Dúvidas na aquisição de um consórcio?

25 de outubro de 2019

 

Para tentar te ajudar, a Breitkopf Consórcios listou sete benefícios para quem opta por esse tipo de negócio

Para tentar te ajudar, a Breitkopf Consórcios listou sete benefícios para quem opta por esse tipo de negócio

 

Você já se pegou imaginando como faria para comprar um carro, um imóvel ou mesmo quitar aquela dívida que ficou mais alta do que havia planejado? Com certeza você já pensou em fazer um consórcio, certo? Mas é nessa hora que surgem as mais diversas dúvidas, se vale mesmo a pena, certo? Para tentar te ajudar, a Breitkopf Consórcios listou sete benefícios para quem opta por esse tipo de negócio.

Confira:

1 – O consórcio possui flexibilidade de planos que atendem à necessidade do cliente de acordo com sua renda. Você pode escolher prazos e formas de pagamento que se adequem ao que precisa.

2 – Apesar de parcelar o pagamento do bem (imóvel, carro) ele é feito à vista. Isso porque, ao ser contemplado, você recebe o valor integral e ainda poderá conseguir desconto na negociação do produto.

3 – Versatilidade Ao adquirir uma carta de crédito, o beneficiado não precisa optar por uma modalidade inicialmente, permitindo que, ao ser contemplado, use o crédito da melhor forma.

4 – Não é necessário dar entrada. Em nenhuma delas é necessário o pagamento de entrada.

5 – Não existe cobrança de juros. Há uma taxa de administração que não se compara aos juros do mercado de financiamento.

6 – Há duas maneiras de ser contemplado. A primeira é a sorte, todo mês um cliente é premiado com o valor integral por sorteio. A outra forma é ofertar um lance, portanto, se este for o seu caso, invista o dinheirinho que tem guardado, receba sua carta de crédito e acelere a sua compra.

Fonte: abac.org.br

Consórcio Imobiliário: opção de investimento rentável e seguro

25 de outubro de 2019

 

A compra ou a quitação do imóvel próprio é o principal objetivo do retorno das aplicações financeiras do investidor brasileiro

A compra ou a quitação do imóvel próprio é o principal objetivo do retorno das aplicações financeiras do investidor brasileiro

 

O mercado está em um momento propício para investir no Sistema de Consórcio, o juro alto do crédito e a seletividade dos bancos na concessão de financiamento dificultam a aquisição. Neste cenário, consórcio é uma opção que viabiliza a compra de forma planejada. Vale ressaltar que investir em imóvel significa uma decisão com solidez, essa modalidade permite uma rentabilidade mensal, por meio do aluguel e com o passar do tempo, o imóvel valoriza mais e tem pouco risco de perda, tornando a modalidade Consórcio uma opção de investimento rentável e seguro.

Segundo o levantamento realizado pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), a compra ou a quitação do imóvel próprio é o principal objetivo do retorno das aplicações financeiras do investidor brasileiro. Dos 42% que têm alguma aplicação, 31% pretendem comprar ou quitar parcelas de imóvel ou terreno.

Além destas vantagens, o Consórcio de Imóveis não exige valor de entrada e a carta de crédito acompanha o reajuste das parcelas (INCC – Índice Nacional de Custo da Construção), o que mantém o poder de compra.

Fonte: abac.org.br

Um em cada quatro veículos leves vendidos no país é por consórcio

25 de outubro de 2019

 

No oitavo mês do ano, o Sistema de Consórcios fecha com crescimento de quase 30% nos negócios e 15% nas adesões

No oitavo mês do ano, o Sistema de Consórcios fecha com crescimento de quase 30% nos negócios e 15% nas adesões

 

Em recente levantamento realizado pela ABAC (Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios) referente ao encerramento do primeiro semestre deste ano, os números mostram que a cada quatro veículos leves novos comercializados no país, um foi adquirido potencialmente com crédito concedido por contemplação no Sistema de Consórcios. No oitavo mês do ano, o Sistema de Consórcios fechou com crescimento de quase 30% nos negócios e 15% nas adesões.

Fonte: abac.org.br

É possível vender, comprar ou transferir cotas contempladas com segurança?

25 de outubro de 2019

 

 

Consórcios registram avanço de quase 15% nas vendas de novas cotas e mais de 26% nos contratos comercializados

Consórcios registram avanço de quase 15% nas vendas de novas cotas e mais de 26% nos contratos comercializados

 

O planejamento a médio e longo prazos, feito conscientemente pelo consorciado de acordo com a essência da educação financeira, inclui desde a certeza do adimplemento dos compromissos mensais ajustados ao orçamento pessoal, familiar ou empresarial até a transformação dessa aplicação em patrimônio. De janeiro a julho deste ano, o sistema de consórcios registrou avanço de quase 15% nas vendas de novas cotas e mais de 26% nos contratos comercializados provocando ampliação do total de participantes ativos, ratificando a informação de que é possível vender, comprar ou transferir cotas contempladas com segurança por meio da modalidade.

“Contudo, por se tratar de um direito e de um patrimônio conquistado, o participante de um grupo, cuja cota tenha sido contemplada por sorteio ou lance em assembleia geral ordinária, pode transferir o seu contrato, a qualquer momento, para outro consumidor interessado na compra, desde que autorizado pela administradora. O importante é seguir as recomendações para concretização de um negócio seguro”, explica Paulo Roberto Rossi, presidente executivo da ABAC (Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios).

Inicialmente, é necessário verificar se o contrato que está sendo transferido é administrado por uma empresa de consórcio devidamente autorizada a operar pelo Banco Central do Brasil, consultando o site daquele órgão: www.bcb.gov.br.

Na sequência, o interessado deverá examinar documentos que comprovem a contemplação da cota como a ata da assembleia geral ordinária que registra sua regularidade. Também é importante averiguar os pagamentos de prestações anteriores, antes e depois da contemplação por meio do extrato da cota, inclusive a cópia do contrato assinado à época da adesão pelo consorciado vendedor, junto com eventuais alterações ocorridas no período fornecidas pela administradora, a fim de ratificar as condições vigentes. Por fim, estando tudo em ordem, resta confirmar o valor do crédito na data da assembleia, bem como dos rendimentos financeiros obtidos até a data do negócio.

A transferência de uma cota, esteja ela contemplada ou não, só acontece após a autorização da administradora e assinatura do termo de cessão do contrato, já que a empresa de consórcio, como gestora dos interesses do grupo, deverá verificar a capacidade financeira do futuro consorciado. “Portanto”, completa Rossi, “comprar, vender ou transferir uma cota contemplada é seguro quando observados os princípios corretos de negociação, a exemplo de quaisquer patrimônios, sem se deixar levar por promessas verbais não constantes do contrato, sempre com aprovação da administradora”.

Fonte: abac.org.br

Tire dúvidas sobre o consórcio de veículos com a Breitkopf

26 de setembro de 2019

 

Abaixo algumas das principais dúvidas que o cliente tem ao adquirir a modalidade

Abaixo algumas das principais dúvidas que o cliente tem ao adquirir a modalidade

 

Quando se adquire um consórcio de veículo, inúmeras dúvidas passam pela cabeça do novo consorciado, como, por exemplo, quais os caminhos para ser contemplado no consórcio? O que acontece se atraso o pagamento de alguma parcela? Se você também quer saber as respostas para estas e outras perguntas comuns, a Breitkopf esclarece algumas dúvidas sobre o consórcio de veículos.

 

  • Como eu participo de um consórcio de carros? Para participar de algum grupo de consórcio de veículos, você deve procurar uma administradora, porque é ela que reúne os interessados no consórcio e vende as cotas;
  • Como eu faço o pagamento das parcelas do consórcio de veículos? Assim que você entrar no consórcio de carros receberá mensalmente o boleto na sua casa. Basta pagá-lo pelo site do banco ou no caixa eletrônico;
  • As parcelas do consórcio de carro têm juros? O consórcio de veículos não cobra juros, mas você paga uma taxa, chamada de taxa de administração.
  • As parcelas do consórcio de carros sofrem reajuste? Sim, isso pode acontecer. Geralmente, o reajuste segue a tabela do fabricante do veículo que você escolheu, ou seja, se o carro do seu consórcio ficar mais caro, a parcela também vai subir;
  • Como faço para ser contemplado no consórcio de carros? Existem duas maneiras: o sorteio e o lance. Cada administradora faz no mínimo um sorteio mensal entre todos os participantes do consórcio que estão com o pagamento em dia. No lance, a regra muda. Os interessados disputam pelo número de parcelas que conseguem pagar naquele mês;
  • Se o meu lance não for o mais alto, eu perco meu dinheiro? Não. Isso porque quando você dá o lance, você não faz o pagamento das parcelas que vai antecipar;
  • Como funciona a carta de crédito do consórcio de veículos? Ao ser contemplado, você receberá uma carta de crédito. Essa carta de crédito é um documento que lhe dá direito a usar o valor dela na compra de um veículo. Só que o dinheiro será pago diretamente da administradora de consórcio para quem estiver vendendo o veículo;
  • Eu tenho que continuar pagando as parcelas depois de ser sorteado no consórcio de carros? Sim. Independentemente de ser sorteado no começo do consórcio, você deve continuar pagando até que todos do seu grupo recebam o carro;
  • O que acontece se eu atrasar o pagamento do consórcio de carros? Há cobrança de juros e multa, que deverão ser pagos até o sorteio seguinte. Mas, se você atrasar muitas parcelas poderá sofrer consequências mais graves, como ser excluído do grupo;
  • O que fazer se o cliente não conseguir mais pagar o consórcio de veículos? Se você percebeu que não está dando conta das parcelas, pode tentar três saídas: passar a sua participação para um interessado em comprar a sua cota; procurar outro bem mais barato que a administradora esteja sorteando, pois as parcelas podem ficar menores; Em último caso, ir até a administradora e pedir sua exclusão do grupo. Você terá que pagar uma multa e esperar ser sorteado para receber o dinheiro que pagou nas parcelas anteriores;
  • É possível comprar um carro usado com o consórcio de veículos? Sim, pois a carta de crédito permite que você adquira qualquer bem dentro da categoria. Mas fique atento: as administradoras costumam colocar um limite em relação ao ano de fabricação do veiculo, então, verifique essa condição no contrato;
  • Meu carro foi roubado. Tenho que continuar pagando o consórcio? Sim. Por isso é importante fazer um seguro quando receber o veículo.

Fonte: abac.org.br

Liberdade de escolha na hora de comprar um automóvel

26 de setembro de 2019

 

Zero quilômetro ou seminovo? A Breitkopf te ajuda a decidir

Zero quilômetro ou seminovo? A Breitkopf te ajuda a decidir

 

Está em busca de um carro para chamar de seu? Sim. Diante da afirmação surgem várias dúvidas. Uma delas é: compro um carro zero quilômetro ou seminovo? Ao comprar um carro recém-lançado ou que está prestes a chegar ao mercado, tecnologia, equipamentos e sofisticação são facilmente percebidos e tornam o veículo novo mais atrativo e mais caro.

Existe também a opção por comprar um carro seminovo, por exemplo, para gastar menos.

Uma opção na hora da decisão é a adesão ao Consórcio. Já pensou nessa possibilidade? Além de programar a sua compra sem juros ou parcelas intermediárias, você tem liberdade de escolha e muita economia. Pelo sistema de consórcios, você pode programar tanto a compra de um carro zero quilômetro, como um seminovo.

Ficou interessado? Para conhecer os melhores planos do consórcio, faça uma simulação de compra online.

Fonte: consórcio de automóveis.com.br

Consórcio desponta na aquisição da casa própria

26 de setembro de 2019

 

Além de não cobrar juros nas parcelas, a modalidade é flexível e permite ao cliente decidir o valor e a quantidade de parcelas que cabem no seu bolso

Além de não cobrar juros nas parcelas, a modalidade é flexível e permite ao cliente decidir o valor e a quantidade de parcelas que cabem no seu bolso.

Em um cenário em que cerca de 40% dos brasileiros (IBGE) não têm um imóvel, a modalidade de crédito tipicamente brasileira desponta como possibilidade para consumidores de diversos perfis: o consórcio. Além de não cobrar juros nas parcelas, o consórcio é uma modalidade flexível, que permite ao cliente decidir o valor e a quantidade de parcelas que cabem no seu bolso. Por se tratar de uma poupança programada, o consórcio de imóveis é recomendado para quem está se planejando em ter um bem de alto valor. Confira algumas vantagens:

 

  • O consórcio não cobra juros e, sim, uma taxa de administração. Essa taxa varia de 18 a 22% do valor total do crédito e é incluída nas parcelas desde a simulação;
  • Não cobra entrada. Dessa forma, é possível aderir a um plano de R$ 100 mil, por exemplo, pagando apenas a parcela inicial (similar às demais parcelas), que já será abatida do saldo devedor;
  • Aceita FGTS: o consórcio aceita o saldo do fundo de garantia para amortizar ou quitar a cota. Para tanto, bastar ofertar um lance no valor que você tem disponível no Fundo.
  • Flexibilidade: além de assegurar o melhor valor de parcela no início do plano, o consórcio de imóveis também viabiliza negociações em casos de necessidade.

 

Fonte: abac.org.br

 

Grupo de consórcio diferenciado

26 de setembro de 2019

 

Tem novidades na Breitkopf. Confira!

Tem novidades na Breitkopf. Confira!

 

A Breitkopf Consórcios está sempre pensando no seu cliente. Para valorizar ainda mais quem escolhe a empresa para a administração de bens móveis e imóveis, a Breitkopf anuncia este mês, um novo grupo Gold, seleto e com taxas fantásticas.

Confira os benefícios de adesão ao grupo:

  • Até três contemplações ao mês, por sorteio ou lance, condicionadas ao saldo do grupo;
  • Possibilidade de usar até 30% do crédito como oferta de lance;
  • Carência de dois meses após a data da contemplação;
  • Não possui taxa de adesão;
  • Prazos de até 72 meses.

Venha conversar com o nosso time.

Fonte: Breitkopf Consórcios

Consórcio: uma maneira de planejar as aquisições e refletir sobre o orçamento

20 de agosto de 2019

 

Segundo a ABAC, as adesões ao produto de janeiro a maio de 2019 apresentaram alta de 15% em comparação com o mesmo período de 2018

Segundo a ABAC, as adesões ao produto de janeiro a maio de 2019 apresentaram alta de 15% em comparação com o mesmo período de 2018

 

Você é do tipo que planeja a aquisição do seu próximo bem? Caso a resposta tenha sido positiva, provavelmente você já fez ou cogitou fazer um consórcio. O consórcio é uma modalidade de compra parcelada, mas diferente dos financiamentos, pois tem a isenção de taxas de juros. Por meio dele, pessoas ou empresas se reúnem em grupos e contribuem todos os meses com uma quantia e em prazos determinados, há ainda a possibilidade de ofertas de lances. Além disso, o produto é uma maneira de planejar as aquisições e refletir sobre o orçamento.

De acordo com estimativas da Associação Brasileira de Consórcios (ABAC) , as adesões ao produto de janeiro a maio de 2019 apresentaram alta de 15% em comparação com o mesmo período de 2018.

 

Fonte: abac.org.br

Consórcio: uma modalidade de compra parcelada sem taxas de juros

20 de agosto de 2019

 

 

 

Pauta-4

Muitos brasileiros têm optado pela modalidade Consórcio para adquirir um bem ou serviço. Isso porque o consórcio é uma forma de compra parcelada diferente dos financiamentos, pois tem a isenção das taxas de juros.

O Consórcio pode ser utilizado para a compra de automóveis, imobiliário, aquisição de placas de geração de energia solar, compra de móveis planejados, além da realização de serviços como cirurgias plásticas e viagens.

Fonte: abac.org.br