Posts Tagged ‘segurança’

Tiguan: nova categoria de SUV

terça-feira, abril 3rd, 2018

 

Tecnologia, sofisticação e segurança

Tecnologia, sofisticação e segurança

O Tiguan, SUV da Volkswagen, vem carregado de tecnologia, sofisticação, segurança e, acima de tudo, espírito aventureiro. Basta estar a bordo do Tiguan para começar a explorar mais o mundo. Os principais comandos podem ser executados no volante, diminuindo a necessidade de o motorista tirar as mãos dele. Além disso, é possível selecionar as mídias, operar o telefone e o sistema de navegação só com a voz. Ficou curioso? Saiba mais do modelo em:

http://volkswagen.breitkopf.com.br/volkswagen-tiguan-novo-em-blumenau-brusque-sc?pm=&tg=&gclid=EAIaIQobChMIp7nw9rGc2gIVCwaRCh2eNQIXEAAYASAAEgIthPD_BwE

 

Fonte: Breitkopf Veículos

Sistema de Frenagem Automática

quarta-feira, setembro 13th, 2017

 

O conjunto de soluções tecnológicas de última geração garante mais segurança aos motoristas

O conjunto de soluções tecnológicas de última geração garante mais segurança aos motoristas

 

Com o Sistema de Frenagem Automática Pós-Colisão, o cliente Volkswagen tem muito mais segurança e tranquilidade ao dirigir, pois conta com um sistema que atua de forma rápida e precisa nos momentos em que o condutor não consegue controlar seu veículo. A Volkswagen oferece em seus produtos toda a tecnologia do automóvel com a tranquilidade de quem está cercado pelo que há de mais moderno em segurança.

 

O Sistema de Frenagem Pós-Colisão é uma exclusiva e inovadora tecnologia de segurança que, automaticamente, aciona os freios após os sensores do airbag detectarem uma colisão – nos momentos iniciais do impacto. Acionando os freios imediatamente, o Sistema de Frenagem Automática Pós-Colisão previne danos que podem decorrer do movimento contínuo do veículo após a colisão, podendo prevenir até mesmo uma segunda colisão. Este sistema é encontrado em veículos como Amarok, Golf, Passat e Touareg e já foi testado por diversos institutos de segurança que o consideraram indispensável quando se trata de prevenção e preservação dos condutores.

 

Como funciona

O sistema aplica os freios até que o veículo atinja a velocidade de 10 km/h. A velocidade residual do carro pode ser usada para conduzi-lo a um local seguro. A frenagem do veículo é limitada pela unidade de controle do sistema ESC a uma desaceleração máxima de 0,6 m/s².

 

Importante

O motorista pode se “sobrepor” ao sistema a qualquer momento – se os sensores perceberem que o motorista está acelerando, por exemplo, o sistema é desligado. O recurso também é desativado se o motorista começar a frear fortemente, a um grau de desaceleração mais elevado.

Fonte: Breitkopf Veículos

 

 

Novo Polo europeu

terça-feira, agosto 22nd, 2017

 

Depois do lançamento do Novo Polo, em junho deste ano, o veículo foi pauta em diferentes publicações. Veja o que as revistas especializadas estão comentando sobre o automóvel.

 

Lançado em Berlim, em junho, o modelo oferece um misto de inovação, alta performance, design e segurança

Lançado em Berlim, em junho, o modelo oferece um misto de inovação, alta performance, design e segurança

 

 

Revista Autoesporte

“Com design esportivo, maior e mais espaçoso, chega ainda este ano entre o Fox e o Golf.”

“Com o novo Polo, a meta é fazer coro com outros modelos da marca pela liderança geral entre os hatches compactos.”

“A central multimídia de nova geração tem tela de até oito polegadas. (…) A sensibilidade é ótima e o sistema é muito intuitivo. Tem predicados para ser considerada uma das melhores do nosso mercado.”

“A cereja do bolo é o quadro de instrumentos digital, que deve ser oferecido somente nas versões topo.”

“Na nova geração, o Polo cresceu, ficou mais tecnológico e espaçoso. São 8 cm a mais de comprimento e 9,4 cm a mais de entre-eixos, garantindo bom espaço para quem viaja atrás.(…) A Volkswagen atribui os ganhos em espaço interno à versatilidade da plataforma MQB, a mesma usada no Golf e no Audi A3.”

Revista Car and Driver

“…Quem dirigiu o novo Polo elogiou a dinâmica do modelo. Se o nome [do Polo] fosse Golf, pouca gente notaria a diferença”, escreveu Don Sherman na C/D 113. A sensação, explicou Herbert Diess, responsável pela divisão de automóveis da VW, deve-se à plataforma MQB, responsável por uniformizar a dinâmica dos carros do Grupo VW. A base, usada pelo Golf e Audi A3, entre outros modelos mais conhecidos pelos brasileiros, foi aplicada pela primeira vez em um VW compacto.”

Carplace

“… Se o exterior do novo Polo impressionou positivamente, é no interior que ele deve provocar mais espanto…”

“… ele agora também traz o Active info Display, o equivalente da VW ao Virtual Cockpit da Audi. Ele é o primeiro modelo da marca a trazer a segunda geração da tela de TFT. Logo a sua direita podemos ver o novo sistema de som com tela de 8” e um aspecto muito sofisticado para um modelo de seu segmento. A partida, como adiantamos, é sem chave e seu botão fica no console central,
à frente da alavanca de câmbio…”

Quatro Rodas

“… Ao volante, a sensação de estabilidade surpreende, assim como o nível de conforto claramente superior ao anterior. A solidez e a dinâmica ao rodar lembram mais a do Golf – o que nunca é ruim. A suspensão é McPherson na frente e eixo de torção atrás, a exemplo da geração anterior e das versões menos refinadas do Golf. A direção elétrica também se mostrou bem precisa.”

“Conforme já era esperado, a Volkswagen anunciou a produção do novo Polo no Brasil. O modelo será fabricado na planta de São Bernardo do Campo (SP) a partir de setembro, com o início das vendas previsto para ocorrer entre novembro e dezembro de 2017…”

IG

“… Este é o ano da Volkswagen no Brasil, com grandes investimentos da marca no País para recuperar a confiança dos brasileiros. O principal modelo desta ofensiva será o novo Polo, a sexta geração do hatchback será produzida em São Bernardo do Campo (SP)…”

“… Como esperado, na Europa, o Polo mais básico terá C 1.0 MSI, de três cilindros, nas versões de 65 cv e 75 cv. É o mesmo utilizado no Brasil em Gol, Up! e Voyage, sempre combinado ao câmbio manual de cinco marchas. A opção turbinada, com configurações de 95 cv e 115 cv, fica como intermediária na gama e pode ser equipado com a transmissão automatizada DSG de dupla embreagem e sete marchas…”

“… A versão GTI já está confirmada, com o 2.0 TSI, de 200 cv. Os europeus terão outras opções, como o 1.0 TG!, abastecido com gás natural e que geram 90 cv, e o 1.6 TDI para quem gosta de diesel…”

 

Fonte: Breitkopf Veículos

 

Up!

sexta-feira, janeiro 24th, 2014

 

UP!!

O up!, modelo que marcará o início de uma nova era para a Volkswagen no Brasil, chegará ao mercado brasileiro já com um importante reconhecimento de suas qualidades: o automóvel recebeu a melhor pontuação no Latin NCAP, organização que avalia a segurança dos veículos. O modelo obteve cinco estrelas na proteção para adultos e quatro estrelas para crianças. Mais uma vez, o excelente conceito de segurança da Volkswagen é reconhecido internacionalmente.

 

Para que o up! possa oferecer esse elevado nível de segurança aos ocupantes, foram aplicados em sua construção modernos recursos técnicos, como a combinação de aços conformados a quente em pontos determinados de sua carroceria, além de aços de ultra-alta e de alta resistência, visando manter o baixo peso da estrutura e a segurança elevada do veículo. O modelo também será equipado de série, em todas as suas versões, com sistemas ISOFIX® e top-tether para fixação de dispositivos de retenção infantis (cadeirinhas). Além disso, o up! também trará indicador visual e sonoro de desafivelamento dos cintos de segurança dianteiros.

 

Padrão global de segurança

O up! produzido no Brasil segue no Latin NCAP a trajetória de sucesso do up! europeu, o que evidencia o alto nível de qualidade do modelo brasileiro. O up! fabricado na Europa obteve a melhor nota em avaliações do Euro NCAP, com cinco estrelas. Nesse quesito, o up! estabelece uma nova referência em termos de segurança para o mercado brasileiro.

 

Fonte: Volkswagen Veículos

 

Fique por dentro: alteração nos espelhos retrovisores

segunda-feira, fevereiro 20th, 2012

Item de segurança importante nos automóveis, os espelhos retrovisores ampliam a visão dos motoristas e dão mais segurança na hora da condução. E foi com o intuito de reforçar a segurança que o CONTRAN (Conselho Nacional de Trânsito) colocou em vigor no dia 1º de janeiro, a resolução 226/07, que designa que o motorista deve ser capaz de enxergar uma faixa de estrada com quatro metros de largura em ambos os lados, a partir de vinte metros atrás dos pontos oculares do condutor.

retrovisores

Além disso, na região mais próxima, deve-se ter visibilidade lateral mínima de um metro, quatro metros para trás, também nos dois lados do veículo. As mudanças visam aumentar a segurança nas ultrapassagens, mudanças de faixa ou ao sair e entrar em vagas paralelas.

Ao longo de 2011 a Volkswagen já havia lançado no mercado, modelos com os novos espelhos. Em dezembro, após mudanças no design, os modelos Gol G4, Novo Gol, Golf e a Kombi ganharam novos retrovisores. Os demais modelos da marca já atendiam às normas, mesmo antes da lei entrar em vigor.

Para que o visual dos retrovisores não fiquem em desarmonia com o restante do design do veículo, os técnicos decidiram utilizar lentes convexas, que ampliam a visão sem a necessidade de aumentar muito o tamanho do espelho. Apesar disso, a estrutura que suporta os retrovisores, bem como a fixação sofreram alterações para manterem a qualidade e resistência.

Na Breitkopf Veículos os clientes podem encontrar os novos modelos com as alterações e dentro da nova norma do CONTRAN. A concessionária atende em Blumenau, na Rua São Paulo, 2001, no bairro Itoupava Seca e em Brusque, na Avenida Otto Renaux, 346, no bairro São Luiz.  Em caso de dúvidas sobre a nova resolução, pode-se entrar em contato com a Breitkopf através do site www.breitkopf.com.br.

Confira algumas dicas Volkswagen

segunda-feira, janeiro 9th, 2012

viagem-m2

O fim de ano chegou e neste período muitas pessoas optam por curtir uma viagem de férias. Se você pretende viajar, confira algumas dicas de manutenção do seu veículo para garantir a tranquilidade na estrada:

Cuidados básicos

viagem3-m2

Faça uma revisão rápida em alguns itens importantes, como pneus, luzes e limpadores de pára-brisas, para garantir a segurança. Mesmo que o seu veículo esteja em boas condições, a revisão dá ao motorista uma garantia a mais.

Calibre os pneus antes de ir para a estrada. Com o carro mais carregado, é preciso usar pressão maior – confira os números corretos no manual do veículo. Verifique também se o estepe está cheio e onde estão o macaco, a chave de roda e as ferramentas para remover as calotas ou rodas.

Quando o assunto é manter uma distância segura, a Volkswagen já oferece em alguns de seus veículos a tecnologia do ACC (controle eletrônico de velocidade e distância), que acelera e freia o carro automaticamente de acordo com a distância e a velocidade previamente estabelecidas pelo motorista.

Na oficina

viagem2-m2

É fundamental verificar o desgaste das pastilhas e discos de freios. E é bom examinar o alinhamento e balanceamento das rodas – rodas desalinhadas podem provocar desgaste irregular e prematuro dos pneus.

Também é bom conferir o estado dos amortecedores. Eles são importantes não só para o conforto, mas para a segurança. Lembre-se que, se o carro estiver lotado e com bagagem, eles serão mais sobrecarregados que o normal. Verifique o nível do óleo do motor e cheque os filtros de ar, óleo e combustível e o do ar-condicionado.

Sono ao volante

viagem1-m2

Por mais que queira chegar logo ao destino, nunca subestime o cansaço. A fadiga é uma das maiores causas de acidentes, principalmente se, além de fisicamente exausto, o motorista começar a sentir sono.

A transição entre uma leve sonolência e dormir ao volante costuma ser repentina e as consequências podem ser gravíssimas. Se sentir cansaço, pare assim que encontrar um lugar seguro, sempre fora da rodovia ou do acostamento.

Dentro do portfólio de veículos oferecidos pela Volkswagen no Brasil, alguns modelos, como o Passat e o Novo Tiguan, contam com o detector de fadiga, uma tecnologia inovadora e exclusiva em seus respectivos segmentos.

Sistemas eletrônicos monitoram os primeiros 15 minutos de viagem e comparam com os parâmetros traçados ao longo do trajeto. Se esse recurso detectar a perda de concentração do motorista, o sistema avisará através de um sinal auditivo com cinco segundos de duração. Uma mensagem visual também aparece no painel de instrumentos, recomendando que o condutor pare para descansar. Caso o motorista não pare dentro dos próximos 15 minutos, o aviso é repetido.

Fonte: www.segs.com.br

Rolamento tem que ser verificado a cada 20 mil quilômetros

terça-feira, dezembro 8th, 2009

Pequeno componente que fica no eixo da roda, o rolamento merece atenção. Ruídos indicam o desgaste prematuro da peça. Buracos, acidentes e até enchentes podem danificá-los antes do tempo. Embora considerados importantes itens de segurança, em geral o motorista só é avisado da necessidade da troca dos rolamentos quando leva o carro a uma revisão.

Porém, a verificação do estado desse componente pode ser feita no dia a dia, procurando-se ouvir ruídos estranhos (“roncos”) na roda. “Em baixas rotações, o motorista ouve um ruído mais grave; já em altas rotações, um som mais agudo”, afirma Alexandre Luís Santana, vendedor técnico da SKF. Segundo ele, em situações de risco, a quebra de um rolamento com o carro em movimento pode causar um grave acidente. “Nesse caso, pode ocorrer o travamento de uma das travas, o que afeta a dirigibilidade do veículo, causando sérios riscos ao motorista”, alerta.

O tempo mínimo de desgaste dessa peça é de 40 mil quilômetros, segundo Luiz Manzoli, engenheiro de aplicação da INA. Na opinião dele, contudo, o desgaste por fadiga (excesso de tempo de uso) acontece acima dos 80 mil quilômetros. Como forma de manutenção preventiva, a SKF sugere uma vistoria nos rolamentos a cada 20 mil quilômetros, já que é nesse momento, segundo a fabricante, que podem ser detectados desgastes prematuros nas peças.

Outros motivos

Os especialistas alertam que existem outros fatores capazes de diminuir o tempo de vida do rolamento, como as condições do solo ou a manutenção de outros itens como a suspensão e a direção. “Buracos, lombadas, acidentes, impurezas, sujeiras e até enchentes, que danificam a graxa do rolamento, diminuem a vida útil desse componente”, explica Manzoli.

Segundo ele, se o motorista identificar algum tipo de problema na suspensão do carro, os rolamentos devem ser checados. Da mesma forma, quando o usuário ouvir algum ruído, a recomendação é levar o carro até alguma oficina de confiança. “Caso o ruído tenha origem em um ou mais rolamentos, a troca deve ser imediata”, destaca.

Fonte: Metrô News

Pneus merecem cuidados

sexta-feira, outubro 23rd, 2009

Para que o carro rode com segurança é necessário que os pneus estejam em dia. Alguns detalhes básicos, como balanceamento e a pressão dos pneus devem ser verificados com frequência, sem esquecer do estepe.

A verificação na pressão dos pneus deve ser feita a cada 15 dias e sempre antes de viagens longas. A pressão inadequada pode prejudicar a dirigibilidade do veículo. Uma dica é só realizar qualquer inspeção nos pneus quando eles estiverem frios.

Tradicionalmente, a pressão dos pneus traseiros é de 4 a 6 libras maior do que os dianteiros, para suportar melhor a carga. E o estepe deve ser mantido com uma pressão ligeiramente superior à normal, pois costuma perder ar com o tempo.

Além da calibragem, as rodas devem ser removidas periodicamente para descobrir possíveis sinais de dano nas paredes internas. As bandas de rodagem podem apresentar falhas. Verifique se elas estão gastas e remova qualquer fragmento pontiagudo com uma chave de fenda. Em seguida, veja se o pneu está perdendo pressão. Se apresentar muitas rachaduras, é o momento de trocá-lo.

O excesso de pressão provoca o desgaste irregular do centro da banda de rodagem. Já o desgaste das bordas indica que a pressão do pneu está abaixo da adequada. Se houver abrasão em apenas um dos lados da banda de rodagem, verifique a direção e a suspensão. Os pneus que apresentam deformações nas paredes laterais devem ser substituídos o quanto antes.

Balanceamento dos pneus

É fácil perceber quando o carro está desbalanceado: a roda vibra e passa a trepidação para o volante. Em alguns carros a trepidação ocorre em baixa velocidade, em outros a mais de 80 km/h. Mas é uma trepidação facilmente percebida pelo motorista. Nesse caso, é recomendável procurar uma oficina ou posto especializado.

Fonte: Bolsacar

Dirija com segurança

quinta-feira, agosto 6th, 2009

Para garantir a sua segurança e de toda a família, é necessário alguns cuidados básicos na estrada. A velocidade ideal, a distância entre os carros, como frear, ultrapassar e como segurar o volante são alguns dos detalhes a serem observados, ainda mais quando

a neblina ou a chuva estiverem no seu caminho. Confira algumas dicas importantes de Luiz Fonseca, especialista em direção defensiva:

Velocidade ideal

Os motoristas devem trafegar abaixo do limite de velocidade permitido nas rodovias. O ideal é 80 quilômetros por hora. Quanto maior a velocidade, maior o perigo.

Distância entre veículos

Em caso de chuva, o ideal é uma distância de três segundos. Para pista seca, dois segundos já são suficientes.

Ultrapassagem segura

Para garantir uma ultrapassagem segura, a primeira atitude é garantir visibilidade total. O motorista não deve colar no carro a ser ultrapassado e, aos poucos levar o carro à esquerda, para visualizar a pista no sentido contrário (em caso de mão dupla). Caso esteja na mesma velocidade do veículo a ser ultrapassado, deve manter um carro de distância. Ao iniciar a manobra, o motorista deve ter aceleração máxima para garantir maior velocidade.

Neblina

Em caso de neblina na pista, os motoristas devem usar faróis baixos e, caso conte com o acessório, o farol de neblina deve ser ligado.

Chuva

Para conduzir na chuva, deve-se reduzir a velocidade e manter a distância de segurança (três segundos).

Como segurar o volante?

A forma ideal de segurar o volante é, em comparação a um relógio, no horário dez para as duas. Caso o carro tenha air bag, a posição ideal muda para quinze para as três.

Como frear?

O motorista deve manter o limite de travamento do veículo, não deixar que as rodas arrastem travadas pela pista, o que faz com que o veículo fique descontrolado.

Fonte: www.bolsacar.com.br

Viagem tranquila e segura

sexta-feira, julho 10th, 2009

Julho, mês de férias escolares: um convite para viajar com os filhos. Mas antes de colocar toda a família dentro do carro e partir para o destino desejado, é necessário verificar cuidadosamente alguns itens do veículo, para viajar com tranquilidade e segurança. Para que você não esqueça de nenhum detalhe, acompanhe a lista abaixo e boa viagem!

No motor

– Nível de óleo do motor;
– Nível do fluído de freios;
– Água do radiador e do reservatório;
– Água da bateria;
– Reservatório de gasolina (para carros a álcool);
– Manchas de óleo no chão da garagem (procure um mecânico).

No interior do veículo

– Os freios (caso sinta que não estão bons leve ao mecânico de sua confiança);
– Nível do extintor de incêndio;
– Cintos de segurança (uso obrigatório nas estradas).

Na parte externa

– Calibragem dos pneus, inclusive estepe (consulte tabela no manual do veículo ou no borracheiro);
– Faróis alto e baixo;
– Luz de freio;
– Luz das lanternas dianteiras e traseiras;
– Pisca-pisca dianteiro e traseiro;
– Pisca alerta;
– Limpador de parabrisa.

No porta-malas

– Macaco;
– Chave de roda e vela;
– Triângulo;
– Estepe.

Acessórios úteis

– 2 chaves de fenda (1 pequena e 1 grande);
– 1 jogo de chaves de boca;
– 1 alicate universal;
– 1 correia do alternador;
– Fusíveis do modelo de seu veículo;
– 1 jogo de velas de ignição;
– 1 mangueira (aproximadamente 1,5 metro);
– Fita isolante;
– Lanterna;
– 1 kit de lâmpadas;
– 1 bomba de 5 litros vazia.

Fonte: www.bolsacar.com.br