Posts com a Tag ‘parcelas’

Consórcio desponta na aquisição da casa própria

quinta-feira, 26 de setembro de 2019

 

Além de não cobrar juros nas parcelas, a modalidade é flexível e permite ao cliente decidir o valor e a quantidade de parcelas que cabem no seu bolso

Além de não cobrar juros nas parcelas, a modalidade é flexível e permite ao cliente decidir o valor e a quantidade de parcelas que cabem no seu bolso.

Em um cenário em que cerca de 40% dos brasileiros (IBGE) não têm um imóvel, a modalidade de crédito tipicamente brasileira desponta como possibilidade para consumidores de diversos perfis: o consórcio. Além de não cobrar juros nas parcelas, o consórcio é uma modalidade flexível, que permite ao cliente decidir o valor e a quantidade de parcelas que cabem no seu bolso. Por se tratar de uma poupança programada, o consórcio de imóveis é recomendado para quem está se planejando em ter um bem de alto valor. Confira algumas vantagens:

 

  • O consórcio não cobra juros e, sim, uma taxa de administração. Essa taxa varia de 18 a 22% do valor total do crédito e é incluída nas parcelas desde a simulação;
  • Não cobra entrada. Dessa forma, é possível aderir a um plano de R$ 100 mil, por exemplo, pagando apenas a parcela inicial (similar às demais parcelas), que já será abatida do saldo devedor;
  • Aceita FGTS: o consórcio aceita o saldo do fundo de garantia para amortizar ou quitar a cota. Para tanto, bastar ofertar um lance no valor que você tem disponível no Fundo.
  • Flexibilidade: além de assegurar o melhor valor de parcela no início do plano, o consórcio de imóveis também viabiliza negociações em casos de necessidade.

 

Fonte: abac.org.br

 

Consórcio pode ser ótima opção de presente

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

m3-consorcio

O fim de ano chegou e com ele vieram as datas festivas, como Natal e Ano Novo. Está em dúvida no presente para seu familiar? Que tal uma cota de consórcio?

No Consórcio Breitkopf você pode, por exemplo, adquirir uma cota para aquisição de um imóvel e presentear seu ente querido. Com parcelas a partir de R$ 497,21 é possível adquirir uma cota e garantir o futuro.

O consórcio é uma opção de garantia para o futuro e tem a característica de um “poupança obrigatória”. Uma cota de consórcio pode ser a melhor opção para quem quer garantir o futuro do filho, dedicando parte da renda para a cota de consórcio, adquirindo um automóvel, motocicleta ou bem imóvel. Caso você queira esclarecer mais dúvidas sobre o sistema de consórcios, o Consórcio Breitkopf atende através dos telefones (47) 3231-2070, 0800-6423838 ou ainda pelo e-mail ouvidoriaconsorcio@breitkopf.com.br.

Consórcio de imóveis deve crescer 15% com nova regra

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Consórcio de imóveis deve crescer 15% com nova regra

O consórcio imobiliário agora está em pé de igualdade com o financiamento habitacional, pelo menos no que diz respeito à utilização de recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Em 15 de dezembro, o governo autorizou a utilização do saldo do Fundo para quitar consórcios ou adiantar o pagamento de parcelas, da mesma forma que já ocorria com o financiamento imobiliário. A mudança ainda depende da regulamentação pela Caixa, que tem até meados de março para se adaptar às novas regras.

Existem no País 533,7 mil participantes de consórcios imobiliários e aqueles que estiverem em condições de usar o FGTS vão se beneficiar da medida. Antes, eles só poderiam usar o saldo do FGTS quando contemplados, para dar um lance ou completar o valor do imóvel que seria adquirido com a carta de crédito. Agora vão poder usar para adiantar até 12 parcelas ou quitar o saldo do consórcio.

Para poder usar os recursos do fundo, no entanto, os consorciados precisam seguir as regras do FGTS. O saldo só pode ser usado por trabalhadores com no mínimo três anos de contribuição. O mutuário não pode ter outro imóvel adquirido com recursos do Fundo no mesmo município, respeitar o limite de R$ 500 mil para a compra de imóvel e não ter mais de três parcelas em atraso.

Com essas mudanças, a procura por consórcios deve crescer 15% neste ano em relação ao ano passado, de acordo com projeção da Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (Abac). Isso significa uma injeção de R$ 5,76 bilhões no mercado imobiliário do País, equivalente à contemplação de 72 mil cartas de crédito. “Revisamos a nossa previsão de crescimento de 10% para 15% em 2010, após essas novas medidas”, afirma o presidente da Abac em São Paulo, Luiz Fernando Savian.

Fonte: Jornal da Tarde/ São Paulo

FGTS é liberado para consórcio imobiliário

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

FGTS é liberado para consórcio imobiliário

Dentro de no máximo três meses, os trabalhadores poderão utilizar o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para quitar ou amortizar dívida de consórcios imobiliários e para abater parcelas. Além disso, o Conselho Curador do FGTS decidiu que os trabalhadores com saldo no fundo poderão aplicar até 30% do valor depositado na sua conta em projetos de infraestrutura no final do primeiro trimestre de 2010.

Apesar de o presidente Luiz Inácio Lula da Silva ter determinado a liberação do FGTS para consórcios em outubro, a Caixa Econômica Federal vai ofertar o uso em, no máximo 90 dias, porque precisa de um período de adequação.

Pelas regras definidas pelo conselho curador, a utilização do FGTS só será permitida se a cota do consórcio estiver em nome do titular da conta vinculada do fundo. Além disso, o valor máximo de avaliação do imóvel adquirido com recursos de consórcio deve respeitar os limites de financiamento estabelecidos no Sistema Financeiro de Habitação (SFH), que hoje é de R$ 500 mil. Também ficou definido que as amortizações só poderão ocorrer a cada dois anos.

Fonte: Zero Hora