Posts com a Tag ‘mulheres’

Mulheres adquirem 37% dos consórcios de imóveis

terça-feira, 20 de agosto de 2019

 

O crescimento significativo de 14%de mulheres foi registrado na faixa etária de até 20 anos

O crescimento significativo de 14%de mulheres foi registrado na faixa etária de até 20 anos

 

Segundo dados da Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios de (ABAC), as mulheres representam 37% das aquisições da modalidade na categoria imóveis. Quando comparado com 2018, houve um crescimento significativo de 14% de mulheres na faixa etária de até 20 anos, ativas com o consórcio. Os dados da ABAC apontam que as vendas de novas cotas no quadrimestre do ano foram de volume recorde, quando comparado com os de anos anteriores, desde 2015.

O acumulado geral, registrado pela ABAC de janeiro a maio de 2019, registrou 921,5 mil na venda de cotas, valores importantes para ampliar a quantidade de consórcios.

Fonte: abac.org.br

CONSÓRCIOS: Mulheres são 40% dos participantes ativos no país

quarta-feira, 30 de março de 2016

PAUTA-2

Com foco na vida profissional, as mulheres procuram estudar mais, optam por negócios próprios e são cinco vezes mais empreendedoras que os homens

Ao superar a marca de 205,5 milhões de habitantes no país, de acordo com os dados divulgados pelo IBGE diariamente, observa-se que a presença feminina é acima da masculina, aproximadamente 51,4% para as mulheres e 48,6¨% para os homens.

Na recente pesquisa realizada em dezembro de 2015 pela Quorum Brasil por solicitação da ABAC Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios, foi observada uma participação feminina de 40% entre os consorciados ativos no Sistema de Consórcios, quando pretendem adquirir bens móveis ou imóveis ou ainda contratar serviços. Houve aumento de quatro pontos porcentuais em relação ao último levantamento, feito em 2014, quando era de 36%.  (veja no gráfico a seguir)

genero

Ao conjugar o perfil detectado pelo IBGE, que apontou serem elas chefes de famílias em mais de 37,3% dos lares brasileiros, constatou-se ainda que as mulheres têm optado por um número menor de filhos e quando os tem, estão mais experientes, com suas vidas mais consolidadas e em faixa etária mais alta.

As mulheres também obtêm destaque na escolaridade e o número das consideradas analfabetas teve redução. Com foco no crescimento profissional, dos 70 mil retornos aos bancos escolares públicos no estado de São Paulo, 61% foram femininos e 39% masculinos. (veja no próximo gráfico)

Sem título

“O crescimento da participação das mulheres revela um perfil amadurecido de quem comanda lares ou empresas. São economicamente ativas e com ganhos expressivos”, explica Paulo Roberto Rossi, presidente executivo da ABAC. “Elas também se destacam no espírito empreendedor. Enfrentam riscos e montam negócios próprios cinco vezes mais que os homens. Outra razão está na ampliação de 5,3% da sua renda pessoal, em 2014. Na média nacional dos rendimentos masculinos, houve queda 0,2%, segundo o IBGE”, completa.

Fonte: Associação Brasileira de Administradoras de Consórcio (ABAC)

Mulheres aderem ao consórcio

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Ao superar a marca de 202,7 milhões de habitantes no país, de acordo com estimativa anunciada recentemente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), foi observado que as mulheres dividem esse total com os homens. Conforme pesquisa realizada pela Quorum Brasil, por solicitação da Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC), as mulheres, têm grande importância no Sistema de Consórcios, quando pretendem adquirir bem móvel ou imóvel ou, especialmente, contratar serviços.

Mulheres-compõem-um-terço-dos-participantes-dos-consórcios-(3)

O perfil detectado pelo IBGE apontou que as mulheres são chefes de famílias em 35% dos lares brasileiros. Constatou-se ainda, que elas estão optando por não ter filhos e, quando os têm, estão mais experientes, com vidas mais consolidadas e em faixa etária mais elevada. Profissionalmente, têm ocupado diversas funções de liderança: 36% em gerência; 23% em presidência ou diretoria e 38% em supervisão.

Entre as características observadas pela Quorum Brasil, ao analisar o comportamento feminino em relação aos seus ganhos, estão as diferenças quanto ao que fazem com a quantia que eventualmente sobra no fim do mês. Na classe D, por exemplo, dos 35% que afirmaram sobrar algum valor, 63% citaram a poupança em primeiro lugar, e 5% mencionou o consórcio como opção de investimento. Na outra ponta, na classe A, com 83% de disponibilidade, 8% referiu-se ao consórcio, enquanto 58% focaram na poupança. Em todas as classes, a previdência privada, os fundos de investimentos e ações também foram mencionados.

Mulheres-compõem-um-terço-dos-participantes-dos-consórcios-(2)

“A gradual e crescente participação das mulheres revela um perfil amadurecido de quem comanda lares ou empresas. Economicamente ativas e com ganhos expressivos, reverte-os para a diversidade de consumo e na qualidade de vida familiar. Aquelas que já inseriram o planejamento financeiro no dia a dia, preocupam-se com o seu futuro e com o de seus filhos. Elas vêm adotando os princípios da educação financeira e  focando cada vez mais a atenção no consórcio, um sistema de autofinanciamento que existe no Brasil há mais de 50 anos”, explica o presidente executivo da ABAC, Paulo Roberto Rossi.

Fonte: Assessoria da ABAC

Mulheres mostram força no consórcio de imóveis

segunda-feira, 15 de abril de 2013

Nos dias de hoje, as mulheres estão cada vez mais se inserindo no mercado e nos mais diversos setores da economia. A independência financeira conquistada pelas mulheres trouxe várias consequências para o mercado, principalmente porque hoje, elas estão mais preocupadas com o futuro e têm vez nas decisões que são tomadas dentro de suas casas, com suas famílias.

De acordo com a última pesquisa sobre o tema encomendada pela Abac (Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios), as mulheres representavam, em 2006, 24% dos participantes em grupos de consórcio de imóveis. Já em 2010, a presença das mulheres neste segmento cresceu e chegou aos 41%.

Através do Consórcio Breitkopf é possível adquirir cotas para a compra de imóveis, veículos ou motocicletas. Para saber mais, basta entrar em contato pelo telefone (47) 3231-2000 ou acessar o nosso site www.breitkopf.com.br.

Presença feminina nos consórcios de serviços cresce mais que 100% nos últimos três anos

sexta-feira, 23 de março de 2012

mulheres

De acordo com três pesquisas encomendadas pela ABAC – Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios – junto à Quorum Brasil, entre 2006 e 2010, a presença da mulher no Sistema de Consórcios vem crescendo praticamente em todos os setores de atuação do mecanismo.

A maior alta foi registrada nos eletroeletrônicos e outros bens duráveis que atingiu 105%. Outro exemplo dessa situação está no setor de imóveis. Em 2006 havia 76% de homens e 24% de mulheres participantes em grupos de consórcios. Já em 2010 a relação passou para 59% masculina contra 41% feminina. Esses dados apontam uma alta de 70,8%.

A pesquisa revelou ainda que os consórcios são procurados em razão de serem formadores de patrimônio pessoal ou familiar, lembrados ao lado do desejo da casa própria e da poupança como bens de futuro.

No setor de motocicletas, o maior do sistema de consórcios, as mulheres registraram uma evolução de 59,1%, subindo de 22%, em 2006, para 35%, em 2010.  No de caminhões, a alta foi maior, 92,9%. Havia 14% na primeira pesquisa (2006) e 27% na última (2010), A estabilidade foi a marca do setor de veículos leves (automóveis). Em 2006, havia 44%, enquanto recentemente tinha 41%.

Fonte: Abac

Cresce participação de mulheres e jovens na aquisição de consórcios

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Cresce participação de mulheres e jovens na aquisição de consórcios

Pesquisa encomendada pela Abac (Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios) mostra crescimento no interesse dos jovens pelo consórcio. Na modalidade automóveis, o número de consorciados com idades entre 20 e 29 anos aumentou de 10%, em 2006, para 21% em 2009.

Já a participação dos jovens entre os consórcios de imóveis aumentou de 8% para 15%, no mesmo período. A categoria eletroeletrônicos viu crescimento de 15% para 29% na participação do público com esta faixa etária.

Mulheres

O estudo revelou ainda crescimento do público feminino entre os titulares de consórcios. Enquanto a categoria automóveis se manteve com 44% de participação de mulheres tanto em 2006 quanto em 2009, a categoria eletroeletrônicos, que tinha 20% de seus clientes mulheres há três anos, agora tem 49%. Na categoria imóveis, a participação delas subiu de 24%, em 2006, para 40%.

A pesquisa foi realizada pela Quorum Brasil e ouviu 654 consorciados das classes A, B, C e D, entre as quais o consórcio esteve mais presente na classe B da população.

Fonte: MSN – Seu dinheiro

Cresce participação de jovens e mulheres em consórcios

quarta-feira, 22 de abril de 2009

As mulheres e os jovens têm aumentado sua participação no sistema de consórcios brasileiro. É o que mostrou um estudo feito pela Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (Abac), em parceria com a QuorumBrasil, realizado no primeiro bimestre deste ano.

A pesquisa, que incluiu 654 consorciados distribuídos em São Paulo, Porto Alegre e Salvador, mostrou que as mulheres cresceram em importância como clientes na maioria dos segmentos de produtos, com exceção de automóveis “onde a participação delas ficou estável em 44% entre 2006 e 2009, evidenciando uma participação já expressiva”, afirmou o presidente da Abac, Rodolfo Montosa.

Nos consórcios de imóveis, a representação das mulheres passou de 24% para 40% no período de quatro anos. Outro destaque vai para eletroeletrônicos, com aumento de 29 pontos percentuais, chegando a uma participação de 49% em 2009. “Isso mostra os efeitos da força da participação da mulher no mercado de trabalho”, justifica o presidente. Em caminhões e motocicletas também houve aumento, de 14% para 22% e de 22% para 27%, respectivamente.

Jovens

Os jovens de 20 a 29 anos apresentaram crescimento na participação principalmente no setor de consórcios de eletroeletrônicos, no qual passaram de 15% para 29%. Em imóveis, a alta foi de 7 pontos percentuais para 15%, enquanto em automóveis, o avanço foi de 11 pontos percentuais, para 21%.

Na divisão por classe social, verifica-se que o consórcio está mais presente nas classes A, B e C, com pequena participação da D.

Fonte: Valor Online