Posts com a Tag ‘taxa de administração’

Breitkopf apresenta produto diferenciado em consórcio para caminhões

quinta-feira, 21 de janeiro de 2021

 

 

A Volkswagen disponibiliza diversos modelos de caminhões

A Volkswagen disponibiliza diversos modelos de caminhões

 

Com a menor taxa de administração no mercado catarinense e mais flexibilização para aprovação do crédito, o consórcio de caminhões da Breitkopf, lançado no ano passado, está sendo considerado um sucesso. O gerente comercial da Breitkopf, Adelson Candeo, diz que o produto é resultado de muitas pesquisas. “Avaliamos o que havia de melhor em cada um dos planos já existentes e criamos um produto diferenciado, que atende as necessidades dos nossos clientes”, enfatiza.

Entre os diferenciais está também que o grupo é exclusivo para Santa Catarina. Em um grupo menor, há mais chances de contemplação mais rápida. Além de contar com diversos modelos de caminhões da Volkswagen e a credibilidade da Breitkopf, com mais de 60 anos de mercado. O produto deu tão certo que, nos meses de novembro e dezembro do ano passado, a empresa registrou os maiores faturamentos em consórcios dos últimos anos.

Segmento de Consórcios conseguiu se reinventar em um 2020 desafiador

quinta-feira, 21 de janeiro de 2021

 

Consórcio é sempre um bom investimento

Consórcio é sempre um bom investimento

Planejamento tem tudo a ver com o setor de consórcios e é fundamental em qualquer negócio. Porém, nenhuma atividade econômica está imune a situações inesperadas, como a pandemia da Covid-19 em 2020. Assim como diversas atividades econômicas, o consórcio também foi impactado. Porém, mesmo assim, foi um dos segmentos que apresentou crescimento em 2020.

Nos meses de março e abril, primeiros momentos da crise, houve queda nas vendas. Porém, rapidamente o segmento se reinventou e se adaptou ao novo momento, o que garantiu um 2020 com crescimento de 4% em vendas de novas cotas acumuladas, batendo recorde dos últimos 10 anos.

Uma das medidas para ajudar os consorciados, foi o pleito da Associação Brasileira de Administração de Consórcios (ABAC) junto ao Banco Central para que os consorciados contemplados e com todas as parcelas quitadas pudessem, a critério da administradora, retirar o crédito em dinheiro, sem necessidade de esperar o prazo de 180 dias a partir da data de contemplação, mantendo assim a liquidez da economia. Além disso, as equipes se mobilizaram rapidamente para atender seus clientes na modalidade de teletrabalho e as administradoras tomaram medidas para mostrar que o consórcio continuava sendo um bom investimento. Com tudo isso, a expectativa para 2021 é de crescimento no segmento.

Consórcio para casa própria

quinta-feira, 21 de janeiro de 2021

 

Com o consórcio fica mais fácil adquirir a casa própria

Com o consórcio fica mais fácil adquirir a casa própria

 

Para muitas pessoas, comprar a casa própria tem deixado de ser apenas um sonho graças ao consórcio. Essa é a opção de aquisição mais certeira para quem não tem o dinheiro para entrada em um financiamento e não quer pagar juros absurdos.

Confira algumas vantagens do consórcio para adquirir o seu lar:

  • Sem cobrança de juros, apenas taxa de administração;
  • Sem valor de entrada, nem de aportes quando é contemplado;
  • Mensalidades que cabem no bolso. Com um planejamento a longo prazo, fica mais fácil pagar pelo sonho da casa própria;
  • Sem surpresas. Ao contratar um consórcio, você sabe exatamente o quanto pagará por suas parcelas, sem juros embutidos;
  • Com a carta de crédito, é possível comprar um imóvel novo ou usado e residencial ou comercial;
  • A carta de crédito pode ser no valor total do bem ou parte do valor;
  • A análise do cliente costuma ser mais rápida e flexível que em outros modelos de compra, facilitando para profissionais autônomos que não tem renda fixa;
  • O FGTS pode ser utilizado para dar lance, amortização ou quitação das parcelas;
  • Com a rentabilidade do aluguel, é possível pagar as parcelas e continuar comprando novas cartas de crédito.

CONSÓRCIO É A MODALIDADE DE CRÉDITO QUE MAIS CRESCE NO BRASIL

terça-feira, 29 de outubro de 2013

consórcio

O consórcio é uma das modalidades de crédito que mais cresce no país – com registro de crescimento de 10,1% em agosto de 2013 em relação ao mesmo mês de 2012 e com mais de 5,5 milhões de participantes ativos, segundo a Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC).

No Sistema de Consórcios, os consorciados, também conhecidos por cotistas, contribuem com parcela destinada à formação de poupança comum. Todos os participantes do grupo têm assegurado o direito de utilizar essa poupança para a aquisição de bem, de acordo com as regras previstas no contrato do grupo. Ou seja: as contribuições pagas ao grupo destinam-se a contemplar seus integrantes com crédito, que será destinado à compra de imóvel, automóvel, caminhão ou outro produto. Como tal, poderá usufruir de um sistema que induz o consumidor a uma disciplina financeira, viabilizando uma poupança com destino certo: a realização dos seus planos.

É importante ressaltar que a grande vantagem do sistema de consórcios é a ausência de taxa de juros, que torna o preço final do produto mais baixo do que por meio de financiamento. No consórcio, há apenas uma taxa de administração, que é diluída ao longo de todo prazo de pagamento da cota. Essa característica é atrativa também para aqueles consumidores que já dispõem do bem e pretendem apenas trocá-lo por um mais novo.

Após a aquisição do consórcio e o pagamento das parcelas, chega o momento da contemplação, que é a atribuição ao consorciado do direito de utilizar o crédito. Somente poderão concorrer à contemplação, os participantes que estiverem adimplentes com suas parcelas até o vencimento.

A contemplação ocorre através da Assembleia Geral Ordinária, realizada periodicamente, em dia, hora e local informados pela Administradora do Consórcio e envolve um sorteio, no qual todos os participantes do grupo de consórcio com o pagamento da cota em dia concorrem em igualdade de condições. Outra modalidade compreende a contemplação por lance, que é uma quantia ofertada pelo participante com o objetivo de retirar antecipadamente o bem consorciado, que será pago somente se o lance for vencedor.

Fonte: Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC)