. Com a situação econômica do País, delicada e com muita insegurança, os custos do dia a dia acabam aumentando. O orçamento já não dá mais conta e aí quando menos se espera, as finanças saem do controle. Sem saúde financeira, a vida fica bagunçada e os problemas se acumulam. Para ajudar você a manter os gastos em dia, controlar as dívidas e respirar aliviado, a Breitkopf Consórcios dá três dicas especiais.

 

Quais são as suas dívidas?

Parar e avaliar todas as contas anteriores e futuras. Este é o primeiro passo. Compras parceladas no cartão de crédito, carnês e contas que costumam aparecer periodicamente, como material escolar ou viagens em feriados, devem ser elencadas.  Isso vai te dar um quadro geral de endividamento, não só para o próximo mês, mas para um período maior. Com isso será mais fácil planejar a recuperação financeira e fazer os devidos cortes.

 

Diga não para novos gastos

Tenha consciência de quais são as dívidas e quando vão terminar.  Antes disso, nada de novas contas. Vale guardar o cartão de crédito e o talão de cheques em casa para não cair na tentação de usar. Comprar à vista é uma ótima opção neste caso, pois não compromete a renda futura. Andar com dinheiro no bolso é outra dica, pois você vê o dinheiro indo embora. Nesse caso, não existe aquela sensação de “não estou gastando”, que o cartão causa.

 

Onde você pode reduzir custos?

É preciso apertar o cinto e reduzir os custos para ter de volta aquele fôlego que a inflação tirou. Então reveja os gastos e evite o desperdício de água e luz, seja em casa ou no trabalho. Faça a famosa listinha de mercado, para ter mais foco na hora de comprar e fugir das tentações, que geralmente elevam os gastos. Nada de excessos, pense sempre duas vezes antes de qualquer compra e concentre seu foco nos gastos realmente necessários. Certamente este aperto no cinto vai fazer sobrar algum dinheiro. Neste momento é que inicia a recuperação financeira.

 

Com planejamento, economia e seguindo as dicas, as finanças voltam ao normal. Com tranquilidade é possível retomar o poder de compra e até pensar em um investimento futuro, como investir na Breitkopf Consórcios e ter um carro novo na garagem.

Fonte: Breitkopf Consórcios