Posts Tagged ‘híbrido’

Golf GTE inicia eletrificação da Volkswagen no Brasil

quarta-feira, setembro 25th, 2019

 

Modelo híbrido plug-in une o melhor de dois mundos: esportividade e eficiência energética

Modelo híbrido plug-in une o melhor de dois mundos: esportividade e eficiência energética

 

Começa a eletrificação da Volkswagen na América do Sul com o modelo Golf GTE. O esportivo híbrido plug-in será o 14º lançamento dos 20 previstos até 2020, dentro da estratégia da Nova Volkswagen. Trata-se do primeiro híbrido da história da marca no Brasil.O Golf GTE une o melhor de dois mundos: desempenho esportivo com excelente eficiência energética. Pode ser conduzido no modo totalmente elétrico por cerca de 50 km. Sua autonomia total, incluindo o motor elétrico e o motor a gasolina, ultrapassa 900 km. Resumindo: é ideal para a cidade ou para a estrada.

A designação Golf GTE está alinhada com as siglas GTI e GTD – dois ícones esportivos da linha Golf. Em 1976, o primeiro GTI gerou a expressão “hot hatch”. O “I” em seu nome refere-se à injeção eletrônica de combustível, enquanto o “D” em GTD, apresentado pela primeira vez em 1982, identifica a injeção de diesel.

O Golf GTE tem dois motores: um a combustão de 1,4l TSI com 150 cv e um motor elétrico de 75 kW (102cv). Combinados, oferecem potência de 150 kW (204 cv). Se o motor elétrico for a única fonte de força de propulsão, o Golf GTE pode atingir velocidades de até 130 km/h. Detalhe: nessa condição a poluição é zero.

Quando toda a potência combinada do sistema é utilizada, o GTE vai de 0 a 100 km/h em 7,6 segundos, atingindo velocidade máxima de 222 km/h. Ainda mais significativo é o potencial de propulsão superior do Golf GTE, obtido graças à combinação dos dois motores, que produz torque máximo de 350 Nm (35,7 kgfm). Resultado: prazer ao dirigir.

A VW pretende lançar seis veículos híbridos e elétricos na região nos próximos cinco anos (2019-2023).

Fonte: vwnews.com.br

Volkswagen dá início a eletrificação na América do Sul

quinta-feira, agosto 22nd, 2019
Golf GTE será o primeiro modelo híbrido plug-in, unindo esportividade e eficiência energética

Golf GTE será o primeiro modelo híbrido plug-in, unindo esportividade e eficiência energética

O Golf GTE, que será lançado no Brasil ainda este ano, une o melhor de dois mundos – o desempenho esportivo com a excelente eficiência energética – e marca o início da eletrificação da Volkswagen na América do Sul. A empresa pretende lançar seis veículos híbridos e elétricos na região nos próximos cinco anos (até 2023). O modelo esportivo híbrido plug-in será o 14º lançamento dos 20 previstos até 2020 dentro da estratégia da Nova Volkswagen. Trata-se do primeiro modelo híbrido da história da marca no Brasil.

O Golf GTE pode ser conduzido no modo totalmente elétrico por cerca de 50 km. Sua autonomia total, incluindo o motor elétrico e o motor a gasolina, ultrapassa 900 km. Ideal para a cidade ou para a estrada.

O modelo tem dois motores: um a combustão de 1,4l TSI com 150 cv e um motor elétrico de 75 kW (102cv). Combinados, oferecem potência de 150 kW (204 cv). Se o motor elétrico for a única fonte de força de propulsão, o Golf GTE pode atingir velocidades de até 130 km/h. Detalhe: nessa condição a poluição é zero.

Quando toda a potência combinada do sistema é utilizada, o GTE vai de 0 a 100 km/h em 7,6 segundos, atingindo velocidade máxima de 222 km/h. Ainda mais significativo é o potencial de propulsão superior do Golf GTE, obtido graças à combinação dos dois motores, que produz torque máximo de 350 Nm (35,7 kgfm).

  Fonte: vwnews.com.br

Cross Coupé diesel roda 55 quilômetros por litro

segunda-feira, abril 16th, 2012

VW-Cross-Coupe-TDI-3-7_620_413[1]

Em sua primeira aparição, no Salão de Tóquio, o Volkswagen Cross Coupé carregava debaixo do seu capô um motor TSI a gasolina de 150 cv acoplado a outros dois elétricos (um frontal de 54 cv e outro traseiro de 115 cv) que atuavam separadamente e faziam o carro percorrer até 37 km com um litro do combustível em uso misto (híbrido).

Para o Salão de Genebra, a marca alemã preparou uma nova versão do crossover conceitual, dessa vez movido com um motor 2.0 turbodiesel, dotado de turbocompressor e sistema de injeção direta, entregando uma potência combinada de 306 cv. O híbrido levou 6,5 segundos para ir de 0 a 100 Km/h e alcançou os 220 km/h. Se o motorista optar por rodar apenas com eletricidade, a velocidade máxima chega a 120 km/h, mas é possível rodar até 45 quilômetros sem precisar sair procurando uma tomada.

De acordo com dados divulgados pela VW, o Cross Coupé TDI Concept é capaz de percorrer até 55,5 km com apenas um litro de diesel e a emissão de CO2 na atmosfera fica na casa das 46 g por km rodado.