Archive for the ‘Editorial’ Category

T‑Cross é eleito o “Melhor SUV Nacional”

quinta-feira, novembro 21st, 2019
Modelo torna-se um dos mais seguros automóveis à venda no Brasil, com cinco estrelas na proteção para adultos e crianças

Modelo torna-se um dos mais seguros automóveis à venda no Brasil, com cinco estrelas na proteção para adultos e crianças

 

O T‑Cross, primeiro SUV fabricado pela Volkswagen no Brasil, foi eleito o “Melhor SUV Nacional” no Car Awards 2020, premiação da revista Car Magazine. A eleição é feita pela própria redação da revista, entre os lançamentos ocorridos no ano. O T‑Cross foi o melhor entre os cinco finalistas da categoria, por características como os motores TSI, a qualidade do projeto e as tecnologias inovadoras e exclusivas que oferece.

 

O T‑Cross obteve classificação máxima nos testes realizados pelo Latin NCAP, que avalia carros novos vendidos na América Latina e Caribe. O SUV fabricado em São José dos Pinhais (PR) se torna também um dos mais seguros automóveis à venda no Brasil, com cinco estrelas na proteção para adultos e crianças.

 

O modelo tem o menor custo de propriedade do segmento (é cerca de 9% mais em conta do que a média). No cálculo são projetados em quatro anos os custos do veículo com consumo de combustível, itens de desgaste, taxas de licenciamento e IPVA, além de seguro e manutenção. O SUV também conta com as três primeiras revisões gratuitas.

 

Vale lembrar que o modelo também foi eleito pela Revista Quatro Rodas como o grande campeão do “Melhor Compra 2019”. O levantamento realizado pela publicação analisou 75 modelos em 25 categorias. Mais do que vencer entre os utilitários esportivos até R$ 100 mil, o T‑Cross foi considerado como a melhor opção entre todos os vencedores do levantamento.

 

Saiba mais do modelo

O T‑Cross tem quatro versões: 200 TSI (a única equipada com o câmbio manual de seis marchas); 200 TSI Automático; Comfortline 200 TSI Automático e Highline 250 TSI Automático – todas essas equipadas com o câmbio automático de seis marchas.

 

O motor 200 TSI Total Flex desenvolve potência de 128 cv com etanol e de 116 cv com gasolina. Seu nome faz referência ao torque de 200 Nm (20,4 kgfm). O motor 250 TSI Total Flex equipa a versão Highline e gera potência de até 150 cv, com gasolina ou etanol. O torque é de 250 Nm (25,5 kgfm).

 

Muito bem equipado desde a versão 200 TSI, o T‑Cross traz de série Controle de Estabilidade (ESC), seis airbags, freios a disco nas quatro rodas, bloqueio eletrônico do diferencial (XDS+), direção elétrica e ajuste de altura e distância para o volante, assistente para partida em rampas (Hill Hold), sensores traseiros de estacionamento, sistema ISOFIX para fixação de cadeirinhas infantis, faróis com função “Coming & Leaving home”, faróis de neblina com função “cornering”, luzes de condução diurna em LED, lanternas traseiras em LED, banco dianteiro do passageiro com encosto rebatível, suporte para smartphone com entrada USB para carregamento, travas e vidros elétricos e volante multifuncional.

 

Fonte: vwnews.com.br

Volkswagen contabiliza quase 20 mil unidades vendidas do T-Cross

quinta-feira, novembro 21st, 2019

 

Marca sabia do potencial que tinha ao lançar o modelo no mercado brasileiro

Marca sabia do potencial que tinha ao lançar o modelo no mercado brasileiro

Em sete meses de mercado do T-Cross, a Volkswagen já contabiliza quase 20 mil unidades vendidas no Brasil. Desde o seu lançamento, em abril, a maior demanda pelo SUV compacto da Volkswagen está justamente nas versões mais caras, o que mostra a pretensão do consumidor de gastar mais por um produto equipado e tecnológico.

A Volkswagen sabia do potencial que tinha ao lançar o modelo no Brasil e a decisão incomodou a concorrência do segmento, que tem produtos desde a faixa de R$ 60 mil, mas que tem boa parte dessa fatia dividida entre os crossovers de R$ 90 a R$ 100 mil.

A boa aceitação do T-Cross mostra que a pretensão do consumidor é a de gastar mais por um produto equipado e tecnológico. O visual moderno do crossover ganha requintes como os faróis e luzes em LED, a grade com detalhes cromados, o emblema lateral da versão, friso e rack de teto e para-choques específicos. A roda aro 17 com esse desenho também só aparece no Highline e veste bem o conjunto de pneus 205/55.

Por dentro, há quatro tons de revestimento cinza sendo um acetinado, na metade do painel, e outro quase branco, ao redor.

O motor 1.4 TSI de 150cv caiu muito bem ao T-Cross. Tem 25,5kgfm que surge logo a partir das 1.500rpm. Com o câmbio de seis marchas que conta até com shift paddle, o crossover de 1.292kg se mostra equilibrado e rápido com mínimo turbo lag.

 

Fonte: noticias.r7.com

Golf GTE: o primeiro híbrido da história da VW no Brasil

quinta-feira, novembro 21st, 2019

 

O modelo une o melhor de dois mundos: desempenho esportivo com excelente eficiência energética

O modelo une o melhor de dois mundos: desempenho esportivo com excelente eficiência energética

 

A Volkswagen tem uma estratégia robusta para a eletrificação na Região América Latina: serão seis carros elétricos e híbridos até 2023. O Golf GTE inicia essa ofensiva e é o 14º lançamento dos 20 previstos até 2020 dentro da estratégia da Nova Volkswagen. É o primeiro híbrido da história da marca no Brasil.

O Golf GTE une o melhor de dois mundos: desempenho esportivo com excelente eficiência energética. Pode ser conduzido no modo totalmente elétrico por cerca de 50 km. Isso atende a demanda de 2/3 da população que vive nos grandes centros urbanos, ou de sete em cada 10 pessoas.

Dentro do segmento de hatches médios híbridos, o Golf é o único com tecnologia plug-in, que permite o carregamento em tomada convencional de 220V ou em aparelhos wallbox de 3,6 kW ou mais. Além disso, o modelo traz itens exclusivos na categoria, como ACC (Controle Adaptativo de Cruzeiro), painel de instrumentos totalmente digital (Active Info Display) e sistema de infotainment com tela sensível ao toque de 9,2 polegadas e controle por gestos.

Fonte: vwnews.com.br

O novo design da marca Volkswagen

quarta-feira, setembro 25th, 2019
Com a família ID, a Volkswagen se tornará a marca automotiva mais sustentável do mundo

Com a família ID, a Volkswagen se tornará a marca automotiva mais sustentável do mundo

A transformação interna da marca, sua visão e sua nova atitude estão representadas para o mundo externo pelo novo design da marca. No máximo até 2050, a marca pretende ter um balanço de carbono neutro – tanto em seus veículos como na empresa como um todo. A mobilidade elétrica é a nova tecnologia líder que a Volkswagen quer tornar acessível para milhões de pessoas. Com a família ID., a Volkswagen se tornará a marca automotiva mais sustentável do mundo.

Até 2025, a marca quer se tornar a número 1 no mundo, com mais de 20 modelos elétricos e um milhão de veículos elétricos vendidos. Finalmente, todos os modelos da Volkswagen devem ser completamente conectados a dispositivos inteligentes, provedores de serviços móveis e salas de estar. Com o ecossistema digital “Volkswagen We”, a marca levará o mundo dos clientes para dentro do carro – com a melhor experiência de uso e uma ampla gama de serviços de mobilidade que tornará a vida mais fácil e agradável. Com base nisso, a marca está transferindo seus objetivos para uma nova era: também na idade elétrica e digital, a Volkswagen possibilitará mobilidade individual para milhões de clientes em todo o mundo de forma acessível, sustentável, confiável e fascinante.

As bases estratégicas para o novo design foram estruturadas por uma equipe conjunta do Design e do Marketing da Volkswagen, sob a direção do Chefe de Marketing Jochen Sengpiehl e do Designer Chefe Klaus Bischoff. O design foi implementado com a total integração de todos os departamentos da companhia no tempo recorde de nove meses, usando um poderoso conceito desenvolvido pela Volkswagen especialmente para isso.

O curto tempo de desenvolvimento foi possível porque todos os envolvidos chegaram a um acordo sobre assumir um enfoque ousado para o novo design num estágio inicial. A tarefa ganhou o título de “Força Vibrante”. A ideia foi tornar a marca mais humana e mais espontânea. Em vez de mostrar um mundo publicitário perfeito, adotar o ponto de vista do cliente com maior alcance e contar histórias autênticas. “Queremos tornar a vida das pessoas mais brilhante com nossos produtos”, afirma Jochen Sengpiehl, Chefe de Marketing (CMO) da marca Volkswagen. “Muita gente desenvolve um relacionamento íntimo com a Volkswagen e até mesmo dá nome aos seus veículos. Queremos difundir esse enfoque natural com seus laços emocionais”.

Como uma inovação especial, no futuro a Volkswagen usará uma voz feminina em quase todos os mercados. “É uma voz quente, agradável e confiante. Em nossa opinião, essa voz combina muito bem com a Volkswagen”, explica Jochen Sengpiehl.

Como os clientes da Volkswagen estão cada vez mais obtendo informações através de canais digitais, o novo design da marca tem uma consequente orientação digital, com um forte enfoque na interação e conectado com a estratégia OneHub. Dessa forma, a Volkswagen terá uma presença igualmente importante tanto on-site como off-site e criará uma jornada de utilização quase personalizada para cada usuário, visando atender necessidades individuais e permitindo uma experiência de marca sem descontinuidades no sistema ecodigital da Volkswagen – para os compradores de carro, proprietários e fãs.

A Volkswagen está em processo de transformação para uma Nova Volkswagen. A Volkswagen sempre se empenhou em tornar a mobilidade e a tecnologia acessíveis para o máximo possível de pessoas. “Com o Fusca, a Volkswagen criou a mobilidade individual para todos e, depois, democratizou novas tecnologias com o Golf”, afirma Ralf Brandstätter, Chefe de Operações (COO) da marca Volkswagen. “Com o ID.3, queremos tornar a mobilidade com emissão zero atraente para todos os clientes”.

Fonte: www.vwnews.com.br

T-Cross ganha novos opcionais nas versões Comfortline e Highline

quinta-feira, agosto 22nd, 2019

 

Painel de instrumentos digital e a pintura biton, que antes eram uma exclusividade da série especial de lançamento, passam a ser os novos itens em cada uma das versões

Painel de instrumentos digital e a pintura biton, que antes eram uma exclusividade da série especial de lançamento, passam a ser os novos itens em cada uma das versões

 

O T-Cross ganha novos itens para as versões Comfortline e Highline. A Comfortline conta agora com o painel de instrumentos virtual e a Highline com a pintura biton, que era uma exclusividade da série especial de lançamento, a First Edition.

O painel de instrumentos virtual tem tela de 10,25 polegadas e faz parte do pacote Exclusive & Interactive II. Entre os itens há espelhos elétricos, função Eco, seletor de modo de condução, sistema de navegação, central multimídia “Discover Media” e partida por botão.

No Highline são quatro opções de combinações de cores biton, com teto preto e carroceria branca, prata, cinza ou bronze, ou o teto cinza e a carroceria na cor cinza. As colunas A e C seguem a cor do teto e as rodas de 17 polegadas são diamantadas.

As versões Comfortline e Highline são equipadas com os propulsores 1.0 e 1.4, ambos turbo e flexível. O primeiro rende até 125 cv e 20,4 mkgf, e o segundo sempre 150 cv 25,5 mkgf. A transmissão é sempre a automática de seis velocidades, com opção de trocas manuais na alavanca.

 

Fonte:  jornaldocarro.estadao.com.br

Siglas da marca Volkswagen

terça-feira, abril 9th, 2019

Algumas siglas de carros esportivos tornaram-se tão famosas quanto às marcas de seus fabricantes. Afinal, elas denominaram modelos icônicos e povoaram os sonhos de gerações de consumidores. Mas você sabe o que elas significam? Confira quais os significados das siglas da marca Volkswagen e veja quais os motivos desse sucesso.


GTI:
No Brasil, essa sigla celebrizou-se nos carros esportivos da Volkswagen. Modelos como Gol, Pointer e Parati (essa última com motor 2.0 16 válvulas) tornaram-se sonhos de consumo no século passado. Atualmente, essa denominação é usada na versão de alto desempenho do Golf. Interessante notar que houve uma mudança na grafia: inicialmente, era GTi, com o “i” minúsculo. Depois, passou a ser GTI, com todas as letras em maiúsculo.

Isso acontece porque o significado também mudou um pouco. Originalmente, a sigla era a abreviatura de Gran Turismo injection, em alusão à injeção eletrônica. Afinal, o Gol GTi foi o primeiro automóvel nacional equipado com essa tecnologia, que proporciona, entre outras vantagens, aumento de potência em relação ao carburador. Bem como convém aos carros esportivos!

Ocorre que a injeção eletrônica popularizou-se rapidamente e deixou de ser um diferencial dessas versões. A Volkswagen, então, fez uma mudança sutil na sigla, transformando-a em GTI. O significado, então, passou a ser Gran Turismo International.

 

gts-2

 

TSI:

Mais uma sigla que ganhou fama por meio dos carros esportivos da Volkswagen. Na década de 90, a nomenclatura voltou no Gol e na Saveiro, acrescida da letra i. Esses dois modelos, porém, não tinham modificações mecânicas extensas como o Passat TS, o primeiro a ser batizado desse modo no Brasil.

TS quer dizer Touring Sport (Turismo Esporte, em tradução para a língua portuguesa). Já deu para captar o que TSI quer dizer, certo? É Touring Sport injection, claro, termo utilizado em algumas configurações de Gol e Saveiro nos anos 90. Atualmente, ela designa  os motores da marca, e não mais versões de automóveis. Nesse caso, o significado é Turbo Stratified Injection (Turbo com Injeção Direta).

 

gts-1

Fonte: autopapo.com.br

VW quer a liderança dos SUVs compactos

quarta-feira, março 13th, 2019

 

Pauta-11

 

O modelo T-Cross chega às concessionárias em abril e a Volkswagen espera vender entre quatro e cinco mil unidades por mês, para alcançar a liderança dos SUVs compactos, vencendo a disputa acirrada com os modelos da categoria no mercado brasileiro. A VW vem apostando no modelo para fazer história no segmento.

Fonte: revistaautoesporte.globo.com

Amor à primeira ‘pista’

terça-feira, fevereiro 5th, 2019

 

Virtus e Polo lideram o ranking dos carros mais amados pelos donos

Virtus e Polo lideram o ranking dos carros mais amados pelos donos

 

A compra de um novo carro traz junto um universo de expectativas. Com o tempo, a convivência vai revelar se ele transformou esse sentimento em satisfação ou decepção. Para descobrir onde seu veículo se encaixa nessa escala de amor e ódio, a Revista Quatro Rodas realizou uma pesquisa apontando quais foram os carros mais amados por seus proprietários no Brasil ao longo do último ano.

 

Nesta edição, a revista entrevistou 2.531 proprietários dos 45 modelos mais vendidos do Brasil, formando um ranking com os 32 carros mais votados, já que os outros não atingiram a pontuação mínima exigida pela publicação. Os 23 itens avaliados foram divididos em 9 categorias sendo:

 

  • Custos;
  • Confiança na Marca;
  • Cobertura da Rede;
  • Design;
  • Desempenho;
  • Segurança;
  • Dirigibilidade;
  • Conforto;
  • Manutenção.

 

No topo do ranking ficaram os modelos Virtus e Polo, respectivamente.

 

Fonte: quatrorodas.abril.com.br

 

Tiguan chega à marca de 5 milhões de unidades produzidas no mundo

terça-feira, fevereiro 5th, 2019

 

O SUV de porte médio da marca alemã passou por mudanças que surtiram efeito em diversos mercados

O SUV de porte médio da marca alemã passou por mudanças que surtiram efeito em diversos mercados

 

A Volkswagen comemora a marca histórica alcançada pelo modelo Tiguan, que alcançou 5 milhões de unidades produzidas no mundo. O SUV de porte médio da marca alemã foi lançado em 2007 e considerado o mais “acessível” da fabricante. De acordo com a VW, ele teve mais de 120 mil unidades produzidas em 2008, crescendo anualmente até vender 500.000 em 2015. No ano passado, o Tiguan teve quase 800 mil exemplares emplacados, mostrando que as recentes mudanças na geração atual surtiram efeito em diversos mercados.

A primeira geração do Tiguan, produzida durante 10 anos, foi feita em Wolfsburg, Xangai e Ho Chi Minh, capital do Vietnã. Utilizando a plataforma PQ46, o utilitário esportivo se destacava pela motorização diesel 2.0 TDI e a gasolina, com o 2.0 TSI. Além disso, tinha ainda câmbio DSG ou Tiptronic, bem como tração nas quatro rodas 4Motion.

Em 2016, a Volkswagen começou a produção da segunda geração, agora sobre a plataforma modular MQB, mas com um diferencial de ter dois tamanhos. O tamanho padrão europeu (4,48 m) foi lançado inicialmente para produção em Wolfsburg, além de Índia, Malásia e Argélia. Na China, surgiu o maior Tiguan Allspace (4,79 m), que também passou a ser fabricado em Puebla, no México. No processo, a VW mudou a produção da primeira geração para Ösnabruck, na antiga fábrica da Karmann, onde foi fabricado por alguns meses como Tiguan Limited (no mercado americano) e aqui com motor 1.4 TSI e tração dianteira.

No ano passado, já com o modelo mexicano, o Tiguan vendeu 5.771 unidades, um bom volume, superando rivais da mesma categoria.

 

Fonte:  noticiasautomotivas.com.br

 

Os queridinhos dos taxistas

terça-feira, fevereiro 5th, 2019

 

pauta-1-taxi

Volkswagen aumenta em 57% as vendas para taxistas no Brasil. Os modelos Virtus e Voyage automáticos se destacam

 

A Volkswagen do Brasil aumentou em 57% as vendas de veículos para taxistas em 2018, em comparação a 2017. O Virtus é o modelo mais vendido para este público, com 4.661 unidades emplacadas. O novo sedã já está presente em 23 aeroportos do Brasil, conquistando motoristas e passageiros pelo espaço interno, tamanho do porta-malas, alto desempenho e baixo consumo de combustível. Já, o Voyage aparece como segundo colocado no ranking, com 4.387 unidades vendidas.

 

Os lançamentos são frutos da estratégia da Nova Volkswagen, que prevê a maior ofensiva de produtos de sua história, com o lançamento de 20 novos modelos até 2020, fruto de investimentos de 7 bilhões de reais. A estratégia também busca retomar a proximidade da marca com os brasileiros, sendo uma empresa muito mais moderna, enxuta e eficiente, totalmente voltada às pessoas.

 

A Volkswagen oferece ao taxista as melhores condições de pagamento e um vasto portfólio com muitos benefícios: fácil manutenção, melhor valor de revenda, mais produtividade com menor custo, ótimo espaço interno e muito mais.

 

Na Breitkopf, taxista tem condições especiais para adquirir seu carro novo. Visite uma de nossas lojas e confira nossas ofertas!

 

Fonte: vwbr.com.br